Quotes da Semana:

Minha intenção era postar uma resenha, mas estava com uma dor no Braço ai não consegui escrever a resenha. Bom espero que gostem dos quotes escolhidos.

"Mas e os policiais? Eu tinha o hábito, frequentemente com sucesso, de transformar meu rosto em uma máscara impassível, toda vez que uma pessoa que eu estava interrogando começava a chorar ou a tornar-se violenta. Tinha visto muitas pessoas tentarem escapar de perguntas delicadas se derramando em lágrimas, ou amolecer o coração feminino que eles imaginavam que eu tinha." ( Leena Lehtolainen - Mulher de Neve)"

 "- o romance não é como Crepúsculo, que ocorre rápido e sem tantos motivos, vai acontecendo lentamente, uma amizade se transforma em um lindo amor, e um amor que vem de muito tempo também".( Stephanie Meyer - A Hospedeira)
"Talvez ele detivesse o segredo da boa vida, nunca se deter, nunca olhar para trás, viver cada dia com impulso, vivacidade, curiosidade e disposição adolescente. Se pensarmos que somos jovens, então talvez o sejamos, não importa o que diga o passar dos anos." (John Grogan -  Marley & Eu)
"A dor é uma coisa muito esquisita; ficamos tão desamparados diante dela. É como uma janela que simplesmente se abre conforme seu próprio capricho. O aposento fica frio e nada podemos fazer senão tremer. Mas abre-se menos cada vez, e menos ainda. E um dia nos espantamos porque ela se foi" (Arthur Golden- Memórias de uma Gueixa)
"Mais dia, menos dias, a vida joga todos no chão. Depois nos levantamos de novo e fazemos algumas mudanças, porque é assim que somos. Nós nos adaptamos. E, quando conseguimos nos adaptar, ficamos mais preparados para sobreviver”. (Jonathan Tropper-Como Falar Com Um Viúvo) 

Prêmio Dardos:

Fui indicada para o Prêmio Dardos pela Juh do blog Um Minuto, Um livro e pelo blog Joana D'arc. Muito obrigada por vocês terem me indicado.



O Prêmio Dardos Bloggers é um selo virtual criado no ano de 2008 pelo escritor Alberto Zambadedo blog Leyendas de “El Pequeño Dardo” El sentido de las Palabras. Ele selecionou e indicou o selo a quinze blogs que ele considerou merecedores do prêmio, os quais também indicaram outros quinze e assim sucessivamente. 


As regrinhas:
Indicar os blogs que preencham os requisitos acima para receber o prêmio;
Exibir a imagem do selo;
Mencionar o blog de que recebeu a indicação e inserir o link dele;
Avisar aos blogs escolhidos.

E os blogs indicados são...
Rascunhos da Lyh
Meu Epilogo
Caverna Literária
My Secret World
O Outro lado da Raposa
Balaio de Babados
Não me Venha com Desculpas
Consumindo Sagas
Blog Prefácio

Pode ser até 15 blogs indicados, o meu não deu 15, mas escolhi alguns blogs que gosto muito de visitar e que sempre entro para ver se tem poste novo. Foi um pouco dificil de escolher, mas pra mim foram boas escolhas e seu eu ir lembrando de mais algum ai coloco no poste.

[Divulgação] Somos Todos Nacionais:


Hey pessoal, hoje venho apresentar esse projeto Somos Todos Nacionais que eu conheci através do blog Meu epílogo e o projeto foi criado pelo Alfrêdo do blog paginou. Esse projeto serve para apoiar os autores Nacionais contra o descaso das editoras, que estão dando mais valor ao livros de  youtubers só por causa da popularidade.

Bom o Alfrêdo fez uma postagem TÁ INCOMODADO? ESCREVA UM BEST-SELLER, eu li esse poste, pois na época muitos blogueiros estavam compartilhando. Nesse poste o Alfrêdo falou bem sobre essa desigualdade que os autores Nacionais sofrem, já que hoje muitos youtubers estão criando popularidade e chamando a atenção das editoras para publicar um livro a respeito da vida deles.

Como o projeto vai funcionar?
É super simples: leia um livro nacional por mês (a partir de fevereiro ou março até dezembro de 2016). De preferência, algum livro que não seja escrito por um youtuber.

[Resenha] Minha vida mora ao lado:

Título: Minha Vida mora ao lado
Autora: Huntley Fizpatrick
Páginas: 320
Skoob: Link

Sinopse: “Minha mãe nunca ficou sabendo de uma coisa, algo que ela reprovaria radicalmente: eu observava os Garrett. O tempo todo.” Os Garrett são tudo que os Reed não são. Barulhentos, caóticos e afetuosos. São de verdade. E, todos os dias, de seu cantinho no telhado, Samantha sonha ser uma deles, ser da família. Até que, numa noite de verão, Jase Garrett vai até lá e... Quanto mais os adolescentes se aproximam, mais real esse amor genuíno vai se tornando. Contudo, precisam aprender a lidar com as estranhezas e maravilhas do primeiro amor. A família de Jase acolhe Samantha, apesar dela ter que esconder o namorado da própria mãe. Até que algo terrível acontece, o mundo de Samantha desmorona e ela é repentinamente forçada a tomar uma decisão quase impossível, porém definitiva. A qual família recorrer? Ou, quem sabe, Sam já é madura o bastante para assumir suas próprias escolhas? Será que está pronta para abraçar a vida e encarar desafios? Quem você estaria disposto a sacrificar pela coisa certa a se fazer? O que você estaria disposto a sacrificar pela verdade?
Opinião:
Eu ganhei esse livro em um TOP comentarista, estava precisando de uma leitura assim um pouco mais leve, mas a protagonista não deixa de enfrentar seus problemas, li esse livro super rápido e gostei de vários personagens.
No livro Minha vida mora ao lado somos apresentados a Samantha, a garota mora com uma mãe sistemática e certas vezes aparenta até ser fria e com uma irmã que já causou muitos problemas, ou seja, uma família relativamente pequena e desde que ela é pequena sua mãe proibiu que ela tivesse algum contato com os seus vizinhos Garrett, pois  a mãe dela olhava torto para essa família cheia de filhos, já que os Garrett tinham oito filhos e a casa e quintal sempre eram uma bagunça. Bom um certo dia observando a família como ela sempre fazia desde sua infância e escutou um Oi e alguém subindo para o seu lugar secreto, essa pessoa em questão era um dos Garrett no caso Jase, eles começam a conversar e se tornam amigo, mas logo depois evolui para algo mais e essa relação Samantha mantém escondida da sua mãe.
Samantha é uma jovem que tem de tudo, mas que não leva uma vida futilmente, ela trabalha e se esforça nos estudos. Mas ela tem seus momentos solitários já que a mãe está concorrendo para ser deputada e sua irmã viajou nas férias, só que quando Jase aparece a vida dela se torna movimentada, ela começa a frequentar a casa dos Garrett que é sempre cheio de crianças e jovens, além de ajudar e voltar a se aproximar de um antigo amigo. Eu gostei da personagem, ela é uma jovem inexperiente no amor, só que ela já namorou outras vezes mesmo não estando apaixonada, mas o Jase foi por quem ela se apaixonou. Quando surge um problema sério ela não sabe se faz o que é certo ou se tenta proteger a pessoa que ama, mesmo que seja errado e ela acaba sofrendo por isso, o que me deixou com raiva, já que ela nunca fez mal a ninguém e muitos fazem ela sofrer. Adorava ver ela e o Jase juntos, eles eram tão fofos e estavam descobrindo novas coisas juntos e se apoiam também.
"Você está caminhando ao longo desse caminho, deslumbrada com como isso é perfeito, como você se sente ótima, e então só algumas curvas na estrada e você está perdida em um lugar tão ruim que nunca poderia ter imaginado."

Denise Crivelli, 27 anos, sul-mato-grossense, formada em Publicidade e estudante de Administração, viciada em livros, doramas e séries.

Facebook

Desapegando

Facebook

Busca

Arquivos

Seguidores

Populares

Tecnologia do Blogger.