.

RESENHA | Na ponta dos pés - A.C. Meyer

 

Título: Na ponta dos pés 

Autora: A.C. Meyer

Páginas: 350

Nota: 4/5

A passagem da adolescência para a fase adulta é um marco na vida de todo jovem... e não seria diferente para Amanda Summers, uma garota tímida, inexperiente e repleta de medos e inseguranças provenientes da própria idade e do seu passado. Como a maioria das jovens nessa fase, seus sentimentos são intensos e sua cabeça repleta de dúvidas, temores e sonhos. Em Na ponta dos pés, vamos acompanhar a jornada de crescimento de Mandy: o começo da faculdade, a descoberta do primeiro amor, as relações de amizades e a transição da menina para a mulher. Era para ser o momento mais incrível da sua vida... ela só não imaginava que viria acompanhado do terror do bullying físico e psicológico. Da autora da série After Dark e As garotas, um romance que vai fazer você rir, chorar, se apaixonar e acreditar que o amor de verdade supera tudo. Principalmente a maldade.

Opinião
Mandy é uma jovem tímida que está entrando em uma nova fase de sua vida, mudando de cidade e indo morar com a melhor amiga, onde pode estudar e continuar dançando e nesse novo lugar dois outros amigos seu também começam na mesma faculdade com ela.  A jovem é tímida, fica mais na dela  e nunca namorou, diferente de sua amiga que tem mais facilidade para conversar com garotos e conhecer pessoas novas. 

Em seu primeiro dia de aula ela acaba esbarrando com o Ryan um garoto que é um ano mais velho que ela, além de ser da mesma cidade e terem estudado na mesma escola, ele aparecia na lista de coisas intangíveis para ela e por isso não conseguia nem olhar para ele de tanta vergonha, só que acabou despertando a atenção de Ryan, na verdade ele já era interessado nela desde a escola, mas achava a jovem seria e pensava que não teria chance com ela, só que na faculdade os dois acabaram se aproximando por conta da matéria de literatura em que eles teriam que fazer um trabalho sobre orgulho e preconceito. 

Ryan é o capitão do time de futebol, bonito e que todas as garotas desejam só que ele não é aquele personagem mulherengo como retratados em outros livros, ele se encanta com a Mandy e sabe que com ela precisa ter paciência, mas não se importa com isso porque realmente ama a garota e deixa tudo acontecer em seu tempo, ainda mais porque ela tem dificuldade para se relacionar com outras pessoas, só que o casal tem duas pedras no sapato uma delas é a capitã do time de líder de torcidas que só porque é popular acha que tem que namorar o Ryan e não aceita o relacionamento dele com a Mandy e também tem um amigo da Mandy que é apaixonado por ela, só que ele não age de forma certa e é meio perturbador a forma que persegue ela.

Por conta dessa garota que deseja o Ryan a Mandy começa a sofrer bullying  físico e psicológico, ela começa a sofrer pequenas agressões que vão evoluindo, só que não conta pra ninguém porque a menina vai mexendo com a mente dela e para disfarçar seus machucados Mandy fala que caiu da escada, que tropeçou, sempre inventando uma desculpa para que Ryan e May não percebam o que está acontecendo, além disso a garota precisa lidar com os avanços nem um pouco sutil de um amigo que em sua mente ela tenta justificar que é o jeito dele.

Fazia tempo que estava querendo ler esse e-book, então aproveitei que tem no K.U, primeiramente eu gostei do casal, eles possuem química e  Ryan é um fofo, sempre compreensível com a Mandy tratando ela como uma princesa, dando força para ela se tornar mais confiante e o casal enfrenta os problemas juntos, após alguns acontecimentos Mandy se fecha e afasta o amado e a amiga por uns dias, mas isso não acaba com o relacionamento deles.

Mandy é uma personagem mais sensível, que quando acontece algo acaba se fechando mais ainda e não tem tanta confiança, reflexo do abandono do pai quando era criança, sempre foi mais tímida e de poucos amigos e quando passou a sair com o Ryan começou a se mostrar mais ao mundo e sair da sua bolha, só que os acontecimentos do bullying acabou com essa evolução da personagem, fazendo ela se esconder novamente e a situação das agressões contra ela fica muito critica, a capitã das líderes de torcida é psicopata. 

Eu gostei da leitura, tem um pouco mais de 300 páginas só que li super rápido por conta da escrita fluida, foi a segunda história da autora que eu li, quem sabe futuramente leia mais livros dela. A história mostra a importância de reconhecer pequenos sinais, seja de um amigo obcecado, ao comportamento da pessoa que está passando por problemas, além da importância de denunciar o agressor. 



Entre as prateleiras repletas de livros, a garota passava a maior parte do seu tempo livre perdida na sua imaginação. As páginas dos livros eram seu refúgio favorito, especialmente os romances de época de Jane Austen.

O único momento em que não se permitia sentir vergonha ou constrangimento por estar em destaque, era quando estava dançando. No palco, era como se não fosse Mandy, a garota tímida, mas sim a personagem que estava dando vida.

Sim, estava encantado por aquela garota e, mais do que isso, estava tão balançado por aqueles sentimentos que ela despertava, que sentia como se ela estivesse com seu coração nas mãos, completando um espaço dentro de si que Ryan não sabia que ansiava por ser ocupado.

— Amo. Amo, sim. Quando estamos juntos, sinto que a minha vida está completa. Sei que somos jovens, que estamos juntos há pouco tempo, mas é como se eu tivesse passado a vida inteira procurando por algo, que eu nem sabia o que era, e encontrei na Mandy.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Denise Crivelli, 31 anos, sul-mato-grossense, formada em Publicidade e Administração, viciada em livros, doramas e séries

Facebook

Destaque

TOP 5 | Cinco coisas com que gasto meu dinheiro

Hey pessoal, as vezes me aparece vídeos no instagram desse tipo de mostre as cinco coisas com que gasta seu dinheiro então resolvi trazer is...

Facebook

Caixa de Busca

Seguidores

Arquivos

Posts Populares

Tecnologia do Blogger.