11 de dezembro de 2018

Divulgação | Coração Leal - Watchers of Chaos M.C. vol. #1 - Layla Casanova & Anelise Santini:

Hey pessoal, novidades a respeito de duas autoras Nacionais, que é o lançamento do e-book  Coração Leal, que estará disponível no amazon a partir do dia 15/12/2018. A Layla que é uma das autoras sempre aparece por aqui nas resenhas que posto ou em alguma tag.



Sinopse: Sinopse: Essa não é uma história sobre bons moços. Na cidade de Lafuente, a lei e a justiça batem de frente com a vingança e a anarquia do moto clube Watchers of Chaos. Um grupo de motoqueiros cruéis, fora-da-lei e extremamente sexy, os Watchers comandam as ruas sem medo. Dominic Archer é um deles. Para o filho mais velho do antigo Vice-Presidente do clube, o “Watchers of Chaos M.C.” é um legado de família. Lealdade ao que o clube representa é tudo que Dominic conhece. Pelo menos até Cordelia despedaçar seu mundo com três simples palavras: eu amo você. Agora, ele não consegue parar de pensar na garota com a qual cresceu – como seria beijá-la? Como seria tocá-la? Como seria entregar-se a esse sentimento? – mesmo quando o clube passa a sofrer ataques de gangues rivais. Cordelia Beckett é a veterinária da cidade, apaixonada por animais maltratados e por Dominic Archer desde que consegue se lembrar. Ainda criança, foi salva do pai abusivo pelos Watchers e, desde então, o Presidente do clube a tem como filha. O que a torna território proibido para todo mundo. Cordelia sabe que sua realidade jamais deve colidir com a ilegalidade e violência do M.C., mas sua paixão em Dominic só fez crescer desde que ela voltou para a cidade. Agora, não consegue mais controlá-la. Enquanto os ataques ao clube crescem e ficam mais perigosos, ameaçando arrastar Cordelia diretamente para o caos, a atração entre os dois se torna explosiva, dividindo as escolhas de Dominic: manter-se leal ao clube ou ignorar as regras a se entregar ao amor?

CURIOSIDADES & PLAYLIST

  • O livro foi escrito em apenas 19 dias de um longo "vai e vem".
  • Inspirado nas séries favoritas da Anelise: Sons of Anarchy e Mayans MC.
  • A série é composta por livros independentes. Embora suas histórias estejam interligadas pelo background em comum (o MC), cada livro terá uma protagonista diferente.
  • Mas algumas vezes a Layla fugiu para uma playlist de Taylor Swift, e foi assim que surgiu a frase da Cordelia "Você sabe porque eu comprei esse vestido?", uma homenagem a música preferida dela, "Dress".
  • A personagem de Dominic surgiu quando conhecemos a lenda cherokee sobre os dois lobos que habitam os seres humanos, um bom e ou mau. Por isso ele tem as tatuagens de lobo e, também, a ideia relativa do que é bom e o que é mau segue por toda a série.
  • Cordelia cozinha nos períodos de insônia porque a Layla adora cozinhar e precisava de uma personagem que adorasse também.
  • É o primeiro livro da Anelise, e o primeiro que ela e a Layla escrevem em parceria (mas bem longe de ser o último!)
  • A maior inspiração foi a playlist que montamos com base no clima do livro, na personalidade dos protagonistas e do romance. E colocamos ela no spotify para vocês conhecerem também.  https://open.spotify.com/playlist/1kyUZ0HpGBScFA12zKIVBQ


10 de dezembro de 2018

Resenha | Um beijo de verão (O Livro da Minha Vida #0,5) - Letícia Kartalian:

Título: Um beijo de verão (O Livro da Minha Vida #0,5) 
Autora: Letícia Kartalian
Páginas: 20
Nota: 5/5
Skoob: Link

Sinopse:  Litoral.
Praia, piscina, muito sol e calor.
E romance, por que não?
Pandora está reflexiva. Um reencontro faz com que ela repense alguns aspectos de sua vida e ele é um deles.
Victor sempre esteve lá. Em todas as suas lembranças, sua imagem estava refletida, meio escondida, espreitando pelas sombras. O melhor amigo do seu melhor amigo.
Por que mesmo ela nunca assumiu o que sentia?
Um beijo de verão é um conto meio spin-off, meio prequel de O Livro da Minha Vida. Ambas as histórias se passam em Santos, no litoral de São Paulo.
Opinião:
 Um conto de poucas páginas que deixa um gostinho de quero mais, leve, fofo e envolvente, além disso queria mais do casal, pois em poucas páginas foi o suficiente para shippar eles. Em um beijo de Verão,  Pandora está aproveitando o verão com os seus melhores amigos e mesmo que cada um esteja ocupada cuidando da família, dos negócios eles sempre arrumam um tempo para se encontrar.
Ele se passa em apenas um dia e a protagonista está perdida em seus pensamentos, pensando como as coisas costumavam ser no passado, alternando com o presente, além dos sentimentos que ela teve por um dos seus amigos.
A história se passa em dois ambientes na praia e na casa de pandora, onde pode se dizer que ela tem uma conversa meio decisiva a respeito dos sentimentos entre ela e Victor. As histórias da autora são sempre tão envolventes, e quando se trata de contos como disse antes fica aquele gostinho de quero mais. Enfim uma boa leitura para o fim de noite. A resenha ficou curtinha porque o conto só tem vinte páginas.

"agora. E, na verdade, só recentemente eu percebi que cresci. Que eu evoluí. E que, se eu pudesse voltar no tempo, provavelmente viveria tudo de novo pra chegar até aqui, alterando um gesto ali e outro acolá."
"Como acreditar ser uma pessoa, hoje, com tantos arrependimentos de um tempo que já passou?" 
"—Às vezes, fazemos coisas que achamos certo num momento, mantemos um segredo pelo bem de algo que consideramos maior e que, só no futuro, finalmente nos sentimos mais confortáveis ou mais maduros ou mesmo mais livres em nos abrir. Deixar ir ou permitir que aconteça."

8 de dezembro de 2018

Música | Playlist da Semana #138:

Hey pessoal, hoje é dia de playlist, enrolei para postar hoje, estou mega cansada hoje. Espero que gostem das escolhas das músicas.


7 de dezembro de 2018

Quotes da Semana:

Estava dando uma olhada no meu tumblr que não att lá faz anos, ai vi essas frases e resolvi postar por aqui, espero que gostem.

"Eu pensava que as pessoas só se perdiam quando tentavam ir a algum lugar, e eu pensava que a vida das pessoas só era difícil, porque elas estabelecem objetivos. Mas ficar no mesmo lugar por muito tempo faz você perder o seu caminho também, é o que parece. (Dorama - Age Of Youth)"
"(…) talvez algumas pessoas pensem que vestir um figurino signifique que você está tentando esconder sua verdadeira identidade, mas eu penso que um figurino é mais verdadeiro que uma roupa normal jamais poderia ser. Ele realmente diz algo sobre a pessoa que o veste. Eu conhecia aquela Lola, pois ela expressava suas vontades, desejos, sonhos para toda a cidade ver. Para eu ver. (Lola e o garoto da casa ao lado  -  Stephanie Perkins )
“…as palavras têm um poder maior do que qualquer dom. Elas são capazes de mudar o mundo, mudar uma pessoa… dependendo de como forem interpretadas, podem causar a paz. Ou uma tragédia. Uma vez que a palavra está escrita em um papel, ela é eterna. (Versos Sombrios - Bianca Carvalho )
"Pessoas são previsíveis e impulsiveis ao mesmo tempo: parece que, sempre que você deseja que alguém o surpreenda, a pessoa continua a mesma; e aquelas que pareciam legais estragam tudo de uma forma ou de outra. As pessoas geralmente tomam decisões idiota, mas é pior que isso: elas têm razões idiotas para essas decisões; porque elas estavam em cacos e foram forçadas a se reerguer, para ser de um jeito que provavelmente nunca pretendem ser. ( O nome em seu pulso - Helen Hiorns)"
"As mulheres podem suportar o pior tipo de dor. Você vai aprender isso um dia.(Se eu ficar - Gayle Forman)

6 de dezembro de 2018

TOP 5 | Os piores livros que já lí

Hey pessoal, estava olhando os livros no skoob e por isso surgiu essa ideia, ao ver as notas que dei para esses livros. Gente eu não vou comentar sobre eles, já faz tempo que li e são histórias que não gostaria de reler, algumas foram leituras bem difíceis como eu creio em mim, mas como foi um livro que ganhei eu não desisti e li, mas levei 3 meses para terminar ele.


Ratos - Gordon Reece
Sinopse: Shelley e a mãe foram maltratadas a vida inteira. Elas têm consciência disso, mas não sabem reagir — são como ratos, estão sempre entocadas e coagidas. Shelley, vítima de um longo período de bullying que culminou em um violento atentado, não frequenta a escola. Esteve perto da morte, e as cicatrizes em seu rosto a lembram disso. Ainda se refazendo do ataque e se recuperando do humilhante divórcio dos pais, ela e a mãe vivem refugiadas em um chalé afastado da cidade. Confiantes de que o pesadelo acabou elas enfim se sentem confortáveis, entre livros, instrumentos musicais e canecas de chocolate quente junto à lareira. Mas, na noite em que Shelley completa dezesseis anos, um estranho invade a tranquilidade das duas e um sentimento é despertado na menina. Os acontecimentos que se seguem instauram o caos em tudo o que pensam e sentem em relação a elas mesmas e ao mundo que sempre as castigou. Até mesmo os ratos têm um limite.