Resenha | A grana - Cynthia D'Aprix Sweeney

Título: A Grana
Autora: Cynthia D'Aprix Sweeney
Páginas: 336
Nota: 2/5
Skoob: Link

Sinopse: Um romance engraçado e perspicaz sobre quatro irmãos adultos e o destino do dinheiro que moldou a vida e as escolhas de toda a família Leo Plumb estava bêbado e drogado quando fugiu sorrateiramente da festa de casamento do primo, levando uma das garçonetes a tiracolo. No calor do momento, dirigindo para longe dali, os dois sofrem um acidente de carro com graves consequências. Para fazer com que seus problemas desaparecessem, Leo precisou usar o dinheiro de uma conta da família, um dinheiro sagrado: o pé-de-meia que garantiria o futuro dos irmãos Plumb. Ansiosos para receberem sua parte e horrorizados ao descobrirem que a mãe permitiu que Leo torrasse aquela grana, eles marcam um encontro para deliberar quando e como o dinheiro será restituído. Melody, esposa e mãe de gêmeas adolescentes que mora num subúrbio luxuoso, tem uma hipoteca cara e duas mensalidades universitárias se aproximando no horizonte. Jack, um vendedor de antiguidades, escondeu do marido que, para sustentar seu negócio, empenhou uma das propriedades do casal. E Bea, que já foi considerada uma promessa da cena literária, não consegue mais escrever. Reunidos novamente, como nunca estiveram, os irmãos terão que superar antigos ressentimentos e as escolhas erradas que fizeram na vida. Uma análise inteligente e afetuosa de como a expectativa desempenha um papel central em nossas vidas, A grana tem o ingrediente mais explosivo de qualquer boa briga de família: dinheiro.
Opinião:
A Grana confesso que foi um livro que comprei pela capa e pelo preço, já que paguei 9.90 nele, porém não foi uma boa leitura, lutei e consegui chegar ao final dessa história. 
Esse livro conta a história dos irmão Plumb que contavam em receber um pé de meia do falecido pai e faltava pouco para isso, mas o irmão mais velho se mete em uma enrascada e a mãe deles utiliza desse dinheiro para salvar a pele do irmão sem consultar os outros e pedir a permissão para uso, já que dois deles precisavam muito desse dinheiro.
Apesar de envolver a família Plumb o que mais se tem é a contante presença de Leo Plumb o irmão mais velho, que antes tinha muito dinheiro e agora não tem mais nada. Ele se envolveu um acidente ao sair de uma festa para pular a cerca e trair sua mulher, apesar de ser algo ruim o que Leo causo, pelo menos serviu para unir alguns dos irmãos que mantinham distância.

Leo é o personagem central da história e o que mais odiei, primeiramente ele era um homem de mais de quarenta anos agindo como um adolescente fútil e que não assume suas responsabilidades, ele consegue seduzir qualquer um com o seu charme, o que faz sair por cima dos outros, mesmo que machuque aqueles que realmente se importam , até porque ele mesmo não se importa com ninguém e só pensa em si mesmo, não da valor aos seus irmãos e nem para Stephane que ele mantem um relacionamento. Para Leo o amor de sua vida é o dinheiro, claramente um personagem descartável.
Melody é a que mais sonha com o dinheiro, pois é uma chance de tirar a casa da venda e mandar as filhas para uma faculdade particular, ela é até um pouco irritante, mas ela quer ser uma boa mãe, algo que sua mãe nunca foi para ela e seus irmãos, por isso se preocupa com a sua família, as vezes acaba sendo um pouco extrema na forma de agir, ela tem duas filhas gêmeas que também possuem algum destaque na história.

Música | Playlist da Semana #164

Hey pessoal, mais um nova playlist por aqui e estou feliz porque agora estou oficialmente de férias da faculdade, só vou precisar monitorar minha pesquisa do tcc quando for ao ar e no próximo semestre terei só uma matéria, ou seja, vou conseguir me dedicar melhor ao blog a noite.

Resenha | O Highlander nas Sombras - Juliana Dantas

Título: O Highlander nas Sombras
Autora: Juliana Dantas
Páginas: 240
Nota: 3,2
Skoob: Link

Sinopse: O ano é 1307. O rei Edward da Inglaterra está as voltas com o iminente retorno de Robert Bruce, que ameaça a soberania da Inglaterra sobre a Escócia com mais uma revolta, adormecida desde a captura e morte de Willian Wallace. Robert Bruce reclama o trono da Escócia e o direito de ser reconhecido como rei. Obrigado a se esconder pelas florestas escocesas, com poucos homens, esperando a hora de retomar a luta, ele sabe que muitos senhores de terra se uniram a Inglaterra, coagidos por Edward, que tenta manter o poder na Escócia aliando-se a esses chefes escoceses, usando de vários tipos de alianças, como oferecimento de damas inglesas em matrimônio. Lady Katherine Beaufort, filha única do Barão inglês Kinsey Beaufort, é obrigada pelo rei Edward a ir para as Terras Altas se casar com um chefe escocês, em troca, o rei prestará ajuda financeira ao feudo do Barão que se encontra em decadência. Desolada com seu destino, porém conformada que essa é a única maneira de salvar as terras de sua família, Lady Katherine parte para a Escócia. O que ela não espera, é encontrar Kieran MacAlister, um escocês tão atraente quanto sombrio, que vive isolado em seu castelo nas terras altas, envolto em mistério e que, para surpresa de Katherine, não tem a mínima intenção de desposá-la.  Qual será o mistério que cerca o passado do Highlander, que lutou ao lado de Willian Wallace e agora não passa de um homem sombrio e isolado do mundo? E como Katherine poderá convencê-lo a desposá-la e assim, fazer com que o chefe escocês se alie a Edward na luta para manter a Escócia sob o julgo Inglês?

Opinião:
O Highlander foi a primeira história da autora Juliana Dantas que eu li, ela se passa em 1307 onde a protagonista Katherine Beauforte se vê obrigada a sair do seu País  para se casar com um desconhecido, tudo isso por ordem de seu Rei na qual só ajudaria seus pais em questões financeiras caso ela se cassa-se com um possível aliado de outro País. 
Ela vai para Escócia, sem nenhum familiar por perto, hoje terá que viver com um homem amargo e um castelo sem  vida, lá ela conhece a única funcionaria e o dono daquele castelo Kieran que vive nas sombras de sua ex-mulher morta e que não gosta de muitas pessoas. Ele passa mais tempo sofrendo e afastando Katherine do que tentando agrada lá, só que não pode negar que sente atração por sua esposa e o único momento quando que não brigam é quando estão tendo relações, porém ele começa a se preocupar mais com ela e começa a amolecer, já que sua mulher começa a trazer vida ao castelo que vivem e a preencher os espaços vazios. 
Bom na vila que ele vive tem uma "feiticeira" que ajuda na parte da medicina, mas que Kieran odeia, por conta do que aconteceu com sua falecida esposa e só descobrimos toda a história lá pro final, foi algo que envolve manipulação, proteção, ganancia e que acabou prejudicando três pessoas, que eram unidos desde a infância.
A história é envolvente, gostei da escrita da autora, mas não posso negar que teve alguns momentos que me incomodou a forma que Kieran tratou sua Mulher, pois não queria se envolver emocionalmente, não odiei ele, mas também não amei, porém consegui entender a sua personalidade depois que toda a história do que aconteceu em seu passado foi revelado, porém isso não me fez esquecer a forma que tratou a sua esposa.
Gostei da ambientação da história, e que a Katherine foi impondo sua presença no Castelo, dando seu toque e trazendo mais  vida a sua moradia, bom o Rei é um homem muito mal e ainda tem outro muito pior que acabou com a felicidade do Kieran e estava tentando fazer a mesma coisa novamente.
Gente esse poste está mais para um comentário do que uma resenha, mas eu queria falar um pouco dele aqui, mas faz uns dois meses que li ele e fiquei enrolando para fazer o poste, mas espero que consiga escrever resenhas descentes nos próximos postes. 

"Tinha entregado à ele seu corpo, mas jamais poderia entregar seu coração. Ele era um homem proibido. Um homem que vivia a sombra de um fantasma. Um homem que amava uma mulher morta."
"— Nem sempre a fuga é a melhor solução, senhor — acrescentou no mesmo tom irônico que ele usava com ela." 
"Ele, que se julgara morto por dentro, começou a sentir seu coração bater de novo com um desejo crescente, que fizera com que, pouco a pouco, mesmo contra sua vontade, o desalento que lhe era companheiro fosse desaparecendo, dando lugar a sentimentos que julgara esquecidos." 
 "Um sorriso genuíno. Um sorriso que não estampava há muito tempo."

TOP 5 | Capas com vestidos de noiva

Hey pessoal, fiz esse poste de última hora porque não ia dar para escrever uma resenha, ele vai ser meio que dominado pela Carina Rissi, já que ela adora uma noiva em suas capas. 
Bom to aqui tentando estudar para a prova com preguiça de estudar, e que ao mesmo tempo sabe o conteúdo, mas depois já não sabe mais e se confunde, mas fazer o que né é a vida de um estudante, espero que amanhã no serviço esteja tranquilo para que eu consiga estudar um pouco.
Longe do Paraíso

Sinopse: Mia tinha apenas 17 anos quando foi obrigada a casar com Lukas Constantini para que ele pudesse receber uma herança. Seria um casamento de fachada com duração de cinco anos. Dois atores atuando em seus respectivos papéis, apenas duas assinaturas em um contrato. O que pode acontecer quando sentimentos não programados se tornam grandes demais para serem controlados?
“Eu havia entrado em seu escritório pensando que sabia onde estava me metendo. Não estava aceitando um pedido de casamento, estava selando um contrato. Então ele me deu aquele maldito anel. E sorriu lindamente pra mim, fazendo meu pequeno mundo de certezas e aceitação virar uma bagunça.”



Felizes para Sempre
Sinopse: Em Felizes para sempre, último livro da série Quarteto de Noivas, você vai descobrir que o amor não avisa que está a caminho e, quando chega, vira seu mundo de cabeça para baixo. Parker Brown sabe que subir ao altar é um dos momentos mais extraordinários na vida de um casal. Por isso ela administra a Votos a bem-sucedida empresa de organização de casamentos que fundou com suas três melhores amigas com pulso firme e muita dedicação. Seu dia de trabalho começa cedo às vezes de madrugada, quando alguma noiva ansiosa lhe telefona aos prantos. Mas ela não se importa. Cada vez que ajuda uma mulher a escolher o vestido perfeito para o grande dia ou vê o sorriso nervoso e feliz de um noivo no altar, ela sente que está dando sua contribuição para uma história igual à de seus pais. Porém a rica, linda e inteligente Parker também quer ser feliz no amor. Só que, em vez do intelectual sensível que sempre esteve em seus planos, parece que o destino lhe reservou uma surpresa. Malcolm Kavanaugh é um mecânico de automóveis e ex-dublê de filmes de ação. Amigo do irmão de Parker, ele não tem vergonha de elogiar as belas pernas da moça e, com suas mãos ásperas, faz com que a empresária certinha e controladora simplesmente perca o chão. Agora eles vão descobrir que, mesmo com suas diferenças, podem completar um ao outro. E quem disse que o príncipe encantado não pode chegar numa Harley-Davidson?

Música | Playlist da Semana #163

Hey pessoal, hoje só fiquei na enrolação, demorei um século enrolando para faxinar meu quarto, ia estudar para a prova da matéria de Pesquisa Operacional e terminar de mexer no questionário do TCC, meio por fim não fiz nada que preste, fiquei enrolando com os meus quatro cachorros e depois fui terminar de ler um e-book, agora quero começar a ler a história da Alana.
Bom  como alguma matérias da faculdade já terminou vai ficar mais fácil para postar a noite.

Denise Crivelli, 27 anos, sul-mato-grossense, formada em Publicidade e estudante de Administração, viciada em livros, doramas e séries.

Sorteio

Facebook

Facebook

Busca

Arquivos

Seguidores

Populares

Tecnologia do Blogger.