TOP 5 | Capas que me remetem a Primavera:

Hey pessoal, hoje tinha tanta coisa para fazer a tarde, mas acabei dormindo, fazer o que, agora to me matando aqui para achar artigos e livros que fala o que eu preciso sobre consumidor para o referencial teórico do meu TCC.  Hoje resolvi aparecer aqui com um top 5, selecionei capas que me lembram a primavera, sejam pelas flores, pelas cores, mas quando eu vejo me remetem a primavera e olha que nem lembro em que estação do ano se passam, vai ter outros 3 tópicos 5 desse estilo com Verão, outono e inverno, pois não estou tendo tempo de escrever poster mais elaborados. 

Sinopse: Era uma vez uma princesa... Você já deve ter ouvido essa introdução algumas vezes, nas histórias que amava quando criança. Mas essa princesa sou eu. Quer dizer, é assim que eu fiquei conhecida. Só que minha vida não é nada romântica como são os contos de fada. Muito pelo contrário. Reinos distantes? Linhagem real? Sequestro? Uma bruxa vingativa? Para mim isso tudo só existia nos livros. Meu cotidiano era normal. Tá, quase normal. Vivia com meus (superprotetores) tios, era boa aluna, tinha grandes amigas. Até que de uma hora pra outra, tudo mudou.  Imagina acordar um dia e descobrir que o mundo que você achava que era real, nada mais é do que um sonho. E se todas as pessoas que você conheceu na vida simplesmente fossem uma invenção e, ao despertar, percebesse que não sabe onde mora, que nunca viu quem está do seu lado, e, especialmente, que não tem a menor ideia de onde foi parar o amor da sua vida. Se alguma vez passar por isso, saiba que você não é a única. Eu não conheço a sua história, mas a minha é mais ou menos assim...

 Sinopse: “Minha mãe nunca ficou sabendo de uma coisa, algo que ela reprovaria radicalmente: eu observava os Garrett. O tempo todo.” Os Garrett são tudo que os Reed não são. Barulhentos, caóticos e afetuosos. São de verdade. E, todos os dias, de seu cantinho no telhado, Samantha sonha ser uma deles, ser da família. Até que, numa noite de verão, Jase Garrett vai até lá e... Quanto mais os adolescentes se aproximam, mais real esse amor genuíno vai se tornando. Contudo, precisam aprender a lidar com as estranhezas e maravilhas do primeiro amor. A família de Jase acolhe Samantha, apesar dela ter que esconder o namorado da própria mãe. Até que algo terrível acontece, o mundo de Samantha desmorona e ela é repentinamente forçada a tomar uma decisão quase impossível, porém definitiva. A qual família recorrer? Ou, quem sabe, Sam já é madura o bastante para assumir suas próprias escolhas? Será que está pronta para abraçar a vida e encarar desafios? Quem você estaria disposto a sacrificar pela coisa certa a se fazer? O que você estaria disposto a sacrificar pela verdade?

Música | Playlist da Semana #156



Hey pessoal, essa semana sumi daqui, mas estava corrido, to aqui tentando escrever uma resenha pro blog, uma resenha pro professor e morrendo de preguiça, ultimamente ando tão cansada que to desanimada para tudo, falando nisso acho que to em uma ressaca literário pego livro para ler e não conseguo prosseguir já fiz isso 3 vezes. Bom espero conseguir ao menos escrever 3 poste para o blog essa semana, nem fiz reunião do tcc hoje só que vou ter que escrever algumas coisas, não posso ficar tanto tempo parada. 

Resultado | Paixão sem Limites e Tentação sem Limites:

Hey pessoal, demorei mais aqui está o resultado do sorteio do desapego dos livros Paixão sem Limites e Tentação sem Limites.
O ganhador terá até 48 horas para responder com os dados para o envio e eu enviarei em até 60 dias, pois como eu não tenho muito tempo, eu dependo de terceiros para ir ao correio.
Enfim segue o ganhador:


Música | Playlist da Semana #155:

Hey pessoal, só consegui postar agora, hoje/sábado era para ter estudado para prova meio por fim, fui no mercado fazer compra com a minha mãe e demorei uma eternidade, depois agora noite fui tirar tudo do guarda roupa , já que comprei um novo e não tinha percebido quanta coisa eu tinha, agora até minha estante de livros ta com colares pendurados por todo lado, para não correr o risco deles enrolarem. 

Quotes da Semana - Carina Rissi:

Hey pessoal, aquela pessoal, essa semana queria ter escrito duas resenhas, mas só deu para escrever uma, preciso de um feriado de novo ou férias e olha que as férias do meu serviço já venceu, mas só vou tirar em setembro, está muito corrido aqui, ainda mais pelo TCC, mas não vou abandonar aqui, só que como devem ter percebido a frequência de postagem diminuiu.

 “Enquanto você não parar de mentir para si mesma, só vai conseguir confusão.” (No Mundo da Luna - Carina Rissi)
 "A magia existe sim, só que está nos olhos de quem vê." (No Mundo da Luna - Carina Rissi)
 “(...). É ruim quando você não vai para o mesmo lugar que eu, e sou obrigada a enfrentar o ônibus. Deslumbrada, vi seus lábios se esticarem e se curvarem num sorriso sobre os dentes perfeitos, os olhos brilhando feito caleidoscópios, fazendo meu pulso acelerar. - Então não vá pra longe de mim, Alicia.” (Procura-se um marido - Carina Rissi) 
 “Imagine que todas as pessoas tem sua outra metade e, que algumas vezes, passam por elas sem nem notar. Outras pessoas são mais atentas e as notam e tem a chance de escolher, de ser feliz por toda vida. Acontece que ocorreu um pequeno erro e você não teve esta chance. Sua metade não vivia no mesmo presente que você.” (Perdida - Carina Rissi)
"Abracei-o mais forte, querendo que o tempo parasse, que a vida não seguisse em frente, que nossa dança nunca terminasse." (Carina Rissi - Perdida) 
"Eu nunca me socializei com facilidade, nunca fui capaz de conversar com pessoas que não conheço, como vejo os outros fazerem. Passei pela escola sem deixar saudade em ninguém, tenho certeza. Exceto, talvez nos professores. A questão é que as pessoas, uma hora ou outra, acabam te decepcionando. Era por isso que relacionamentos, de qualquer gênero, eram tão complicados para mim. Você conta com alguém, ama esse alguém, ama esse alguém de todo coração, e ele vai embora sem aviso. Aprendi isso muito cedo, e evitava a todo custo me relacionar. Doía demais quando as pessoas iam embora." (Mentira Perfeita - Carina Rissi)
“Desistir nem sempre é perder. Muitas vezes abandonar o que não está funcionando é a única maneira de ter a chance de um recomeço.” (Quando a noite cai - Carina Rissi)

Denise Crivelli, 27 anos, sul-mato-grossense, formada em Publicidade e estudante de Administração, viciada em livros, doramas e séries.

Facebook

Sorteio

Facebook

Busca

Arquivos

Seguidores

Populares

Tecnologia do Blogger.