Resenha | O Príncipe dos Canalhas (Canalhas #1) - Loretta Chase:

Título: O Príncipe dos Canalhas 
Autora: Loretta Chase
Páginas: 288
Nota: 5/5
Skoob: Link

Sinopse: Sebastian Ballister é o grande e perigoso marquês de Dain, conhecido como lorde Belzebu: um homem com quem nenhuma dama respeitável deseja qualquer tipo de compromisso. Rejeitado pelo pai e humilhado pelos colegas de escola, ele nunca fez sucesso com as mulheres. E, a bem da verdade, está determinado a continuar desfrutando de sua vida depravada e pecadora, livre dos olhares traiçoeiros da conservadora sociedade parisiense. Até que um dia ele conhece Jessica Trent... Acostumado à repulsa das pessoas, Dain fica confuso ao deparar com aquela mulher tão independente e segura de si. Recém-chegada a Paris, sua única intenção é resgatar o irmão Bertie da má influência do arrogante lorde Belzebu. Liberal para sua época, Jessica não se deixa abater por escândalos e pelos tabus impostos pela sociedade muito menos pela ameaça do diabo em pessoa. O que nenhum dos dois poderia imaginar é que esse encontro seria capaz de despertar em Dain sentimentos há muito esquecidos. Tampouco que a inteligência e a virilidade dele pudessem desviar Jessica de seu caminho. Agora, com ambas as reputações na boca dos fofoqueiros e nas mãos dos apostadores, os dois começam um jogo de gato e rato recheado de intrigas, equívocos, armadilhas, paixões e desejos ardentes.

Opinião:
Conheçam a história do Belzebu da Sociedade, é assim que Lorde  Dain é conhecido, um homem considera feio, que coloca medo em muitos ainda mais por ser rico e poderoso, mas ele não tem vontade de se entregar ao amor, quando quer ter prazer paga uma prostituta que resolve suas necessidades sem laços afetivos. Só que ele não esperava que um furacão chamado Jessica Trentt aparece-se em sua vida, ela é a irmã de um dos homens que segue Dain e que acredita que o Lorde desgraçou a vida de seu irmão.  
O interesse foi a primeira vista, mas ambos fizeram um bom trabalho em manter as observações só em pensamento, incluindo Jessica que realizou uma bela inspeção no lorde. Toda vez que se encontravam acabavam discutindo, ainda mais por Jessica não levar desafora para casa e olha que fiquei chocada com uma cena que não imaginei que ela seria capaz de tanta frieza, mas ao mesmo tempo serviu para chamar ainda mais atenção do Lorde Dain. Os dois começaram um jogo de sedução perigosa, que poderia manchar a reputação de ambos, de um lado ele que tem fama de não sair com damas da sociedade e ela por estar próxima do Lorde depravado. 
Gente e como não adorar a Jessica, ela não se deixou abalar e quando algo não a agradava ela era sincera e falava com ele, não ficava se remoendo calada como algumas personagens de livros desse gênero, destemida e inteligente sabe o que quer e também entende que quem precisa ganhar confiança por estar em um relacionamento é Dain e não ela. Jessica tem a opinião forte e quer ser escutada e se precisar entrar em uma briga para defender o quem ama, ela não pensaria nem duas vezes. Uma das melhores protagonistas de romances desse gênero.
Bom agora Dain, não vou mentir ele tem alguns pensamentos machistas que da para relevar por conta da época que o livro se passa, ele foi me conquistando aos poucos, porque claramente era o que mais estava sofrendo por ter se apaixonado, mas também era teimoso, o bom foi o que o personagem deu uma amolecida na história e eram um casal que eram direto um com o outro evitando conflitos maiores, mas um pouco da enrolação que aconteceu foi por conta dele, mas no final as coisas se ajeitaram. Ele até tentava não fazer o que a Jessica queria, mas acaba sedendo.

Confesso que tentei ler ele em 2018, mas não consegui passar do prólogo e deixei de lado, resolvi dar uma nova chance e quase abandonei, o prólogo que achei chato e é  quase um capitulo, mas me esforcei e passei dele e cheguei oficialmente na história e simplesmente adorei a leitura e fiquei viciada, pena que o livro chegou ao fim até bateu uma tristeza. 
Foi o primeiro livro que li da autora e já quero ler outros dela que já foram publicados por aqui, achei a escrita envolvente e fiquei imersa na leitura e olha que passei quase duas semanas sem conseguir realizar uma leitura.
Consegui O príncipe dos Canalhas através de uma troca do skoob e fiquei com ele por um tempinho na estante, como ele estava no meu poste de livros encalhados resolvi ler ele como a primeira leitura Oficial do ano, já que tem um outro livro que comecei em 2018 e terminei em 2019.
"Ela era possessiva... em relação a ele. Aquela criatura linda e louca – ou cega e surda – anunciara isso com a mesma frieza com a qual alguém pedia para passar o saleiro, e sem perceber que o eixo da Terra havia acabado de virar de cabeça para baixo. "
“Ah, você está familiarizada com minha reputação, não é, senhorita Trent? Dain perguntou. Oh, sim. Você é o pior homem que já viveu. E você come criancinhas no café da manhã, ou isso é o que suas babás lhes dizem quando elas são malcriadas.” 
“Eu amo esses apelidos carinhosos”, disse ela, olhando diretamente em seus olhos, “Tola. Insensata. Megera. Como eles fazem meu coração palpitar! “



Que tal uma dica ? #9:

Hey pessoal, hoje tem dicas para vocês. O livro é a música escolhida tem a cara do verão,  nem tenho muito o que comentar com vocês, só que está muito calor aqui e eu estou derretendo, saudades do frio.



Livro/E-book: Um Verão na Itália

Sinopse: Férias de verão gratuitas em uma bela villa na Itália. A condição? Dividir a casa com seu maior inimigo... O primeiro volume da série As irmãs Shakespeare. Cesca Shakespeare chegou ao fundo do poço. Depois de escrever uma peça de teatro premiada que acabou em desastre, o bloqueio criativo se instalou, sem previsão de ir embora. Seis anos mais tarde, ela acabou de perder mais um emprego pavoroso e está prestes a ser despejada de seu apartamento. Pior ainda, suas irmãs não fazem ideia de como sua vida vai mal.  Assim, quando seu padrinho lhe arruma uma temporada de verão em uma bela villa italiana, sem ter de pagar nada por isso, Cesca concorda, meio a contragosto, em ir para lá e tentar escrever uma nova peça. Isto é, antes de descobrir que a casa pertence a seu arqui-inimigo, Sam Carlton.  Tendo acabado de ver seu nome em todas as manchetes pelas razões erradas ― mais uma vez ―, o galã de Hollywood Sam Carlton precisa de um lugar para se esconder. Que opção melhor do que a linda villa desocupada de sua família à beira do Lago Como? Só que, quando ele chega, descobre que a casa não está tão desocupada quanto ele esperava. Ao longo do quente verão italiano, Cesca e Sam terão de confrontar o passado. E o que começa como uma hesitante amizade rapidamente se torna uma atração intensa ― e depois uma aventura ardente. Uma coisa é certa: este será um verão abrasador... Esta é a nova e deliciosa série da autora best-seller Carrie Elks. Você vai conhecer a família Shakespeare: quatro irmãs, quatro histórias... quatro maneiras de encontrar o amor verdadeiro.

Um livro leve, gosto de se ler e a cara do verão, a personagem principal passou por um grande bloqueio criativo depois do que aconteceu com a sua peça quando tinha 19 anos e um dos culpados era o Sam, creio que ela tinha que redirecionar a culpa para alguém para sentir um peso menor,

Resenha | Um Dia em Dezembro - Josie Silver:

Titulo: Um Dia em Dezembro
Autora: Josie Silver
Páginas: 392
Nota: 4/5
Skoob: Link

Sinopse: Uma história de amor inesquecível, comovente e emocionante; para fãs de Jojo Moyes e David Nicholls. Laurie não acredita em amor à primeira vista. Afinal de contas, a vida não é a cena de um filme romântico. Mas, então, em uma manhã de dezembro fria e com neve, o ônibus de dois andares em que voltava para casa para em um ponto. Ao olhar para baixo, ela o vê. Por um segundo transcendental, seus olhos se encontram... e então o ônibus começa a andar. Depois de muitos meses com a esperança de cruzar novamente com ele, Laurie acha que nunca mais verá o garoto do ônibus.  No entanto, um ano depois, em uma festa de Natal, sua melhor amiga, Sarah, apresenta o novo namorado, o grande amor de sua vida. Para seu profundo desespero e surpresa, ele é ninguém menos que o garoto do ônibus. Determinada a esquecê-lo, Laurie segue com sua vida. Mas e se o destino tiver outros planos?

Opinião:
Amor a primeira vista, é isso que acontece com Laurie uma jovem que estava voltando do trabalho que odeia e olhando pela janela quando seu olha encontra o olhar de um jovem em um banco, parece que ele sentiu o mesmo, mas o ônibus seguiu e nenhum deles tomou uma atitude. Bom ela passa a procurar esse rapaz do ponto de ônibus em todos os lugares, inclusive sua amiga Sarah já está cansada de escutar a descrição dele e pensa que podem reconhecer o moço que sua amiga sentiu algo em qualquer lugar, mas não é bem isso que acaba acontecendo e eis que Sarah encontra o rapaz que ficamos sabendo que se chama Jack e começa a namorar ele, Laurie sabe quem é ele, além disso Jack também sabe que ela é a garota do ônibus. 
Então no inicio ficou aquele desconforto entre eles, pois claramente existia uma atração entre os dois, mas conforme os anos foram passando ambos empurraram os sentimentos para o fundo do baú e  vida deles foi seguindo, onde os três eram próximos, mas Laurie tentou seguir sua vida e resolveu dar uma nova chance ao seu coração, enquanto isso o relacionamento de Jack desmoronava e claramente por conta de Laurie ter encontrado um novo amor. Eles tiveram que aprender a viver apenas como amigos.
"Para os espectadores, deve ter parecido um filme mudo de sessenta segundos digno de um Oscar. De agora em diante, se alguém me perguntar se já me apaixonei à primeira vista, a resposta será que sim, por um glorioso minuto em 21 de dezembro de 2008."
Um dia em Dezembro é uma história envolvente, onde acompanhamos os personagens no decorrer de anos, iniciando-se em 2008, nesse tempo além do romance vimos os personagens amadurece, bom alguns deles, pois Jack em muitos momentos se comportou como um adolescente. Vimos Laurie esconder seu sentimentos, pois sua amiga estava feliz e era o que importava.
Eu gostei da amizade da Laurie e de Sarah apesar de algumas coisas que a primeira fez questão de escolher, já Jack senti um misto de sentimentos, tinha ora que torcia para ele e Laurie, mas também tinha a pobre da Sarah na qual foi tratada sem importância nenhuma pelo Jack quando o relacionamento já estava por um fio. 
O novo "amor " de Laurie também no começo era flores, mas ai queria fazer escolhas por ela e ainda tinha aquela sogra insuportável que mulher chata, ainda bem que aparece pouco.
Voltando a Laurie e ao Jack, eles não estavam preparados no inicio para viverem um romance, precisavam se encontrar primeiro, o que levou mais tempo para ele.

Pode conter Spoiler : eu claramente preferia que a Laurie tivesse terminando sozinha, do que nos braços de Jack, pois a jornada deles foi muito grande e mesmo depois de tanto tempo penso que ainda não estavam preparados para estarem realmente juntos.

Bom apesar de ter me estressado um pouco com o protagonista masculino, eu curti a história, achei a escrita da autora envolvente e leria mais livros dela. Uma história que envolve natal, metas para o ano novo. Queria ter terminado em dezembro, mas só terminei no primeiro diz de Janeiro. É aquele tipo de livro que vimos os protagonistas tomarem rumos diferentes, até poderem estar juntos em um relacionamento.

"Tomara que um dia eu consiga parar de lutar contra essa necessidade específica, que isso deixe de ser importante ou relevante para mim. Estou me esforçando."
"Merda. Por que não me inspirei no infeliz do filme e escreve alguma coisa pra lhe mostrar? Eu podia ter feito isso. Podia ter escrito o número do meu celular na janela úmida. Podia ter aberto uma fresta e gritado meu nome e endereço ou alguma coisa assim. Há um monte de coisas que eu podia e devia ter feito; porém, na hora, nada me ocorreu. porque parecia impossível desgrudar meus olhos dele."


Denise Crivelli, 27 anos, sul-mato-grossense, formada em Publicidade e estudante de Administração, viciada em livros, doramas e séries.

Facebook

Facebook

Busca

Arquivos

Seguidores

Populares

Tecnologia do Blogger.