[Música] Playlist da Semana #2:

Mais uma playlist da semana, ia falar de um cantor especifico mais desisti, resolvi colocar os vídeos e musica que andei vendo bastante essa semana. Espero que curtam as músicas.

[Parceria] Editora Farol Literário:

Nem lembrava que tinha me inscrito, quando vejo na listo o meu blog foi selecionado, fiquei muito feliz.


Sobre a Farol Literário: 
“A Farol Literário traz publicações para jovens leitores e adultos jovens. Com títulos de autores brasileiros e estrangeiros, a FAROL apresenta séries de literatura fantástica que são sucesso no mundo todo, chick lit para menina nenhuma conseguir deixar de lado, clássicos revisitados,ficção científica movida a muita ação e HQ's com ilustrações incríveis. Tudo selecionado a dedo por quem entende de literatura para um público exigente e que sabe muito bem o que gosta de ler. 



Contatos e Redes Sociais da Editora:

[Resenha] As palavras que ninguém mais diz:

Título: As palavras que ninguém mais diz
Autor: Antony Magalhães
Páginas: 155
Ano: 2014
Formato: E-book
Skoob: Link
Amazon:Link
Download dos 6 primeiros Capítulos: Aqui

Sinopse: Danielle faz trabalho voluntário em um asilo pra fugir da mãe alcoólatra. Thiago não recebe atenção dos pais e não compreende seus sentimentos. Ela conta estrelas para se sentir bem e ele rouba, fuma e bebe com os amigos. Os dois mal se conhecem, mas não gostam um do outro. Tudo muda quando eles têm que trabalhar juntos no asilo. Após diversos desentendimentos, Thiago e Danielle contam com a ajuda de pessoas mais experientes quando o assunto é vida e amor. O poder do brilho das estrelas e da transformação do amor. Valiosas lições de vida dadas por quem já viveu o suficiente pra entender e ensinar sobre o amor e a vida.
Opinião:
Danielle é uma garota que não tem uma vida muito boa, sua mãe é alcoólatra e ela sofre por isso e acabou encontrando um refugio no asilo pela tarde, onde ela se afasta de seus problemas e se diverte com os Idosos, até que um dia ao ver estrelas (Ela adora contar Estrelas) escutou uns barulhos e viu uns garotos fugindo do local do assalto e é nesse momento que ela conhece Thiago um garoto rico e mimado, que estuda na mesma escola que ela e faz de tudo para chamar a atenção.
Até esse ponto os dois nunca tinha conversado até que ela da a ideia de ele fazer seu serviço comunitário no Asilo onde trabalha, mas o garoto vai contra gosto e ainda mal trata a coitada da Danielle e chegou a fazer algo ruim "não diretamente a ele, mas que mesmo assim a machucaria."
No Asilo Thiago conhece vários Idosos amáveis e logo pega carinho por ele e ainda começa a conversar bastante com um Idoso chamado Carlos e que é apaixonada por Rosa (coitado do Carlos).
Como eles vão passando muito tempo junto, começa a desenvolver sentimentos um pelo outro, mas demoram um pouco para perceber. 
Thiago começa a mudar e se afasta de alguns dos seus amigos, até sua família percebe sua mudança, mas nem tudo é flores para ele, pois um parente dele fica doente. 

" Ela dizia que o brilho das estrelas só parecia pouco pra que não tinha luz nenhuma dentro de si"

[Dorama] Hotel King:

Título: Hotel King
Episódios: 32
Pais de Origem: Coreia do Sul
Dorama Online Legendado: Viki


Sinopse: Um homem com um passado doloroso e uma herdeira que levou uma vida protegida devem trabalhar juntos para enfrentar seu passado e lutar por um futuro melhor. Cha Jae Wan ( Lee Dong Wook ) carrega uma bagagem emocional depois de ter sido abandonado pelo pai quando criança, mas cresce para se tornar o gestor de sucesso do Hotel Ciel , o único hotel de 7 estrelas na Coréia. Ah Mo Ne ( Lee Hae ) , a filha do proprietário do hotel, tem vivido uma vida de privilégio e conforto, mas se depara com a necessidade de salvar hotéis da família de uma crise súbita. O porteiro do hotel, Sun Woo Hyun (Im Seul Ong ) , se choca com Jae Wan sobre maneiras de economizar o hotel e concorre para o coração de Mo Ne, enquanto Song Chae Kyung (Wang Ji Hye ) , o gerente do restaurante do hotel e Jae Wan ex -namorada , complica as coisas . Pode Jae Wan e Mo Ne ganhar a batalha para a sua amada hotel e seus sentimentos pessoais ? " Hotel King " é um 2014 sul-coreano série de drama dirigido por Kim Dae Jin .

Opinião:
Faz um tempinho que era para ter comentado sobre esse dorama aqui, mas fiquei enrolando.
Jae Wan é um homem que cresceu acreditando que era filho do dono do Hotel Ciel. Quando Criança ele matou um homem (ou pensa) e o Joong-Goo fez acreditar que era verdade, ele criou Jae Wan sem carinho e com uma obceção pelo hotel e com um sentimento de ódio. Quando cresceu ele foi trabalhar no Ciel, mas sempre escondeu sua ligação com Joong-Goo que era um dos Grandes na empresa. Jae Wan trabalhou perfeitamente e rigorosamente até que o homem que ele acreditava ser seu pai morreu e a filha dele apareceu para assumir o hotel.
Ah Mo-Ne é uma mulher temperamental e um pouco doidinha, ela chega para assumir a empresa do Pai dela, mesmo não estando tão preparada, ela faz amizade logo de cara com um dos funcionários do hotel Sun Woo-Hyun e ele sempre está pronto para ajuda-lá. Ela nunca perde a chance de perturbar o Jae Wan, como pode se imaginar ela acaba se apaixonando por ele, mas ele tenta se manter longe, pois também tem sentimentos por ela, mas acha que ela é a sua irmã por conta de uma mentira. 
Jae Wan nunca teve coragem de contradizer o Lee Joong-Goo, mas isso começa a mudar quando as mentirar começa a cair e ele ainda está disposto a ajudar a Mo-ne mesmo muitos tentando derrubar e sabotar o Ciel. Mas eles são forte e não vão desistir do hotel.
Também tem a Baek Mi-Nyeo que era amiga do dono do Hotel e trabalhava lá, ela também queria destruir o Hotel e principalmente o Lee Joong-Goo que acabou com a vida dela, que a fez perder o filho único dela. Ela é uma mulher forte e não se deixa abalar.

[Resenha] Questões do Coração:

Título: Questões do Coração
Autora: Emily Giffin
Páginas: 440
Skoob: Link

Sinopse:  Tessa Russo é mãe de duas crianças e esposa de um renomado cirurgião pediatra. Apesar dos avisos de sua mãe, Tessa recentemente abriu mão de sua carreira pra se focar na família e na busca da felicidade doméstica. Ela parece destinada a viver uma boa vida. Valerie Anderson é advogada e mãe solteira de Charlie que tem apenas 6 anos e nunca conheceu o pai. Depois de muitas decepções, ela desistiu do amor - e até mesmo das amizades - acreditando que é sempre mais seguro não ter muitas expectativas. Embora as duas mulheres vivam no mesmo subúrbio de Boston, elas tem muito pouco em comum além do amor pelos filhos. Mas numa noite, um trágico acidente faz suas vidas se encontrarem de um jeito inesperado. Em uma história alternativa e com vários pontos de vista, Emily Giffin nos emociona com um livro luminoso em que boas pessoas são pegas em circustâncias insustentáveis. Cada um sendo testado de maneiras que nunca pensaram ser possível. E cada um deles descobrindo o que realmente importa.
Opinião:
Ganhei esse livro de aniversário do meu irmão, fui eu que escolhi como já fazia um tempinho que eu queria ele. Mas tive uma relação de amor e ódio com esse livros, necessariamente com dois personagens desse livro.
Tessa é casada com um cirurgião pediatra e tem dois filhos com ele, mas o relacionamento deles anda diferente, Nick até esqueceu trocar de turno no dia do seu aniversário de casamento, Sara começa a sentir ele distante e se preocupa com ele, parece que Nick não quer ficar mais em casa e sempre está no Hospital.
Valerie é mãe solteira e advogada, ela não tem uma vida social, nem amigos e nem se preocupa em ser simpática com outras pessoas, muito fechada. Seu filho sofre um acidente e vai parar no Hospital e ela fica muito amiga de nick e seu filho também.
Vou começar pela personagem que não gostei a Valerie, eu achei ela uma mulher muito irritante e que não sabe perdoar e só vê apenas seu lado. Ela começa a se apaixonar pelo Nick e isso me irrita muito, pois ela sabe que ele é casado e que tem dois filhos, mas continua se aproximando e o filho dela acaba se apegando ao Nick que chama ele até em momentos íntimos como buscar na escola depois de uma briga e a Valerie em vezes de se afastar aceita a presença de Nick na sua casa, já que o Nick não quer estar em sua casa e perto dos seus filhos e isso não é justo para ninguém, Charlie só tem seis anos e se apega muio ao seu médico chegando ao ponto de querer que ele seja seu Pai. Tinha hora que queria tirar a Valerie das páginas do livro e dar uns tapas nela, pois merece. Ambos sabem que é errado, mas continuam a se ver. O Nick mesmo passa mais tempo com Charlie do que com os seus próprios filhos, até em festas que envolve o pai levar os filhos para pedir doces ele prefere ficar com o Charlie.  
Para que dizia que pensava no filho errou muito ao deixar ele se apegar ao Nick, ela foi daqueles personagens que já não gostei logo de cara e sabia que não ia sair coisa boa disso.

“Há um sofrimento maior quando nos decepcionamos constantemente do que quando só existe um vazio."
“A vida não é divertida o tempo todo e quase nunca é fácil.” 

Denise Crivelli, 27 anos, sul-mato-grossense, formada em Publicidade e estudante de Administração, viciada em livros, doramas e séries.

Facebook

Facebook

Busca

Arquivos

Seguidores

Populares

Tecnologia do Blogger.