5 de abril de 2017

Primeiras impressões | Lacrymosa - Juliana Daglio:

Título: Lacrymosa
Autora: Juliana Daglio

Sinopse:  O nome dela não é Valery Green. Também não nasceu no Kansas, e sua família toda não morreu num acidente de carro onde ela foi a única sobrevivente. Nascida num mundo de trevas e segredos apocalípticos, a garota feita de mentiras luta dia após dia para ter uma vida longe de sua verdadeira identidade e de seu dom misterioso, o qual ela julga como uma maldição. Por cinco anos, ela conseguiu. Escondida na pacata Darkville, tornou-se uma respeitada Detetive, conhecida por sua frieza e eficácia no trabalho. Seu companheiro Axel parece ter orgulho de trabalharem juntos, até ficar frente a frente ao que encontraram na busca daquela noite - um demônio dentro de uma garotinha.Para ajudar a pequena Anastacia, Valery terá que colocar em risco o trabalho na polícia e seu relacionamento com Axel, recorrendo à ajuda do Padre Henry Chastain, um velho conhecido. Desenterrando um passado cheio de exorcismos, perseguições e batalhas contra demônios, esse reencontro não promete ser feito de abraços e boas-vindas. Chas, como ela o chama, é conhecido como o maior Exorcista vivo - a Espada de Sal do Vaticano, e é sua única esperança de lutar contra o novo inimigo, mas também representa o ponto fraco de si mesma e o acesso a um passado doloroso que pode despertar seus
próprios demônios interiores.

Opinião:
Lacrymosa é uma história escrita pela autora Juliana Daglio e hoje trago as primeiras impressões. 
Bom a história começa com  uma jovem de 16 anos fugindo de casa no ano de 2003, pois pode colocar toda a sua família em risco,  mas em nenhum momento temos o nome verdadeiro dela, mas conhecemos o nome falso e logo em seguida começa com o primeiro capitulo que se passa em 2015 e a personagem já está com 28 anos e é conhecida como Valery que trabalha como uma policial que já viu e viveu muitas coisas estranhas nessa vida. Ela é perseguida por um ser do Mal e nunca consegue se esconder e ela acaba reencontrando o Mal a trabalhar em um caso e consequentemente uma criancinha acaba se ferrando por isso.

"Amar demais é experimentar dor em seu estado bruto, tornar-se vulnerável a altas doses dela."
Percebi que a Valery é uma personagem solitária e que não se abre pra ninguém e que não leva uma vida fácil, para quem gosta de histórias que envolvem possessão esse parece ser um bom livro, confesso que não curto muito esse elemento em livros, mas fiquei curiosa com o que li e também para saber o que a personagem enfrentou depois que fugiu de casa [não sei se isso é revelado na história] . A personagem também parece ser determinada e forte não só no sentido físico, mas nas suas atitudes.  Uma personagem bem misteriosa. 
Foram só os primeiros capítulos que li, mas se tiver a chance pretendo continuar lendo essa história.



Comentários
10 Comentários

10 comentários:

  1. Oi Denise, sua linda, tudo bem?
    Eu sou a medrosa em pessoa, risos... Por isso acho que essa parte da possessão me arrancaria gritos. Mas tirando isso, parece ser uma ótima história, tenho certeza de que quem consegue aguentar mais do que eu irá adorar!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Denise!
    Eu fiquei curioso. A premissa me pareceu interessante e creio que viria a gostar. Sem falar que nunca li nada da Juliana, mas tenho vontade. Sou amigo dela no facebook e a histórias dela parecem ser boas.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Aii, ao mesmo tempo que fiquei com medo, também fiquei curiosa haha Acho que leria esse livro sim. Bjs

    www.mayaravieira.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá, Denise.
    Eu só li um livro da autora até agora e gostei bastante da escrita dela apresar de não ter gostado muito da história. Vou esperar a resenha do livro todo para saber se leio ou não, porque só pelas primeiras impressões não me interessei muito.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Eita, deve ser uma história meio pesada por envolver possessão e tudo mais. É o tipo de livro que até costumo ler, mas não no momento. Ótima resenha!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olaa! Tudo bem?
    Engraçado que o nome desse livro me parece bem familiar! Sabe se , por acaso, tem os primeiros capítulos dele no wattpad?
    Bom, mas sou meio medrosa.. me interesso, mas fico com um pouco de receio.. apesar de dar muita curiosidade para saber como ela desenvolve esse tema no livro!
    Beeijo

    http://lecaferouge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Dê!
    Esse livro me conquistou no combo capa + título + sinopse. Já quero!
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do #Sorteio1KSeguidores

    ResponderExcluir
  8. Oi, Denise

    Achei a capa bem legal! Eu não soi chegada em fantasia, então quase nunca fico animada com histórias mais puxadas para esse lado, mas quem sabe eu curta quando souber o enredo da história como um todo, né?


    Beijo
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Denise!

    Fiquei mais curiosa e para saber o motivo pelo qual ela fugiu de casa, e entender o que exatamente esse mal sabe? Gostei bastante da capa, mas dificilmente leio livros policiais, mas gostei da premissa do livro.

    Beijinhos

    Resenha Atual

    ResponderExcluir

  10. Olá, queridaaa! É sempre um prazer dividir meus escritos com você. Obrigada pela parceria já tão antiga e por sempre ler e resenhar tudo com tanto carinho.
    Um beijuuuu <3

    ResponderExcluir