Música | Playlist da Semana #170


Hey pessoal, essa semana dei uma sumida no blog, mas e que nem tive tempo de criar mais postes para postar, foi corrido final de semana passada e com isso não consegui criar os postes para  o blog. 
Só que hoje não poderia esquecer de preparar a palylist de todo final de semana.



Resenha | Um Marido de Faz de Conta - Julia Quinn

Título: Um Marido de Faz de conta
Autora: Julia Quinn
Páginas: 304
Nota: 4/5
Skoob: Link

Sinopse:  Enquanto você dormia… Depois de perder o pai e ficar sabendo que o irmão Thomas foi ferido durante uma batalha nas colônias, Cecilia Harcourt tem duas opções igualmente terríveis: se mudar para a casa de uma tia solteira ou se casar com um primo vigarista. Então ela cruza o Atlântico, determinada a cuidar de seu irmão pelo tempo que for necessário. Só que, após uma semana sem conseguir localizá-lo, ela acaba encontrando seu melhor amigo, o lindo oficial Edward Rokesby. Ele está inconsciente, precisando desesperadamente de cuidados, e Cecilia promete salvar a vida desse soldado, mesmo que para permanecer ao lado dele precise contar uma pequena mentira... Eu disse a todos que era sua esposa. Quando Edward recobra a consciência, não entende nada. A pancada na cabeça o fez esquecer tudo que aconteceu nos últimos três meses, mas ele certamente se lembraria de ter se casado. Apesar de saber que Cecilia Harcourt é irmã de Thomas, eles nunca foram apresentados. Mas, já que todo mundo a trata como esposa dele, deve ser verdade. Quem dera fosse verdade… Cecilia coloca o próprio futuro em risco ao se entregar completamente ao homem que ama. Mas quando a verdade vem à tona, Edward talvez também tenha algumas surpresas para a nova Sra. Rokesby.

Opinião:
Um Marido de Faz de Conta é o segundo livro da série Os Rokesby, o protagonista é Edward que teve menções de seu nome no livro anterior, porém ele estava desaparecido. Nessa história conhecemos Cecilia Harcourt que viajou para o outro lado do mundo, ou seja, New York para obter noticias de seu irmão que foi considerado desaparecido pelo exercito, ao chegar na cidade não encontra o seu irmão, mas recebe noticias de Edward amigo de Thomas e que as vezes compartilhava alguns pensamentos nas cartas enviadas para Cecilia.
Para não ir embora e conseguir noticias de seu irmão, ela fingi que é esposa de Edward, ele está desacordado e assim ela poderia ajudar ele a se recuperar até que o homem acorde e revele toda verdade, mas imaginem a surpresa de Cecilia quando Edward acorda e não se lembra do que aconteceu nos últimos meses, além disso acaba acreditando que é realmente casado com a jovem mulher que estava cuidando dele. Nisso ela vê a oportunidade de continuar na cidade atrás de noticiais de seu irmão e as pessoas acharem que ela é esposa de um filho de conde trás benefícios para conseguir pistas do seu irmão. 
Então ela continua com a farsa, mesmo sendo difícil , pois com a convivência os sentimentos começam a ficar confusos, pois ela possuía uma queda por ele, apenas pelos comentários feitos na carta e agora está ao seu lado com toda essa farsa.

Cecilia Harcourt é uma mulher determinada, saiu sozinha rumo ao desconhecido em busca do seu irmão com pouca roupa e dinheiro, inventa uma mentira que pode acabar com sua reputação, mas mesmo assim se mantem firme e forte em suas escolha, porque não pode ir sem noticiais do seu irmão. Gostei da Cecilia, ela é uma personagem pé no chão que não cria expectativas e sabe das consequências das suas escolha, ela não está interessada no dinheiro de Edward. Ela é inteligente, sagaz e amorosa, conquista as pessoas ao seu redor. 
Edward Rokesby, é um bom companheiro, inteligente e divertido, que acabou conquistando o coração de Cecilia, ele perdeu alguns meses de lembrança e está em processo de recuperação, acaba acreditando na farsa e luta para tentar descobrir como que ocorreu o casamento, ele foi um bom amigo para Thomas Harcout e além disso aprecia a presença de Cecilia, mulher que ele já tinha interesse apenas pelas cartas. Edward ainda está debilitado por conta do que aconteceu, mas não abre mão de fazer um pouco de esforço e ajudar na busca de Edward.
Bom super chipei o casal e é impossível não torcer por eles, mesmo que já sabemos que vai ser um final feliz, são personagens carismáticos e que parecem se completar. 
Um Marido de Faz de Conta é uma história leve e sem grandes dramas, uma boa história para se divertir e viajar para junto dos personagens, imaginando o ambiente que estavam vivendo, confesso que gostei só que acho que no finalzinho próximo a descoberta da verdade foi ficando um pouco massante a leitura porque foi enrolando umas cinco páginas a menos acho que já resolveria isso, mas depois que tudo foi revelado a leitura voltou a fluir novamente, no inicio dos capítulos trás pedaços dar cartas escritas de Cecilia e de Thomas seu irmão.
Esse é o segundo livro da série, mas o primeiro ainda continua sendo meu preferido, o terceiro já foi lançado e se chama Um Cavalheiro a bordo, que estou mega curiosa para ler.
Bom mais uma resenha que infelizmente não ficou como eu queria, mas fazer o que né, as vezes acontece.

"Se Edward a rejeitasse, ela acabaria na sarjeta. Sua única escolha seria voltar para a Inglaterra, e isso ela não podia fazer – não sem descobrir o que acontecera a seu irmão. Ela fizera sacrifícios demais para embarcar naquela jornada. Tinha lançado mão de cada fragmento de coragem que possuía. Não podia desistir."
"Quando ela se inclinava por cima do rosto dele, parecia que o ar à sua volta ficava diferente, carregado de tensão. Era uma sensação quase elétrica que comprimia o peito e arrepiava a pele. E quando ela conseguia, enfim, respirar fundo, sentia como se estivesse inspirando a própria presença dele."
"Cecilia sabia que devia honrar seus antepassados, mas, por Deus, sua vontade era a de voltar no tempo, encontrar seu tatara-tataravô e dar-lhe um pelo safanão." 
“ – Não sou o homem com quem você se casou.
– Eu provavelmente também não sou a mulher com quem você se casou…- murmurou ela.”


Resenha | Sempre (Forever #1) - J.M. Darhower

Título: Sempre
Autora: J.M. Darhower
Páginas: 560
Nota: 5/5
Skoob: Link

Sinopse: Haven Antonelli e Carmine DeMarco cresceram em mundos completamente diferentes. Haven é uma adolescente de 17 anos que nunca conheceu a liberdade. Desde a infância, ela e sua mãe são escravas, vítimas de uma rede de tráfico humano. Carmine, nascido em uma família rica da máfia, viveu uma vida de privilégios e excessos. Agora, uma reviravolta do destino faz com que seus caminhos se cruzem. Apesar das diferenças aparentes, algo mais sutil os une. E da tênue amizade entre os dois floresce uma paixão inesperada e arrebatadora.  Enredados numa teia de segredos e mentiras, em que o poder e o dinheiro ditam o jogo, o jovem casal logo percebe que é preciso se sacrificar para conquistar a liberdade e o direito ao amor...
Opinião:
Esse é um livro que peguei através de uma troca do Skoob e estava parado na estante, já até comprei a continuação dele bem baratinho, mas só esses dias que resolvi pegar a história para ler e me arrependo de não ter realizado a leitura antes.
Haven Antonelli é uma jovem de 17 anos que em todos esses anos de vida nunca teve a chance de ser feliz e aproveitar a vida como jovens de sua idade, pois ela era um Escrava, juntamente com sua mãe, trabalhava na casa da família Antonelli que mexia com a Mafia, ela morava em um estabulo, limpava, servia de cabeça abaixada juntamente com sua mãe, nunca saiu da fazenda que morava, não estudava e presenciou situações muito cruéis para apenas uma criança, ela nasceu de um estupro e  nasceu para servir. Haven era uma jovem sem esperança, resolveu fugir para conseguir ter uma chance de viver, mas foi recuperada e vendida para um novo patrão Vicente Demarco.
Uma nova vida a esperava, ela não precisava servir com afinco, poderia ler, ter um quarto próprio, limpar e cozinhar quando quisesse só não poderia fugir.  Vicente tem dois filhos que vive em sua casa, Dominic o mais velho e pode se dizer que é o alivio para momentos muito tenso entre a família e Carmine o filho problemático que não respeita ninguém.
Dominic é um garoto que está se preparando para se formar e ir para a faculdade, se torna um bom amigo para Haven, nunca desrespeitou a garota e não a tratava como empregada da casa. Já com Carmine o começo foi um pouco diferente, ele não entendia a presença dela em sua casa, mas conforme via a forma que a garota agia foi se preocupando e aproximando-se mais dela, até ter seu coração totalmente dedicado a ela.
“Amor era alegria; era segurança; era verde. O amor era simplesmente ele. Aquele rapaz lindamente repleto de falhas que a fez brilhar.”
Haven é uma jovem que ainda tem muito o que aprender, pois apesar de ter 17 anos nunca interagiu com o mundo, não sabia o que era um telefone, nunca tinha assistido um filme  e não sabia nem o que era ter uma cama quentinha para dormir, uma personagem que sofreu muito e foi criada para obedecer, dava muito dó dela quando acontecia alguma coisa e ela se encolhia de medo, ela era uma escreva, mas agora pertencia a Vicent Demarco, que deu oportunidades dela ter uma vida de relativamente mais parecida com uma jovem de sua idade, porém ela ainda devia obediência a ele. Haven foi florescendo aos poucos, aprendendo coisas novas e descobrindo o amor, ela se tornou confiante e pode mostrar sua inteligência. E seu nascimento envolve um mistério a respeito de suas origens.

Denise Crivelli, 27 anos, sul-mato-grossense, formada em Publicidade e estudante de Administração, viciada em livros, doramas e séries.

Facebook

Facebook

Busca

Arquivos

Seguidores

Populares

Tecnologia do Blogger.