29 de abril de 2017

Música | Playlist da semana #69:

Hey pessoal, a playlist demorou mais saiu, estava fazendo a unha já que amanha tenho um casamento para ir e gente que frio é esse que está fazendo. Essa semana nem deu animo de postar direito.

27 de abril de 2017

Dorama | Strong Woman Do Bong Soon:

Título:
Episódios: 16
Duração: Comédia, Romance, Ação, Investigação
Gênero: 1h e 10 min
Legenda: Português
País de Origem: Coreia do Sul
Onde Encontrar: Online 

Sinopse: Ela não é uma mulher comum. Do Bong Soon (Park Bo Young) é uma mulher que possui força hercúlea. Ela pode esmagar objetos com as mãos nuas quando os segura com muita força. Embora Bong Soon queira ser uma mulher delicada e elegante pela qual os homens se apaixonam, ela não pode negar sua força sobre-humana. Seu atributo especial permite que ela consiga um emprego como guarda-costas para Ahn Min Hyuk (Park Hyung Sik), o herdeiro chaebol com tendências excêntricas, que dirige uma companhia de jogos. O amigo de infância de Bong Soon, In Gook Doo (Ji Soo), tem uma paixão secreta por ela desde a escola primária. Como ele reagirá quando as coisas começarem a esquentar entre Bong Soon e o chefe louco dela? "Mulher Forte, Do Bong Soon" é uma série de drama sul-coreana de 2017 dirigida por Lee Hyung Min.
Opinião:
Esse dorama é muito legal e com um casal de protagonistas muito fofos, que não dá para shippar com mais ninguém de tão boa que é a química de  Do Bong Soon e Ahn Min Hyuk.
Bom nessa história conhecemos a Do Bong Soon (Park Bo Young) que é uma mulher muito forte, com uma força sobrenatural que passa para todas as mulheres de sua família quando nascem. Ela esconde essa força das pessoas e as únicas que tem conhecimento dessa situação é sua mãe, pai, irmão gêmeo e a melhor amiga. Um dia ajudando uma pessoa o Ahn Min Hyuk (Park Hyung Sik) acaba vendo ela usando sua força e a contrata para ser seu segurança, eles passam a conviver juntos. O  Ahn Min Hyuk  começa a gostar dela, mas a principio Bong Soon só tem olhos para o seu melhor amigo que ela é apaixonada a muito tempo o policial In Gook Doo (Ji Soo),
Paralelo a essa histórias tem um caso policial que a Bong Soon acaba se envolvendo na investigação, de um homen misterioso que sequestra algumas mulheres e chegou a matar outras. 
 Um dorama como ação, romance , engraçado e com muita fofura.

25 de abril de 2017

Primeiras Impressões | Porcelana - Géssica Marques:

Título: Porcelana
Autora: Géssica Marques
Páginas: 220
Skoob:  Link

Sinopse: Nos corações dos habitantes de Centralia, vivem superstições que só poderiam existir em seus mais profundos pesadelos, ou na sombria floresta que cerca toda a cidade, um fato em que todos temem acreditar. Com a proximidade do Rubrum Luna, a cidade fica agitada com seus novos visitantes, que além de turistas, podem acabar fazendo parte do banquete principal. Com planos de assumir seu tão desejado lugar junto a corte dos vampiros, Violet Demons se depara com seu tenebroso passado, fazendo com que suas habilidades mais sombrias e poderosas venham tomar parte de sua personalidade.


Opinião:
 Primeiramente não é um livro voltado para menores de idade, pode se perceber isso nos quatros primeiros capítulos  dessa história. 
Na história conhecemos Violet Demons uma mulher com estilo gótico e ela é uma vampira, que além do sangue suga a vida das pessoas transformando elas em bonecas de porcelanas. Violet é uma mulher perigosa que sabe muito bem o que quer e não vê a hora do Festival Rubrum Luna começar, esse evento é uma tradição da cidade de Centralia e atrai seres bem diferentes.
A história tem um ar sombrio e sensual ao mesmo tempo, mas pude perceber que Violet vai ser uma personagem bem complicada, ela tem uma fiel escudeira chamada Sona que faz tudo que sua chefe pede, mesmo se forem coisas ruins.
Apesar de ter lido somente os 4 primeiros capítulos, fiquei interessada na história e curiosa, pois a história promete alguns mistérios e ver se a personagem Violet vai ser uma personagem que o leitor gostara ou odiara.
Eu já li alguns contos da autora e gostei da escrita dela e nessa ela desenvolveu bem o inicio. 
Bom queria falar mais de Porcelana, mas por enquanto não tenho muito o que dizer, mas vou ler a história e quando isso acontecer trarei uma resenha mais completa para vocês.

"Bonecas de porcelana, estranhas com diferentes tipos de cabelos e roupas, no entanto havia algo de similar entre todas elas, no lugar dos olhos e da boca havia apenas um riscado vermelho, como se a pessoa que as criou ficasse com raiva do resultado e simplesmente riscasse um X enorme onde deveria ficar os olhos e a boca."
"Ele cai ao lado dela completamente cansado, mas ela ainda precisava de algo para conseguir seu precioso gozo: sangue! Violet puxa o rapaz rapidamente mordendo o seu pescoço e sugando seu sangue, sua essência, sua vida."

24 de abril de 2017

Resenha | Algum tipo de amor - Letícia Kartalian:

Título: Algum tipo de amor
Autora: Letícia Kartalian
Páginas: 230
Skoob: Link
Amazon:  Link

Sinopse: Makena Taylor está em ascensão. Com apenas 22 anos e cantando e compondo músicas agitadas que conversam diretamente com o público jovem feminino, ela nunca esteve tão em sintonia com sua mente, corpo, alma e arte. Chuck Plith mantém os dois bem pés bem fincados no chão. Ele só quer fazer música, cantar sobre o amor e ser feliz. Se ele conseguisse ficar menos nervoso antes de cada show também seria bom. A amizade entre os dois tinha tudo para ser improvável, mas aconteceu. O amor pela música os uniu. Mas e quando a forte conexão que existe ultrapassa a barreira do carinho e se transforma em algo mais para um dos dois? Quanto se pode carregar de culpa por não conseguir controlar as batidas do próprio coração? Em Algum tipo de amor, novo romance new adult de Letícia Kartalian, vemos uma forte relação surgir entre versos e notas, entre medos e incertezas, entre a amizade e a paixão. É uma hist                    ória sobre a música com amor e sobre o amor com música, mostrando que quando o coração encontra a sua harmonia perfeita... Já era.

Opinião:
Makena Taylor é uma jovem cantora que conquistou o mundo com sua voz, uma mulher que sofreu muito com as incertezas sobre sua vida, seu corpo. seu álbum de estreia se chama Meu corpo, minhas regras. Um dia ao visitar a gravadora acaba conhecendo Chuck Plith com sua voz encantadora e tocando piano, eles ficam amigos, ambos se aproximam mais quando ele faz a abertura de alguns shows de Makena e logo depois gravam junto, os dois se dão bem e tem muita química , mas os sentimentos deles a respeito um do outro ainda são um pouco confuso, mas há desejo só que o Chuck namora uma cantora chamada Serena e a Makena não quer ser um empecilho nesse relacionamento.
"E eu também cantava sobre o amor. Porque é universal, é um dos motivos pelos quais continuamos vivendo. Alguém sempre vai se identificar com algo que você viveu, ou com o que sonha viver, quando você canta."
Makena é aquela personagem alto estima, que está bem com o seu corpo e se importa com a música, ela esconde seus sentimentos e prefere manter sua relação na amizade. Ela é uma mulher forte, mas que também tem seus momentos tristes e seu irmão é um grande amigo e conselheiro.
Chuck Plith é um músico sensível, mas teve uma parte que ele me fez ficar com um pouco de raiva, entendo que ele estava confuso, mas não precisava fazer aquilo e machucar sua amiga por conta de um desejo, mas ao mesmo tempo torcia por ele.
Bom a história se passa no presente que especificamente no dia dos namorados com os dois assistindo filme na casa de Makena, na qual Chuck está tentando dizer algo e também no passado, dois anos antes mostrando como eles se conheceram e como a amizade foi crescendo e diferentes sentimentos foram surgiam.

22 de abril de 2017

Música | Playlist da semana #68:

Hey pessoal, mais uma playlist. Essa semana quase não postei e prometi um sorteio do desapego que ainda não foi ao ar, fora que estou com outras postagens para escrever, bom pra ser sincera ando com preguiça e comprei um notebook novo e ainda não me adaptei a ele.

20 de abril de 2017

Resenha | O Menino feito de Blocos - Keith Stuart:

Título: O menino feito de blocos
Autor: Keith Stuart
Páginas: 378
Skoob: Link

Sinopse:Uma história sobre um pai e seu filho autista, e sobre um jogo que mudou suas vidas. Alex ama sua família, mas tem dificuldade em se conectar com Sam, o filho autista de oito anos. A tensão crescente da rotina leva seu casamento ao ponto de ruptura. Jody não aguenta mais o marido ausente e que pouco participa da vida do filho. Então Alex vai morar com o melhor amigo, e passa a dormir no colchão inflável mais desconfortável do mundo. Enquanto Alex enfrenta a vida de homem separado, cumpre a função de pai em meio-expediente e é confrontado com segredos de família há muito enterrados, seu filho começa a jogar Minecraft. E o que acontece depois disso é algo que nem Alex, nem Jody, nem Sam poderiam imaginar. Inspirado no relacionamento do autor com seu filho autista, O Menino Feito de Blocos é um livro emocionante, engraçado e verdadeiro sobre o poder da diferença e sobre um menino para lá de especial.
Opinião:
Gente não sei porque demorei tanto para ler esse livro, uma história linda, cheia de aprendizado e ainda podemos ver a mudança dos personagens e a busca de um Pai para melhorar a relação com o seu filho que possui Autismo.
Nesse livro conhecemos a história de Alex, que está com o seu casamento em crise já que ele passa mais tempo trabalhando do que ajudando a dar atenção ao seu filho de oito anos, então sua esposa Jody resolve experimentar uma separação experimental. A vida do Alex já sofreu um baque com essa decisão, mas ele acaba sendo dispensado do serviço que dedicou muitos anos de sua vida que era para ser temporário e se tornou uma carreira.  Ele nunca soube lidar muito bem com o seu filho, principalmente por conta das crises desencadeadas, já que a criança é praticamente uma bomba relógio. 
Apesar de muitas coisas ruins terem acontecido em um curto período, Alex tem a chance de conhecer melhor o seu filho, enquanto Jody volta a trabalhar. A relação de pai e filho muda quando eles se veem envolvidos no mundo de Minecraft.
“Eu não tinha pensado nisso antes, em como o autismo é uma versão amplificada e muito centrada de como todos nos sentimos, das ansiedades que todos temos. A diferença é que o restante de nós esconde sob camadas de negação e de condicionamento social”.
Quando terminei a leitura estava com uma sensação gostosa e também senti orgulho pelo que li na história. Não é um livro triste, mas uma história bonita  de aprendizado, onde temos um pai que apesar de conviver com o seu filho não o conhecia realmente, as conversas não iam além de perguntar como estava na escola e o menino não responder.
Sam é um garoto sensível, solitário e que ninguém consegue entender, quando começa a jogar Minecraft ele vê a chance de ser quem ele quer e sonhar, o jogo é um ambiente onde ele tem o domínio e pode dar as ordens, construir, ou seja, o jogo tornou-se o refugio do  qual ele podia conversar com o seu pai e também onde fez amizades.
É bonito de ver a relação deles mudando, antes Alex dava um jeito de fugir e não cuidar do filho por conta das crises, agora ele se preocupa, entrou de vez no mundo do garoto para conseguir entende-lo. Os dois passaram se divertir juntos, aprendendo a conviver e a realmente se conhecer.
A história também fala de deixar o passado para trás, o Alex perdeu alguém que amava muito e por conta desse trauma, ele não conseguia aproveitar o presente, ele se abriu para a sua família, percebeu seus erros para que pode-se seguir em frente.

Gente essa é uma história sensível, todos deveriam ler e valeu totalmente a pena, fazia dias que não lia um livro que me tocasse desse jeito. Tinha tantas coisas para falar, mas não consegui escrever tudo o que queria. Mas se vocês gostam de leituras desse gênero, vale totalmente a pena.
“Algumas construções são importantes porque são grandes, mas algumas são importantes porque têm lembranças dentro delas.”
"Para Sam, o mundo é uma máquina gigante que precisa funcionar de determinada maneira, com ações previsíveis, para garantir sua segurança."
“Não se aprenda ao passado, meu amado... o futuro é aquilo que você pode mudar ”


19 de abril de 2017

Resenha | The Kiss of Deception (Crônicas de Amor e Ódio #1) - Mary E. Pearson :

Título: The Kiss of Deception 
Autora: Mary E. Pearson 
Páginas: 406
Skoob: Link

Sinopse: Tudo parecia perfeito, um verdadeiro conto de fadas menos para a protagonista dessa história. Morrighan é um reino imerso em tradições, histórias e deveres, e a Primeira Filha da Casa Real, uma garota de 17 anos chamada Lia, decidiu fugir de um casamento arranjado que supostamente selaria a paz entre dois reinos através de uma aliança política. O jovem príncipe escolhido se vê então obrigado a atravessar o continente para encontrá-la a qualquer custo. Mas essa se torna também a missão de um temido assassino. Quem a encontrará primeiro?  Quando se vê refugiada em um pequeno vilarejo distante o lugar perfeito para recomeçar ela procura ser uma pessoa comum, se estabelecendo como garçonete, e escondendo sua vida de realeza. O que Lia não sabe, ao conhecer dois misteriosos rapazes recém-chegados ao vilarejo, é que um deles é o príncipe que fora abandonado e está desesperadamente à sua procura, e o outro, um assassino frio e sedutor enviado para dar um fim à sua breve vida. Lia se encontrará perante traições e segredos que vão desvendar um novo mundo ao seu redor. 
Opinião:
Hey pessoal, faz dias que terminei de ler esse livro, mas fiquei sem saber como escrever essa resenha. Li várias resenhas positivas desse livro o que me deixou curiosa, mas não vou mentir quis ele também por conta dessa capa linda.
Bom na histórias somos apresentados a Lia, uma princesa que está sendo obrigada a se casar com o príncipe de um outro reino por conta de uma aliança, mas ela não quer isso já que acha que irá se casar com um homem asqueroso, então a garota acaba fugindo junto com sua melhor amiga para um pequeno povoando onde começam a trabalhar em uma taverna que pertence a um conhecido de  sua amiga.
Ela leva uma vida sem luxo nesse novo lugar e acaba conhecendo dois caras Kaden e Rafe, um deles é o príncipe e o outro é o assassino, mas a autora não deixa explicito quem é quem, por conta disso me confundi várias vezes.
“(…) A escolha foi feita por mim, respondi. Deste momento em diante, para o bem ou para o mal, esse é o destino com que terei que viver."
A protagonista Lia cresceu no meio da riqueza sem ter o direito de fazer o que quer e quando ela foge, se torna livre. Ela aproveita as coisas mais simples e não fica reclamando da situação que se encontra, a garota quer realmente trabalhar e se casar por amor e não ter um casamento arranjado como seu pai queria.
Lia se preocupa com sua amiga Pauline que está em uma situação delicada e com os seus irmãos. Ela sabe se proteger e não é nada delicada e se impõe a certas situações.
O Rafe é apaixonante, no começo ele não queria nem papo com a garota, mas seu coração começa a falar mais alto e ele também possui alguns segredos, será que é o assassino ou o príncipe?, só lendo para vocês saberem.  E tem também o Kaden que  fez amizade mais rápido com Lia e era sempre simpático com ela, assim como Rafe ele possui seus segredos.
É possível perceber o poder e a importância das mulheres fortes que são retratadas  na leitura, Lia que teve coragem de abandonar tudo o que conhecia, corajosa, esperta. Pauline a melhor amiga, que é delicada e apaixonante e sempre dando conselhos e nunca abandona os amigos. Berdi uma mulher que sabe os riscos de ter uma princesa por perto, sempre protegendo as garotas e dando conselhos uteis.

A edição desse livro é linda, tem mapa desenhado e ainda veio com um poster lindo, já estou com o segundo, mas só vou ler quando comprar o último. Faz dias que terminei de ler o livro e não conseguia escrever a resenha, essa não ficou aquela maravilha e não transmitiu tudo o que queria, mas depois de dias tentando foi o melhor que consegui.

"Os olhos dele se estreitaram como se ele estivesse contemplando a gravidade do imperdoável. Era isso que eu tanto amava e tanto odiava em (...): ele me desafiava em tudo que eu dizia, mas também me ouvia com atenção. Ele me dava ouvidos como se todas as palavras que eu dissesse fossem importantes."


18 de abril de 2017

Nacionalizando | Dicas de livros #11:

Hey pessoal, to com duas resenhas para escrever, mas ainda não tive tempo de escrever nenhum e também tó com umas leituras de e-book pendente que vou ver se começo a  ler agora que estou de computador novo.

Título: As coisas que perdemos
Autor: Denise Flaibam
Páginas: 328
Resenha: Link

Sinopse: O mundo acabou como uma tempestade. Primeiro houve o caos, e então o silêncio. A Morte se espalhou pelas ruas de todo o mundo. Morte, porque ela tomou a humanidade para si. O silêncio do fim foi substituído por uma orquestra de sons grotescos, pelo arrastar lento e caótico de corpos moribundos; pelos sons do medo. O que antes regia a sociedade não existe mais. Tudo foi deixado para trás. Viva ou morra. Lute ou morra. Mate ou morra. Dylan ouviu falar sobre um lugar seguro. Lá, ela e Max podem ter uma nova chance. O garotinho de quem ainda está cuidando, mesmo quando tudo acabou, é o seu gatilho para seguir em frente. Se não existe esperança, para que lutar? As fronteiras artificias que marcam o fim do mundo trilham perigos e incertezas para aqueles que escolheram viver, e uma assustadora pergunta passará a comandar todos os movimentos dos que ainda resistem: até onde você irá para sobreviver?


Breve comentário: Eu adorei ler essa história, quando estava no serviço minha mente sempre viajava para história, a escrita da autora é envolvente e com personagens bem interessantes e ainda envolve zumbis. Os personagens estão em busca da sobrevivência, eles vivem em ambientes que não são bons para o ser humano, mas que pode trazer segurança ou comida. Um livro que merecia ter formato físico. 


Título: Jarim da Escuridão
Autor: Bianca Carvalho
Páginas: 308
Resenha: Link

Sinopse: Todo dom pode ser uma bênção ou uma maldição..." Quando Faith Connor recebe uma carta deixada por sua avó, após a morte da mesma, contendo um último pedido, ela não esperava que sua vida ganharia um rumo inesperado. Detentora de um dom especial de compreender as flores, cujos significados lhe fornecem visões de acontecimentos futuros, ela atende o pedido da avó, levando uma flor especial a seu túmulo e acaba conhecendo Rowan Allers, um homem atormentado pela morte da irmã, assassinada por um serial killer. Sentindo uma estranha conexão com aquela história, Faith o ajuda a investigar, sem nem saber que seus destinos estavam ligados de forma perigosa e até fatal.
Breve comentário: Esse é o primeiro livro de uma trilogia que eu li fora de ordem, a protagonista desse tem um dom com as flores e ela consegue prever que algo está para acontecendo quando sonho com flores especificas entregando para outros. Fora que nesse ainda tem um assassino misterioso a solta e a Faith acaba se envolvendo na procura dele. Um ótimo Nacional que dificilmente vejo resenhas em blogs.


15 de abril de 2017

Música | Playlist da semana #67:

Hoje é sábado e não poderia faltar playlist, espero que curtam, bom só vou poder responder os comentários da postagem anterior no domingo a noite ou segunda.

14 de abril de 2017

Dorama | Introverted Boss:

Título: Introverted Boss
Episódios: 16
Duração: 1hora e 16 min
Gênero: Romance, Comédia, Negócios
Ano: 2017
País de origem: Coreia do Sul
Onde encontrar: Online
Sinopse:  Você consegue realmente não mostrar o seu verdadeiro eu enquanto trabalha com várias pessoas? Eun Hwan Ki (Yeon Woo Jin), o diretor de uma renomada agência de relações públicas, é um homem misterioso conhecido como o "Monstro Silencioso". Ninguém sabe muito sobre ele porque ele sempre evita o contato visual e parece ser friamente distante e arrogante, mas na verdade ele é extremamente introvertido - um executivo de Relações Públicas que odeia atenção e é timido demais para ficar rodeado de pessoas. Chae Ro Woon (Park Hye Soo) comela a trabalhar na empresa do Eun Hwan Ki. Ela é bastante agitada, do tipo extrovertida e recebe reconhecimento pelo seu trabalho, mas o único interesse dela é o CEO Eun Hwan Ki. Ela planeja revelar quem ele realmente é. "Introvert Boss" é um drama sul-coreano do ano de 2017, dirigido por Song Hyun Wook e escrito por Joo Hwa Mi.

Opinião:
E aqui estou com mais uma reviw de um dorama fofo e que vale muito apena assistir, com um protagonista todo tímido que faz cada coisa por conta do amor. Faz dias que terminei de assistir, mas acabei demorando para escrever essa reviw.
Em Introverted Boss conhecemos Chae Ro-Woon [Park Hye-Soo] é uma atriz de teatro que quer trabalhar na empresa que sua falecida irmã trabalhava querendo vingança, ela acredita que o Presidente da empresa Eun Hwan-Ki é responsável pelo que aconteceu, por isso ela acaba integrando a equipe dele.
Eun Hwan-Ki [Yeon Woo-Jin] é um fofo, tímido que tem dificuldade de interagir com as pessoas. Ele se vê obrigado a dividir sua sala com sua nova equipe que são pessoas amigáveis e bons profissionais que se tornam parte do processo de mudança do personagem.
Na história é possível ver a mudança dos personagens, amadurecimento, perdão, surgimento de amizades, arrependimento, mas nem tudo são flores, pois fica aquela questão de quem influenciou uma personagem a cometer suicídio, além disso a irmã do protagonista sempre tenta se machucar e sofre com medo de perder o homem que ama. Apesar de alguns assuntos mais graves que a história mostra, temos o romance bonito proporcionando momentos engraçados entre os dois e ainda podemos ver o personagem fazendo coisas que estão fora de seu costume.

13 de abril de 2017

Lançamentos | Galera Record - Abril:

Os lançamentos que a Galera Record está trazendo neste mês de abril.


Sinopse:Mark e Kate são da mesma turma de cálculo, mas nunca trocaram uma única palavra. Fora da escola, seus caminhos nunca se cruzaram... Até uma noite, em meio à semana do orgulho gay de São Francisco. Mark, apaixonado pelo melhor amigo, aceita o desafio que mudará sua vida e sobe no balcão do bar em um concurso de dança um pouco diferente... Na plateia, Kate, que se encanta pela coragem e entrega do rapaz. E decide: eles vão ser amigos. Mark e Kate logo descobrem que, em muito pouco tempo, conhecem um ao outro melhor que qualquer pessoa.








Sinopse: Algumas crianças veem o verão como um tempo de alegria e brincadeiras. Mas para Steve é apenas mais um período de preocupação e ansiedade. Seu irmão recém-nascido está lutando pela vida... E ninguém sabe se ele conseguirá vencer essa batalha. Como seus pais ficarão se o pior acontecer? Além de tudo, ainda há um vespeiro no telhado de sua casa... Ele é alérgico! Quando uma vespa-rainha invade seus sonhos com uma solução para todos os problemas, Steve acha que tudo se resolverá, ele só precisa dizer sim. Mas sim é uma palavra muito poderosa... Será possível voltar atrás?








Sinopse: Antes de serem traídos pelo atual rei, os Galathynius reinaram em Terrasen por séculos. E agora Aelin deseja recuperar a coroa e voltar a seu trono de direito... Mas o caminho até lá é longo e sinuoso. Amigos serão perdidos, lealdades serão quebradas e alianças inesperadas surgirão. Com a vida e poder jurados ao povo que está determinada a salvar, a antiga assassina, conhecida como Celaena Sardothien, colocará a própria segurança em risco para proteger os seus. Mas a única salvação está numa relíquia enterrada nas ruínas de um velho pântano.
Primeira parte do quinto volume da série Trono de Vidro





 Sinopse: A história de Aelin Galathynius, sempre repleta de ação e intrigas, continua nesta segunda parte do quinto livro da série, Império de tempestades. Aelin Galathyius sobreviveu a prisão, à perda de amigos e amores, às traições. Agora deve vencer seu maior medo para salvar o mundo. Com a vida e poder jurados ao povo que está determinada a salvar, a antiga assassina, conhecida como Celaena Sardothien, colocará a própria segurança em risco para proteger os seus. Mais que nunca, Aelin precisa de Rowan, de Dorian e de todos os aliados para conseguir descobrir a localização da relíquia sagrada capaz de banir de seu mundo a ameaça valg e os horrores libertados em Morath. Chegou a hora de levantar os exércitos de Erilea. De cobrar velhas dívidas... é hora de marchar contra o mais supremo dos males. E confiar na pureza de seu coração para trazer a luz. “Acompanha brindes exclusivos somente para compras realizadas no site e em período de pré-venda”



12 de abril de 2017

Conto | O Egoísmo de Vanessa - Géssica Marques:

Título: O Egoísmo de Vanessa
Autora: Géssica Marques
Páginas: 41
Skoob: Link

Sinopse: — Vovó o que é orgulho? — Perguntei e ela pareceu pensar.
— Venham aqui minhas meninas. — Falou dando tapinhas em seu colo para que eu e Verônica nos sentássemos e foi o que fizemos. — O orgulho tem várias formas minha querida e uma delas é o egoísmo.
— Egoísmo? — Questionei sem entender muito o que ela estava dizendo.
— Pois veja, uma pessoa orgulhosa é aquela que se põe acima dos outros, ela é sempre a melhor e prefere, por muitas vezes, a morte do que se rebaixar. — Falou olhando para cada uma de nós. — O egoísmo é só uma outra manifestação do orgulho, onde você continua pensando só em si mesma, mesmo que você não se sinta superior aos outros você pode às vezes tomar ações que prejudicam os outros, mas que lhe livram de alguma punição. Neste mundo em que vivemos tudo o que sofremos é devido às nossas escolhas... Será Vanessa capaz de fazer as escolhas certas?
Opinião:
Esse é o segundo conto da coleção suas escolhas, seus pecados e esse possui um número maior de páginas em comparação com a primeira história.
Em o egoísmo de Vanessa, conhecemos a personagem e sua irmã Verônica que estão escutando uma história de sua avó sobre os pecados e um deles citados é o egoísmo. As garotas prometem que não vão cometer esse pecado.
Elas vivem em Salem e as pessoas de lá queimam outras por achar que estão fazendo bruxaria e por conta disso algo grave acaba acontecendo e Vanessa comete seu primeiro pecado e fica marcada por esses acontecimentos não se dando a chance de ser feliz.

"Eu já havia aprendido a lição: à aquela que não deu valor à vida de um ente próximo, uma maldição, a maldição do amor. Quando souberes o que é amar irá perde-lo por causa deste amor."
 Apesar de ter prejudicado sua irmã gêmea Vanessa acaba se metendo em um acidente e é salva por Pietro, ela encontra o amor com ele, mas não se permiti se sentir tranquila por medo de perder todos aqueles que amam. Quando o inevitável acontece ela se vê sozinha e com dinheiro e por conta da opinião das pessoas de Salem acaba casando com um homem asqueroso.
Ela fez péssimas escolhas porque queria viver e consequentemente perdeu todos aqueles que se importava, seu coração nunca mais se acalmou, a vida dela andou em circulo e a fez parar no mesmo lugar que iniciou, tendo um destino que tentou evitar e que por causa dele cometeu seus pecados.
As escolhas que fazemos muda tudo, por isso devemos pensar seriamente nelas, levando em consideração o que realmente é certo, pois o que adiante se livrar de um castigo e ficar cheia de remorso, sem conseguir viver a vida.
Esse foi mais um conto, gostoso de se ler, rápido e com uma boa escrita e que nós mostra as consequência das escolhas ao ser egoísta.

"O olhar desesperado dela mudou para raiva e ódio, vi em seu olhar todo o amor que sentia por mim se esvair e se tornar em algo negro."

11 de abril de 2017

Divulgação | Coroa de Ferro e Trono de Espinhos - Alana Gabriela:

Título: Coroa de Ferro e Trono de Espinhos
Autora: Alana Gabriela
Tipo: E-book
Skoob: Link
Pré-Venda: Link

Sinopse: Em Coroa de Ferro e Trono de Espinhos, a A Bela e a Fera, Édipo Rei e Aquiles se encontram num universo repleto de ação, segredos, mistérios e romance. Na corte de Portlaiose o vento sibila impiedoso, as sombras dançam nas paredes do castelo e a hierarquia invisível sobrevive como cinzas na neve... O rei Marteen de Portlaise está morto e seu filho mais velho e o herdeiro direto, Joachim, subiu ao trono. Com o alvoroço das guerras nas fronteiras o pulso firme do jovem rei é o que tem sustentado o reino em suas constantes batalhas para proteger o território de invasores. Em meio ao caos e a busca para encontrar aliados, o irmão mais novo do rei, Gillean, acaba sendo morto. Uma caçada para encontrar o culpado se inicia. Tudo que Joachim pode fazer é ir atrás daquela que matou seu irmão para aplacar o mais temível de seus sentimentos e salvar o império da destruição. Ele precisa encontrar Ceridwen Hill, a dama da legião!

Quotes:




10 de abril de 2017

Resenha | Heidi, a Menina dos Alpes - Volume 1 - Johanna Spyri:

Título:  Heidi, a Menina dos Alpes - Volume 1
Autora: Johanna Spyri
Páginas: 160
Skoob: Link

*Cedido pela editora

Sinopse: Heidi , órfã desde muito pequena, mora numa cidadezinha da Suíça com sua tia Dete. Quando recebe uma excelente proposta de trabalho em Frankfurt, na Alemanha, a tia decide entregar a menina, agora com 6 anos, ao avô, um velho zangado com o mundo, rabugento, que vive isolado no alto de uma montanha dos Alpes suíços. Ao chegar ao novo lar, Heidi logo se apaixona pelas maravilhosas paisagens, pelas flores e pelos animais dos vales e das montanhas, além de ganhar um novo amigo, Pedro das Cabras, um menino pastor. Com o passar do tempo, a menina conquista os moradores do vilarejo e, principalmente, o coração do avô, mostrando-lhe que é possível ser feliz e reencontrar a paz. Mas essa felicidade desaparece quando tia Dete volta para levá-la para Frankfurt. Escrito em 1880, Heidi, a menina dos Alpes mostra o contraste entre a vida selvagem e livre nas montanhas, com seus valores simples e essenciais, e a vida na cidade grande, com costumes, regras e valores muito diferentes. A narrativa acompanha o crescimento e as aprendizagens de Heidi, e, sem perder de vista os 136 anos que separam nossa vida hoje, no século XXI, da vida dos personagens, é uma fonte de descobertas e reflexões importantes para todos nós.
Opinião:
Faz uns dias que recebi esse livro do grupo Autêntica, mas pela falta de tempo acabei demorando para ler. Heidi é um infanto-juvenil  escrito em 1880, uma história simples e gostosa de se ler em qualquer idade.
Heidi a menina dos Alpes apresenta uma garota órfã,  indo morar com o seu  avô que mora no alto de uma montanha, um homem solitário e que todos tem medo, acreditam que uma garotinha tão frágil de cinco anos não aguentaria morar com ele, mas contra tudo o que diziam a garotinha cresceu bem, sempre se divertia com a vida simples e com a beleza da natura, além disso tinha um melhor amigo conhecido como Pedro das Cabras.  Um dia sua Tia Dete volta e quer levar a garota para fazer companhia para Clara, uma garota rica que é deficiente.
"O fantasma percebeu que estamos aqui e hoje não vem disse o doutor."
Heidi apesar de ser uma criança, trás alegria para todos que estão ao seu redor, ela possui muita bondade e sempre se preocupa com o bem estar de outras, ela não é uma criança mal criada e sim uma garotinha que cresceu afastada de outras pessoas e está tendo que lidar com muitas situações novas, como a se comportar e a vestir outras roupas, além de estudar. A casa do Sr. Sesemann se torna uma bagunça só que menos chata deixando Clara muito feliz com a companhia da nova amiga.
A menina dos Alpes alegra a todos com a bondade em seu coração. Uma criança fofa e inocente que só quer voltar a morar com o seu avô e viver com a beleza da natureza.
Quando a editora falou que esse livro estava disponível, eu não conhecia e logo fui procurar conhecer um pouco mais da história. Um livro leve e rápido de se ler.
A edição também está muito bem feita e possui belas ilustrações em preto e branco representando algumas situações do livro.
Depois de ler esse livro percebi algumas semelhanças da história, inclusive o nome de alguns personagens com uma novela que passa na Nickelodeon chamada Heidi: Bem-Vinda á casa que é uma novela argentina se não me engano, creio que se basearam na história do livro, mas não totalmente, alguns nomes podem ser o mesmo, mas a idade e outros personagens são diferentes. Não me julgue por curtir assistir algumas coisas da Nicke.
Uma boa história para quem gosta de livros infanto juvenil, inclusive ao ler até lembrei de uma blogueira que adora livros desse gênero,





8 de abril de 2017

Música | Playlist da semana #66:

Hey pessoal, tudo bom com vocês? espero que sim, pessoal essa semana as coisas não foram tão boas, fiquei desempregada de novo, só porque era um trabalho que realmente gostava, mas a empresa acabou perdendo clientes e teve que demitir duas pessoas, acho que tenho algum problema só fico trabalhando por três meses, espero conseguir um serviço que eu passe de três meses, não aguento mais sofrer com isso.Por outro lado como não estou trabalhando desde segunda eu já li dois livros e dois e-books e to firme em Gilmore Girls.


7 de abril de 2017

Doramas na Netflix:

Hey pessoal, vocês sabem que sou viciada em doramas e recentemente assinei Netflix e lá possui alguns doramas, eu separei alguns que já assisti e resenhei aqui no blog para indicar e que se encontram lá e ainda possuem poucos episódios.
Bom não vou fazer nenhum comentários deles, mas vou deixar o link das resenhas dos que tiverem.



Título: Descendants of the Sun
Episódios: 16
Gênero: Militar, Médico, Romance, Drama, Ação, 
País de Origem: Coreia do Sul
Legenda: Português
Resenha no blog: Link

Sinopse: Um soldado e uma médica acreditam ter encontrado o amor verdadeiro, até perceberem que a diferença entre seus trabalhos pode causar um grande dilema nesse relacionamento. As tropas de paz da ONU estão em país devastado pela guerra de Uruk . Capitão Yoo Shi Jin , chefe da equipe da unidade Comando de Guerra Especial , reúne-se com Kang Mo Yeon , um médico voluntário com os Médicos Sem Fronteiras . Como eles trabalham lado a lado em zonas a desastres e atingidos por doenças.





Título: D-Day
Episódios: 20
Ano: 2015
Duração: 1 hr. 5 min.
Gênero: Drama, Médico
País de Origem: Coreia do Sul
Legenda: Português
Resenha no blog: Link


Sinopse: O que vai acontecer depois de uma sequência de um devastador desastre natural? Quando acontece um desastre em Seul, uma equipe médica de emergência tenta ajudar os sobreviventes e tenta restaurar a ordem da cidade que foi paralisada. Lee Hae Sung é um cirurgião que lidera a equipe de assistência médica do desastre e coloca as necessidades dos cidadãos feridos sem se preocupar com o dinheiro. Contudo sua abordagem altruísta coloca em conflito com o cirurgião frio e calculista Han Woo Jin. Jung Ddol Mim que é uma residente de ortopedia que acaba ficando presa no caos quando vai pela primeira vez na cidade. Ahn Gil Dae é um jovem residente. Esses são alguns dos médicos que vão estar na linha de frente para ajudar a cidade diante dessa tragédia.

6 de abril de 2017

Resenha | Não Era Eu, Era Você - Renata Varela:

Título:  Não Era Eu, Era Você
Autora: Renata Varela
Páginas: 263
Skoob: Link

Sinopse: Francine se orgulha de várias coisas.
Ela sabe que é uma ótima corretora de imóveis e se orgulha de ser valorizada em sua profissão. Francine também sabe que o amor de sua família é grande e se orgulha da relação que mantém sempre balanceada com as irmãs, Franciele e Fernanda. Ela também se orgulha de ter o coração "de pedra", como costumam descrever, e não ter se apaixonado de verdade desde os quinze anos.  Agora, Francine acaba de completar vinte e cinco verões. Está no começo da vida, na flor da idade, e esse ano tem tudo para ser o melhor de sua vida. Ela está no topo de tudo, mas, se há um problema de estar no topo, é que o vento lá por cima é sempre muito forte; pode fazê-la despencar em um piscar de olhos.

Opinião:
Não era eu, Era você é a terceira história da autora que leio e infelizmente confesso que não curti muito esse, principalmente porque eu adorei os outros dois que li da autora.
Bom na história conhecemos Francine uma jovem de 25 anos bem sucedida na profissão de corretora e que adora uma festa e que não se apega a nenhum namorado, fica sempre com aquela sensação de algo está faltando em sua vida. Se envolve com alguns caras por poucos meses ou só para uma noite. Ela possui um senso de liberdade e enquanto ela é mais livre sua irmã é mais contida e não é só ela que passa por problemas de relação, sua melhor amiga e irmã também tem seus próprios problemas a respeito dos homens.
"Passo uma semana inteira forçando uma dieta, mas sempre tem algum dia que as coisas saem do controle. É a situação mais normal do mundo. Como alface, rúcula e tomate seco todos os dias, me forçando a acreditar que, assim, vou conseguir entrar naquela calça manequim 36, mas no final de semana – geralmente – só consigo enxergar os doces e gor-duras em vitrines de padarias."

A escrita da autora é bem envolvente e por ser uma história rápida só largamos quando termina,  a protagonista está na crise dos 25 anos, que se valoriza em vários sentidos, mas que na parte de romance não sabe o que tem de errado.
Francine é jovem, livre e faz o que quer da vida sem se preocupar com o que pensam dela, ou seja, uma mulher independente.
A história é legal, mas infelizmente não consegui me conectar com a protagonista, ela me irritou em algumas cituações, nunca aceita o que era melhor e até na hora de dar conselho para uma adolescente ela foi irresponsável, vou ser sincera a protagonista não me convenceu e eu vi mais carisma na irmã do meio dela, do que na Francine, pelo menos depois apareceu o Arthur e ele tornou ela suportável.
Apesar de eu não ter curtido a protagonista o livro mostra a personagem amadurecendo e tentando conhecer seus sentimentos, sim tem romance no livro, mas o Arthur não tem grande destaque é só mais pro final, porque o foco é a protagonista e todo o sentimento que envolve ela, tentando descobrir o que é o amor na verdade, não o amor de irmã ou família, mas por outra pessoa, mas que para isso ela acabou fazendo escolhas erras e quando encontrou o que era certo ficou com medo de se render aqueles sentimentos que explodiam em seu coração.


5 de abril de 2017

Primeiras impressões | Lacrymosa - Juliana Daglio:

Título: Lacrymosa
Autora: Juliana Daglio

Sinopse:  O nome dela não é Valery Green. Também não nasceu no Kansas, e sua família toda não morreu num acidente de carro onde ela foi a única sobrevivente. Nascida num mundo de trevas e segredos apocalípticos, a garota feita de mentiras luta dia após dia para ter uma vida longe de sua verdadeira identidade e de seu dom misterioso, o qual ela julga como uma maldição. Por cinco anos, ela conseguiu. Escondida na pacata Darkville, tornou-se uma respeitada Detetive, conhecida por sua frieza e eficácia no trabalho. Seu companheiro Axel parece ter orgulho de trabalharem juntos, até ficar frente a frente ao que encontraram na busca daquela noite - um demônio dentro de uma garotinha.Para ajudar a pequena Anastacia, Valery terá que colocar em risco o trabalho na polícia e seu relacionamento com Axel, recorrendo à ajuda do Padre Henry Chastain, um velho conhecido. Desenterrando um passado cheio de exorcismos, perseguições e batalhas contra demônios, esse reencontro não promete ser feito de abraços e boas-vindas. Chas, como ela o chama, é conhecido como o maior Exorcista vivo - a Espada de Sal do Vaticano, e é sua única esperança de lutar contra o novo inimigo, mas também representa o ponto fraco de si mesma e o acesso a um passado doloroso que pode despertar seus
próprios demônios interiores.

Opinião:
Lacrymosa é uma história escrita pela autora Juliana Daglio e hoje trago as primeiras impressões. 
Bom a história começa com  uma jovem de 16 anos fugindo de casa no ano de 2003, pois pode colocar toda a sua família em risco,  mas em nenhum momento temos o nome verdadeiro dela, mas conhecemos o nome falso e logo em seguida começa com o primeiro capitulo que se passa em 2015 e a personagem já está com 28 anos e é conhecida como Valery que trabalha como uma policial que já viu e viveu muitas coisas estranhas nessa vida. Ela é perseguida por um ser do Mal e nunca consegue se esconder e ela acaba reencontrando o Mal a trabalhar em um caso e consequentemente uma criancinha acaba se ferrando por isso.

"Amar demais é experimentar dor em seu estado bruto, tornar-se vulnerável a altas doses dela."
Percebi que a Valery é uma personagem solitária e que não se abre pra ninguém e que não leva uma vida fácil, para quem gosta de histórias que envolvem possessão esse parece ser um bom livro, confesso que não curto muito esse elemento em livros, mas fiquei curiosa com o que li e também para saber o que a personagem enfrentou depois que fugiu de casa [não sei se isso é revelado na história] . A personagem também parece ser determinada e forte não só no sentido físico, mas nas suas atitudes.  Uma personagem bem misteriosa. 
Foram só os primeiros capítulos que li, mas se tiver a chance pretendo continuar lendo essa história.



4 de abril de 2017

Conto | O Pecado de Eva (Coleção - Suas Escolhas, Seus Pecados) - Géssica Marques:

Título:  O Pecado de Eva
Autora; Géssica Marques
Páginas: 3
Skoob: Link

Sinopse: Não entendia como fora parar ali. Apenas se lembrava de uma voz chamando, dizendo o seu nome.
“Eva”  Era a voz de uma mulher, uma voz melodiosa e incrivelmente sedutora. Parecia estar vindo da árvore, sendo assim, não hesitou em ir até lá. Ao chegar mais perto reparou que a árvore, na verdade, era um pé de maçã.
Ela não ouvia um som sequer a não ser o dos seus próprios passos e do vento balançando os seus cabelos. Ao chegar à árvore ela ficou a encará-la. Havia várias maçãs, tão lindas, vermelhas e suculentas. Ao olhá-las lhe deu água na boca. Estava com vontade de comê-las. Mas sentia como se não devesse. “Por que você não come, Eva?”

Opinião:
Conto escrito pela autora parceira, a história desse conto pode se dizer que é conhecida por todos e envolve o fruto proibido, já da pra imaginar né.
A personagem da história não tem nenhuma memória e só sabe que se chama Eva por conta de uns sussurros.  Ela parece estar em um lugar sozinha e se depara com uma  Macieira e chega até pensar que é o único alimento que tem, mas fica com aquela sensação que não pode e por isso não come, mas ela acaba se deparando com uma mulher loira e misteriosa e que acaba influenciando Eva a comer uma maça o que acaba trazendo muitos problemas para ela, já que fez algo que podia e por conta disso surgiu os sete pecados.
Como eu disse esse conto é baseado em uma história que todos nós conhecemos, uma história para se ler em poucos minutos e apesar das poucas páginas da para perceber que a escrita da autora é envolvente.
O pecado de Eva é o primeiro de uma coleção da autora, na qual já tem o segundo e-book disponível que se chama O Egoísmo de Vanessa.
Um conto bom para se ler quando está em pé em alguma fila para se distrair lendo pelo celular.


 “Por que você não come, Eva? ” Perguntou novamente a voz. Um pouco assustada olhou ao redor procurando o ser que estava falando com ela.
"Aos poucos foi deixando de ser suculenta e se tornando podre. A fruta começou a brilhar como se tivesse uma luz dentro dela e assim se partiu em sete pedaços. E esses sete pedaços se transformaram em sete pecados. "


3 de abril de 2017

Resenha | As Coisas que Perdemos - Denise Flaibam:

Título: As Coisas que Perdemos
Autora: Denise Flaibam
Páginas: 328

Sinopse:  O mundo acabou como uma tempestade. Primeiro houve o caos, e então o silêncio. A Morte se espalhou pelas ruas de todo o mundo. Morte, porque ela tomou a humanidade para si. O silêncio do fim foi substituído por uma orquestra de sons grotescos, pelo arrastar lento e caótico de corpos moribundos; pelos sons do medo. O que antes regia a sociedade não existe mais. Tudo foi deixado para trás. Viva ou morra. Lute ou morra. Mate ou morra. Dylan ouviu falar sobre um lugar seguro. Lá, ela e Max podem ter uma nova chance. O garotinho de quem ainda está cuidando, mesmo quando tudo acabou, é o seu gatilho para seguir em frente. Se não existe esperança, para que lutar? As fronteiras artificias que marcam o fim do mundo trilham perigos e incertezas para aqueles que escolheram viver, e uma assustadora pergunta passará a comandar todos os movimentos dos que ainda resistem: até onde você irá para sobreviver?
Opinião:
Mais um livro da autora Denise Flaibam concluído, mais uma leitura Nacional que valeu a pena. Em As coisas que perdemos os personagens estão enfrentando um vírus que transforma pessoas em zumbis,  cidades foram transformadas em quarentenas separando as pessoas saudáveis das que estão em risco. A situação já não estava boa para as pessoas e para piorar as quarentenas deixam de existir, agora é cada um por sí ou andarem em grupos para tentarem sobreviver a essa terrível situação. 
E um dos vários personagens que conhecemos é Dylan uma jovem de 18 anos que tenta sobreviver junto com Max um garotinho que ela era babá e que estavam juntos quando tudo aconteceu e tentam sobreviver nesse mundo destruído, por sorte eles acabam encontrando um grupo e até pensam que está tudo tranquilo até o novo ambiente seguro desmoronar novamente.

"Max nunca, nunca, desde que ela o conhecia por gente, havia deixado outra pessoa que não ele usar aquela máscara. E ali estava o menino, estendendo-lhe seu símbolo de destemor para que Dylan o pegasse."

1 de abril de 2017

Música | Playlist da semana #65:

Hey  pessoal, nova playlist. Essa semana não postei nenhuma resenha, mas provavelmente semana que vêm vai ter mais de uma, já que só em 3 dias sem aula consegui ler dois e-books, aproveitar que minhas aulas da faculdade voltam dia 17 [o semestre do ano passado acabou dia 28] para poder colocar algumas coisas em dia. Gente torcendo aqui pro meu notebook sobreviver mais duas semanas, já que só vou comprar um semana que vêm e provavelmente para chegar vai mais uma semana.