.

Home Office e o Conforto de sua casa

Passamos por um época difícil e ainda estamos vivemos esse problema quando começou a pandemia muitos precisaram trabalhar de casa, eu mesma fiquei 6 (seis) meses em Home Office e ter um cantinho próprio para trabalhar em casa é importante para termos um ambiente confortável onde podemos manter a rotina de trabalho.

Para vocês que tem vontade de possuir um Home Office confortável em casa que tal acessar o site da loja de móveis  Atelier Clássico, lá possui opções sofisticadas de móveis para o seu Home Office, então separei algumas peças para vocês conhecerem.


Escrivaninha: 
No Atelier Clássico é possível encontrar escrivaninhas desde o modelo Clássico como essa da imagem que é chamada de Escrivaninha Papeleira Bengui e tem também modelos mais modernos com pés de ferro, entre essas duas da imagem a que combina mais com o meu ambiente é a Escrivaninha Arco Retangular que é a mais moderna.

Resenha | The Play (Briar U #3) Os Desencontros de Demi e Hunter - Elle Kennedy

 

Título: The Play

Autora: Elle Kennedy

Página: 376

Nota: 4

Skoob: Link

No terceiro spin-off da série Amores Improváveis, Elle Kennedy entrega o que tem de melhor: humor, um romance cativante e personagens viciantes e inesquecíveis. O que eu aprendi depois de as distrações do ano passado terem custado ao meu time de hockey toda a temporada? Não ficar com mais ninguém. Como o novo capitão do time, eu precisei de uma nova filosofia: hockey e faculdade agora, mulheres depois. O que significa que eu, Hunter Davenport, estou oficialmente iniciando o celibato… não importa o quanto isso torne as coisas mais difíceis. Mesmo assim, não há nada no livro de regras que me impeça de ser amigo das mulheres. E eu não vou mentir: minha nova amiga Demi Davis é uma garota legal. É inteligente e gostosa pra caramba, mas o fato de ela ter um namorado elimina a tentação de tocá-la. Exceto que, três meses depois de nos conhecermos, Demi está solteira e buscando carne fresca. E eu sou sua presa. Evitá-la é impossível. Nós fomos colocados para trabalhar em dupla durante o ano todo num projeto da faculdade, mas estou confiante de que posso resistir a ela. Ficar com ela é uma péssima ideia, eu só preciso convencer o meu corpo ― e o meu coração


Opinião:

The Play é o último livro dessa trilogia e temos como protagonista Hunter que apareceu nas histórias anteriores. Com os seus amigos se formando Hunter se tornou o capitão do time de Hóquei e a casa que vive foi dominada por mulheres, já que Summer namorada de Colin, Brenna e a namorada de Mike estão morando na casa com ele. 


Ele resolveu dar um tempo no sexo, depois de tudo o que aconteceu no ano anterior, o que para ele é difícil para controlar, para piorar agora ele faz dupla em uma das matérias com Demi, ela estuda para ser medica, mas faz algumas matérias comuns com outros alunos, a matéria envolve psicologia e ela precisará realizar sessões em que Hunter interpreta um personagem que é avaliado por Demi, porém esses encontros acabam aproximando os dois.


Hunter não se preocupa tanto com os seus sentimentos pela Demi, porque ela tem namorado, só que acontece dela ficar solteira e agora ela quer tentar dormir com outra pessoa que não seja seu ex-namorado da vida toda e Hunter tenta ajudar ela a conseguir encontros, mas nunca da muito certo e agora ela colocou na cabeça que quer ficar com Hunter.


Os dois são um bom casal e eu gostei bastante deles, podemos ver um outro lado do Hunter nessa história, porque o seu lado revoltado no primeiro livro me irritou, apesar de perceber nesse que ele não lida muito bem com os seus sentimentos, por tudo que passou com sua família por conta de seu pai.

Já Demi não quer ser médica, ela deseja trabalhar na área de psicologia só que não tem coragem de contar ao seu pai, pois ele sempre sonhou com a filha trabalhando na mesma profissão que ele e para piorar o homem fica insistindo em aproximar a filha do ex-namorado, dando mais valor as intensões dele do que as coisas que Demi contou. O casal principal tem bastante química, o que ajuda com a escrita envolvente da autora .


Teve personagens paralelos que mesmo aparecendo um pouco chamou minha atenção e eu queria muito um conto desses personagens que são Mike e sua namorada que vivem brigando, e os amigos vendo esse casal doido se resolverem.


Enfim terminei essa trilogia, que li toda em uma semana no formato em e-book, porém a , eu já tinha lido os e-books da série amores improváveis, mas não resenhei  por aqui e vi que dessa primeira tem um 5 livro que são com contos, quem sabe eu leia.


Fiz uma promessa por mim e por meu time, embora nenhum deles tenha me pedido para fazê-la e que todos pensem que sou louco por tentar a abstinência. Matt afirmou claramente que não acredita que o fato de eu deixar de lado meus impulsos sexuais vai ter algum impacto em nossos jogos de hóquei. Mas eu acho que sim, e para mim é uma questão de princípio.

Evitar a tentação é a única maneira de manter minha cabeça no jogo. 

Me prometa que isso nunca vai mudar." "O que nunca vai mudar?" "Que você nunca vai querer dormir comigo", diz ele dramaticamente. A pura arrogância... Solto um suspiro e estendo a mão para acariciar seu braço estupidamente musculoso. "Eu prometo que nunca vou querer dormir com você, Hunter. 

Música | Playlist da Semana #259



 Hey pessoal, novamente a playlist saindo mais tarde aqui, é que eu fico enrolando o dia interior para postar, pois depois que volto da manicure me da uma preguiça.




Resenha | The Risk (Briar U #2) O Dilema de Brenna e Jake - Elle Kennedy

 

Título: The Risk

Autora: Elle Kennedy

Páginas: 384

Nota: 4

Skoob: Link

Todo mundo diz que eu sou uma garota má. Deve ser porque faço o que bem entendo e não estou nem aí para o que os outros pensam de mim. Apesar disso, dormir com o inimigo não faz meu tipo. Como filha do técnico de hóquei da Briar, minha vida estaria arruinada se eu me relacionasse com um jogador de um time rival. E essa é a definição de Jake Connelly. Estrela e capitão do time de Harvard, ele é arrogante, irritante e atraente demais pra ser verdade. E o pior é que eu preciso que ele tope fingir ser meu namorado para que eu consiga meu tão sonhado estágio na HockeyNet. Mas é claro que aquele gostoso idiota não vai facilitar: para cada encontro falso… ele quer um pra valer. O que significa que estou em apuros. Isso de ficar saindo às escondidas com Jake Connelly não tem como dar certo. Embora esteja cada vez mais difícil resistir ao desejo e ao sorriso de Jake, me recuso a me apaixonar por ele. Esse é o único risco que eu não vou correr.

Opinião:

Brenna é filha do Treinador do time de Hockey da Universidade Briar e também é melhor amiga de Summer. Brenna adora assistir os jogos de Hóquei e sempre procura defender o time da sua universidade e não gosta muito das outras, porém acaba indo para uma festa do time rival onde conhece Jake Connelly capitão do time de Harvard que não vai muito com a cara dele e também conhece outros jogadores e inclusive fica com um deles.


Brenna adora esportes e quer conseguir estágio em uma renomada plataforma de esportes, porém a pessoa que foi responsável pela entrevista machista e não gosta muito que mulheres trabalhem como Jornalista esportiva, o entrevistador é fã de esportes universitários pincipalmente Hóquei e ele adora o jogador Jake Connelly, então Brenna acaba inventando uma pequena mentira e fala que Jake é seu namorado e o entrevistador convida os dois para um jantar.


Sem ter muita opção Brenna pede para Jake ser seu namorado de mentira, ele até aceita porém em troca quer um encontro de verdade com ela.  Os dois possuem muita química e começam a passar muito tempo junto, porém Brenna sente que está traindo seus amigos e Jake seus amigos.


Adorei a leitura de The Risk, Brena é uma personagem forte que gosta de mostrar o que não é por  fora, e ficamos sabendo de um segredo dela do que aconteceu na adolescência, fora o ex-namorado problemático que fica aparecendo em sua vida pedindo ajuda. Jake também me conquistou, porque ele é lindo pelas descrições e divertido.


Na história como falei anteriormente fala de temas importantes só que são são aprofundados, como o machismo, Brenna quer trabalhar em uma empresa renomada, só que o ambiente é tóxico, tratam as mulheres como se não fossem nada, o entrevistador dela quando ele aparecia dava vontade de jogar água na cara dele, homem insuportável. Também fala sobre gravidez na adolescência e como as drogas podem acabar com o futuro de um jovem.   


Além do casal de protagonistas, personagens dos livros anteriores aparecem, como  a Summer, Mike, Colin, Hunter e também tem a participação de alguns jogadores do time do Jake.

Bom a história é rápida assim como o do livro anterior, eu adorei esse casal e esse permanece na posição de segundo, na minha preferência e em breve posto a resenha do último livro dessa trilogia.


Jake é imprevisível demais. Nunca sei o que está pensando, o que vai dizer ou fazer em seguida, e isso para mim é inaceitável. Como uma pessoa pode se proteger se não entende totalmente as motivações da outra? 

Esse tipo de cara é o motivo pelo qual as mulheres ainda enfrentam inúmeros obstáculos para trabalhar com jornalismo esportivo. É um mercado machista, e ainda não há muitas mulheres estabelecidas nele. E não é por falta de talento - é por causa de homens assim, que acham que não pertencemos ao mundo do esporte. 

Um beijo pode fazer com que me apaixone por alguém. Eu sei porque já aconteceu. E é por isso que às vezes beijos me assustam.

 

Denise Crivelli, 30 anos, sul-mato-grossense, formada em Publicidade e Administração, viciada em livros, doramas e séries

Facebook

Destaque

Home Office e o Conforto de sua casa

Passamos por um época difícil e ainda estamos vivemos esse problema quando começou a pandemia muitos precisaram trabalhar de casa, eu mesma ...

Facebook

Caixa de Busca

Seguidores

Arquivos

Posts Populares

Tecnologia do Blogger.

Parceria

Parceria