Resenha | Desde que você nasceu - Tânia Picon

Título: Desde que você nasceu 
Autora: Tânia Picon
Páginas: 159
Nota: 4/5
Skoob: Link 
Sinopse: “As coisas não foram muito fáceis para Júlia durante a sua infância. Aos três anos, ela perdeu o pai. Com isso, sua mãe se fechou em uma apatia tão grande que a criança foi praticamente criada pelos avós. A história acontece durante uma passagem de anos e inicia sendo contada pela avó Celeste em um primeiro capítulo em formato de diário. Depois, ela passa ser narrada pelos netos. Júlia tem um primo mais novo, que não gosta dela, e um primo mais velho, que é louco por ela. Mas ao longo dos anos isso pode mudar.  Desde que você nasceu é uma história sobre laços de família. Uma história de superação e de amor. E é bastante romântica também. Talvez Júlia perceba, ao longo dos anos, que tudo o que ela precisava para ser feliz sempre esteve ali, ao lado dela. Desde que ele nasceu”. 

Opinião:
Desde que você nasceu é uma história sobre família e de paixão entre primos. Júlia, sempre foi uma garota mais quieta e comportada, o que deixava a sua avó preocupada , seu pai faleceu quando era novinha e sua mãe esqueceu de demostrar sentimentos e vivia apenas para o trabalho. Pelo menos tinha o amor de seus avós e de um de seus primos, o primo mais velho Roberto meio que possuía desde criança um sentimento de posse com a Júlia, não gostava que ninguém chegasse perto dela, eles eram unidos, mas isso despertava a raiva do irmão mais novo do Roberto, pois Anderson não consegui a atenção de seu irmão quando Júlia estava por perto, não gostava que todos davam atenção a garota.
Os anos se passam e Roberto continua venerando Júlia, ele é apaixonado por ela, mas nunca mando a real, apesar de algumas pessoas próximas perceberem isso, já Anderson continuava odiando a priminha perfeita, porém a vida dela da uma reviravolta, Roberto não aceita muito bem a rejeição e o amor se transforme em ódio, nisso ela e o Anderson começam a desenvolver uma bela amizade, mas aos poucos sentimentos mais fortes surgem e são bem guardados, só que eles continuam próximos, cada um seguindo sua vida, seus relacionamentos. Nem tudo é uma maravilha que surge aquele povo insuportável que só tem felicidade quando separa um casal, mas foi bom para o amadurecimento dos personagens.

No começo eu achei um pouco estranho ler um livro sobre amor de primos, mas depois pensei que se dane, afinal meus avós, pais da minha mãe são primos então para que esse estranhamento né, fora que super chipei o casal protagonista e senti uma raiva do Roberto por conta de sua atitude, pelo menos na continuação ele me conquistou. A história é envolvente e gostei da escrita da autora, li esse e o segundo e-book em um final de semana, confesso que só falta ler o terceiro que já tenho o e-book. Gostei do desenvolvimento da história, o romance foi surgindo aos poucos, até porque a Júlia foi a que mais passou por mudanças, já que era uma garota reserva, não se divertia muito, foi bom ler a mudança dela. Júlia era uma personagem sensível e forte.
Bom a resenha não ficou aquelas maravilhas, pois fiquei enrolando para escrever a resenha, já li o segundo então em breve também terá resenha dele por aqui.

"Eu aprendi a reprimir tanto os meus sentimentos quando eu era criança, que agora tenho dificuldades até para chorar... Mas adorei ver os meus pais, eles eram tão felizes, tão apaixonados. E eu quero isso para mim, esse tipo de amor."
"E se eu não fosse comprometida, nem tivesse um namorado, acho que seria capaz de beijá-lo de novo. Eu, que sempre fui a beijada (pelo menos no primeiro beijo), exceto por uma única vez (com ele!), seria capaz de tomar novamente a iniciativa. Agora sem o álcool para pôr a culpa." 
"Por um momento, eu não consegui falar, me sentindo um pouco atordoada. Era como se eu o Anderson estivéssemos fazendo algo errado, embora não tivéssemos feito nada que pudesse ser considerado uma traição. Nada na prática, pelo menos, ou sim? E será que pensamentos devem ser levados em conta?" 

Música | Playlist da Semana #151:


Hey pessoal, antes tarde do que nunca, só para não faltar a playlist de hoje. Estava estressada mais cedo, fui no salão a cabeleireira erro a cor da minha tinta e agora ficou em uma cor que odiei, espera desbota para passar outra tinta por cima agora.

Quotes da Semana:

Hey pessoal, aproveitando que hoje não teve aula, para postar algo. Fiquei com preguiça de escrever resenha e olha que estou com algumas para escrever.

"Nem sempre é possível escolher o papel que vamos desempenhar na vida, mas, independente do que se faça, que seja da melhor forma possível. " ( Garoto 21 - Matthew Quick)
" A verdade é que muitas coisas aconteceram comigo, coisas boas e ruins. Eu precisaria de muitas palavras para explicar, mais palavras que sou capaz de dizer." ( Garoto 21 - Matthew Quick)
“Quando ficamos tentando ser superiores a outra pessoa é porque já descobrimos que não valemos nada e tentamos a todo custo pisar no outro, mesmo que seja com desprezo, porque isso dá uma ligeira paz em nossa cegueira de superioridade.”(Tratado dos Párias (Príncipe Caçador #1) - Isabela Allmeida) 
 " Aprendi que ser corajosa significa sentir medo o tempo todo. A coragem não nos domina, ele luta e enfrenta as dificuldades por meio das palavras e das atitudes que você toma." ( Imperfeitos (Flawed #1) - Cecelia Ahern)
 "Se nunca comete nenhum erro, jamais será uma pessoa sábia." (Imperfeitos (Flawed #1) - Cecelia Ahern)




Divulgação | Financiamento coletivo - Denise Flaibam


Sinopse do primeiro livro: O mundo acabou como uma tempestade. Primeiro houve o caos, e então o silêncio. A Morte se espalhou pelas ruas de todo o mundo. Morte, porque ela tomou a humanidade para si. O silêncio do fim foi substituído por uma orquestra de sons grotescos, pelo arrastar lento e caótico de corpos moribundos; pelos sons do medo.  O que antes regia a sociedade não existe mais. Tudo foi deixado para trás.  Viva ou morra. Lute ou morra. Mate ou morra.  Dylan ouviu falar sobre um lugar seguro. Lá, ela e Max podem ter uma nova chance. O garotinho de quem ainda está cuidando, mesmo quando tudo acabou, é o seu gatilho para seguir em frente. Se não existe esperança, para que lutar?  As fronteiras artificias que marcam o fim do mundo trilham perigos e incertezas para aqueles que escolheram viver, e uma assustadora pergunta passará a comandar todos os movimentos dos que ainda resistem: até onde você irá para sobreviver?

O Financiamento:
Esta campanha nasceu para que a edição física da duologia possa chegar até os leitores. As Coisas que Perdemos e As Coisas que Encontramos serão impressos nas capas originais (com arte finalizada da própria Mirella Santana) e brindes exclusivos para todos os apoiadores. Além, é claro, de autógrafos e dedicatória em cada exemplar!





Resenha | a secretária do CEO - Jariane Ribeiro:

Título: a secretária do CEO 
Autora: Jariane Ribeiro
Página: 79
Nota: 4,5
Skoob: Link

Sinopse: Brooklyn é uma mulher azarada, não apenas porque todos os seus relacionamentos dão errado e ela se envolve com os piores tipos, mas sim por colecionar demissões e ter desistido do seu maior sonho. Tentando não desmoronar, ela aceita o emprego como secretária de um importante CEO.
Mesmo sabendo que não tem vocação alguma para o cargo, Brooklyn se torna a secretária perfeita, mas uma convicção sem sentido, somada a uma paixão secreta, pode colocar tudo a perder. Em seu novo conto, Jariane Ribeiro traz o clichê de um CEO, mas de uma forma que você nunca viu.

PODE CONTER SPOILER 
Opinião:
a secretário e o CEO é uma história bem rapidinha de se ler, apenas com 79 páginas, sim o nome é clichê, mas não julguem a história antes de ler. É muito mais do que uma secretária que se apaixona por seu chefe, é uma história primeiramente de amizade entre os protagonistas, amigos que se conhecem a vida toda, que são confidentes um do outro. 
A história não mostra aquele amor/atração instantânea e sim uma amizade construída no decorrer dos anos, um compartilhamento de experiências. Brookly perdeu a mãe cedo, foi criada praticamente por homens, seu melhor amigo tornou-se seu maior confidente, Dave era quem mais conhecia Brookly, sabia quando ela precisava apenas de um chocolate e ficar deita em sua cama.
Acompanhamos inicialmente os personagens em algumas fases de sua vida, da pré adolescência, faculdade,  trabalhando com o seu melhor amigo.
Brookly tinha um sonho e não era ser secretária, mas algo aconteceu e o sonho se perdeu, ela concluiu a faculdade, mas o que ela realmente queria não aconteceu, mesmo formada ela não procurava empregos em sua área e quando conseguia acaba ficando pouco tempo nesses empregos, o que a desmotivava ainda mais, pelo menos conseguiu uma certa instabilidade na empresa de Dave.
Dave é um fofo, sempre está lá para apoia-lá, sempre preocupado, queria um desses na minha vida, o relacionamento vai surgindo naturalmente até eles criarem coragem de revelarem seus sentimentos.
A história é envolvente e bem gostosinha de se ler, ótimo para intercalar com uma leitura mais pesada, a escrita da Jariane é envolvente, já li outros histórias dela e gostei bastante.  Recomendo a leitura, sim a história possui seus clichês além do título, mas como falei anteriormente é mais que isso, até porque clichês bem escritos sempre valem uma leitura. Gosto quando a história mostra a amizade dos protagonistas, além do romance.

"Seco o rosto com as costas da mão e observo os créditos do filme surgirem. A vida não é um filme, nem todo mundo tem tanta chance assim."
"— Talvez eu tenha uma queda por caras que não prestam, mas que têm braços fortes e tanquinho semelhante a pãezinhos fofinhos." 
"Dave me segura em seus braços e eu o abraço, escondendo o rosto em seu pescoço e respirando o cheiro familiar do seu perfume. — O que aconteceu, Brooklyn? — ele pergunta e eu consigo identificar a preocupação em sua voz." 

Denise Crivelli, 27 anos, sul-mato-grossense, formada em Publicidade e estudante de Administração, viciada em livros, doramas e séries.

Facebook

Sorteio

Facebook

Busca

Arquivos

Seguidores

Populares

Tecnologia do Blogger.