Quotes da Semana:

Hey pessoal, o poste de hoje também tem quotes de livros que li e não resenha, no caso só de dois livros. To querendo mudar meu layout mês que vem, vocês sabem algum site, pessoa que venda layout por um preço razoável e que seja bonito? aceito dicas nos comentários. 
Esse fim de semana nem fiz as resenhas, mas em breve terá um novo sorteio do desapego e um sorteio de natal em parceria com outros blogs.

"O problema é que seus pais sempre foram muito egoístas. Calor, eles o haviam criado, pagado seus estudos, comprado seu primeiro apartamento, mas, quando o que estava em jogo era o que realmente importava, eles sempre o desapontavam. (Asiáticos Podres de Ricos - Kevin Kwan)"
“Tremeu levemente de medo. O temor sempre fizera parte da vida das pessoas. Por causa do medo, elas construíam abrigos, buscavam comida e plantavam hortas. Pelo mesmo motivo, armazenavam armas, precavidas. Havia o medo do frio, da doença, da fome, das feras. E foi o medo que a impulsionou naquele momento, apoiada em seu cajado. Ela lançou um último olhar para o corpo sem vida que um dia abrigara sua mãe e perguntou-se aonde poderia ir. (A Escolhida -  Lois Lowry)
"Não sou muito bom com discursos motivacionais de improviso - digo a ela. - Às vezes, à noite, reescrevo conversas que tive durante o dia, mas as altero para que reflitam o que eu queria ter dito no momento. Então, espero que você saiba que esta noite, quando eu colocar esta conversa no papel, vou dizer alguma coisa bonita e isso vai fazer você se sentir muito bem com a sua vida. (Novembro 9 - Colleen Hoover)"
 "Às vezes se permitia imaginar como seria se encontrasse de fato o tal amor das histórias de que ouvira falar. Aquele que transforma o mais impenetrável dos homens e os altera de tal modo, sem reversão.(O Enlace Do Duque De Rescot  - Amy Campbell)"
"Não precisamos ser definidos pelas ações que fizemos ou que deixamos de fazer no passado. Algumas pessoas se deixam controlar pelo arrependimento. Talvez seja um arrependimento justo, talvez não. É só alguma coisa que aconteceu. Supere.( Eu Sou o Número Quatro - Pittacus Lore)" 
"As pessoas compreendem a linguagem do coração, mesmo que a cabeça nem sempre consiga.( Uma Proposta e Nada Mais -  Mary Balogh)"
“Eu era uma pessoa nova em um mundo igual, o que era muito mais difícil do que ser uma pessoa igual em um mundo novo. As pessoas acreditavam me conhecer, mas não conheciam.(  A Redenção - Lisa Kleypas) "

Música | Playlist da semana #137:

Hey pessoal, tudo bom com vocês? espero que sim. Em breve minhas aulas acabam, então vou conseguir me dedicar um pouco mais ao blog, pelo menos nessas férias, tenho 3 matérias que até dia 29/11 acabam e depois ficam restando só duas. Tenho poste que quero fazer, como dicas de novas séries que estou assistindo, mas que acabei adiando, pois quando chega final de semana eu fico querendo só assistir e ler, para poder relaxar. 

TAG | Conhecendo o meu acervo

Hey pessoal!, vi essa TAG conhecendo o meu acervo no blog Galaxia dos Desejos e achei interessante para postar aqui, já que faz um tempo que não trago nenhuma TAG para o blog. Espero que curtam as respostas.

1- Qual a lombada mais chamativa do seu acervo de livros?
A lombada do livro A mais pura verdade, que é um verde limão que chama bastante atenção entre os outros livros.  Não estava afim de tirar foto da lombada, mas a capa possui detalhes da cor da lombada.


2- Quantos livros o seu acervo possui?
Segundo o Skoob é 259, mas não confio muito não para ser sincera, pois tem livros que eu esqueço de marcar e só percebo isso quando pego para ler.  Como eu sempre troco livros ou dou alguns ai sempre me mantenho mais ou menos nessa margem de livros.

Resenha | Surpreendente! - Maurício Gomyde:

Título: Surpreendente!
Autor: Maurício Gomyde
Páginas: 272
Nota: 4,5
Skoob: Link

Sinopse: Pedro Diniz tem um desafio e um problema pela frente. O desafio: filmar um roteiro magnífico capaz de surpreender o público e conquistar o prêmio mais importante do cinema brasileiro. O problema: não ter a menor ideia de como fazer isso. Aos 25 anos, recém-formado, Pedro está convencido de que é um sujeito muito especial, que tem a missão de usar o cinema como instrumento para melhorar o mundo. Diagnosticado na adolescência com uma doença degenerativa que o condenaria à cegueira, ele contraria a lógica da medicina quando a perda de sua visão estaciona de forma inexplicável. Enquanto comanda o último cineclube de São Paulo e trabalha em uma videolocadora na periferia, Pedro planeja seu próximo filme - a obra que vai consagrá-lo. E, para animar as coisas, conhece a intrigante Cristal, uma ruivinha decidida, garçonete e estudante de física nuclear, que mexe com seu coração. A perspectiva idealista de Pedro, porém, sofre sérios abalos. Atormentado por um segredo, ele parte com os amigos Fit, Mayla e Cristal numa longa viagem até Pirenópolis, em Goiás, a bordo de um Opala envenenado. Com câmeras nas mãos e espírito de aventura, a equipe técnica improvisada está disposta a usar toda a sua criatividade na filmagem, feita na estrada ao sabor de encontros inesperados e de sentimentos imprevisíveis. E o jovem cineasta descobre que, quando o destino foge do script, nada supera o apoio de grandes amigos.

Opinião:
Faz dias que li Surpreendente, mas acabei enrolando para escrever essa resenha. Bom então vamos conhecer mais um pouco da história.
Na história conhecemos Pedro Diniz, que é considerado um milagre, ele estava ficando cego, mas o problema estagnou na juventude dando a chance de Pedro lutar pelo seu maior sonho, que é tornar-se um grande cineastras. Ele é apaixonado por cinema, principalmente os clássicos e pensa que pode mudar a vida de uma pessoa através dos filmes,  luta para manter vivo o último cine da cidade, mas sem sucesso, restando apenas a vídeo locadora que trabalha em um bairro distante. 
Porém quando tudo está indo bem demais acontece uma grande reviravolta na vida de Pedro, consequência de duas brigas da qual ele participou, mas que acabou trazendo desespero, medo. Pode-se dizer que a vida dele estava desmoronando, seus pais estavam passando por uma crise, o seu maior medo acontece, a doença avançou e ele estaria cego em pouco tempo, em um primeiro momento Pedro se fechou, não queria falar com seus Pais e nem com o seu melhor amigo. 
Como segredos não duram para sempre, Fit descobriu o que estava acontecendo, convencendo o seu melhor amigo a gravar o melhor filme de sua vida, nisso os dois embarcam em uma viagem de carro, com uma surpresa programada por Fit, onde eles teriam a companhia de duas belas garotas, as outras amigas de Pedro que não sabiam o que estava acontecendo, elas se chamam Mayla e Cristal.
Juntos Pedro, Fit, Mayla e Cristal embarcam em uma viagem sem rumo, sendo guiados apenas pelo instinto, onde Pedro está em busca de imagens, guardas as últimas imagens e respostas, incluindo uma que ele provavelmente gostaria de esquecer, mas como disse no inicio segredos não duram para sempre.

Surpreendente! foi a primeira experiência que tive com um livro do autor e fico feliz que ela tenha sido positiva, o autor tem uma escrita gostosa e envolvente e o livro mostra a importância de darmos valor as pequenas coisas, como uma cor. Ao receber a noticia que estava perdendo o que era mais importante "a visão",  Pedro se fechou e quase cometeu uma loucura durante a viagem, sorte que ele tem bons amigos, pois teve vários momentos que o protagonista se comportou como um verdadeiro Babaca, principalmente com a Cristal, seu interesse amoroso que na minha opinião tinha que ter dado um gelo daquele no Pedro, fora isso a história possui alguns momentos emocionantes e de tensão, além de mostrar a importância da amizade e de ter o apoio de quem se ama.
Enfim eu curtiu a história, e tenho interesse em futuramente ler outros livros do autor.

“Nossa vida é feita de um monte de momentos esquecíveis, entremeados por pouquíssimos inesquecíveis. Por que não darmos a nós mesmos o presente de tentar viver um inesquecível?”
"—A maior canção de todos os tempos é o som da sua voz e o silêncio da sua respiração, menina. Toda vez que eu puder sentir sua presença, ou todas as vezes que estiver longe e puder me lembrar de você lá na cachoeira dizendo 'confia em mim', nada vai me deixar triste."
“Meu destino está ligado àquele lugar. Se eu conseguir convencer um jovem da periferia a alugar um clássico, e depois ele me contar algo surpreendente sobre o filme, terei cumprido minha missão na Terra” 

Quotes da Semana:

Hey pessoal, mais um poste de quotes, desses ai o único que tem resenha no blog é Sete Minutos Depois da Meia-Noite, os outros já li também, mas não escrevi a resenha ainda, ando com preguiça de escrever resenha confesso, ando mentalmente cansada, nem estuda mais estou aguentando, mas até o fim do mês acaba a maioria das matérias da faculdade.
"Mas o que é um sonho, Conor O'Malley? - perguntou o monstro, abaixando-se para que seu rosto ficasse próximo ao do menino. - Quem pode dizer que a vida real que não é um sonho?" (Sete Minutos Depois da Meia-Noite - Patrick Ness)
"Aqui começa o maior filme de todos os tempos sobre as chances que o mundo coloca na vida das pessoas. Que as lições sejam aprendidas e voltemos milhões de vezes melhores do que partimos. Apenas os fortes sobrevivem, porque, mesmo a estrada sendo longa, já dizia o velho poeta: Quem tem um porquê, enfrenta qualquer como." (Surpreendente - Maurício Gomyde) 
"Porque somos amigos. E se uma pessoa passar toda a existência sem fazer algo realmente excepcional por um amigo, a vida não terá valido a pena." (Surpreendente - Maurício Gomyde) 
"Às vezes, as pessoas entram na sua vida e, de repente, você não sabe como foi capaz de viver sem elas antes. E já não consegue entender como vivia a vida, saía com os amigos e dormia com outras pessoas sem ter essa pessoa importante na sua vida." (O Acordo - Elle Kennedy) 
"Pare. Agora. A voz é da minha consciência, tentando me impedir de cometer um grave erro. Então, por que não a ouço? Por que não consigo...?" (O Erro- Elle Kennedy) 
"Mas sabe qual é a pior coisa da esperança? Com muita frequência ela leva à decepção."(O Jogo - Elle Kennedy) 
" E Meu objetivo, um dia, foi ter sucesso. Não tinha percebido que o sucesso não estava em diplomas bolsas ou realizações, mas nas pessoas que tive a sorte de encontrar na vida. [...] Porque o amor é a conquista mais importante. Não é algo que eu tenha buscado, mas que tive sorte, muita sorte, de alcançar."(A Conquista - Elle Kennedy) 

Música | Playlist da semana #136:

Hey pessoal, a playlist de hoje está 90% K-Pop, espero que curtem, to aqui morrendo de tanto calor preciso fazer duas listas de exercícios, mas o calor não deixa, na verdade não da pra fazer nada de tanto desanimo.

Resenha | Sete Minutos Depois da Meia-Noite - Patrick Ness :

Título: Sete Minutos Depois da Meia-Noite 
Autor: Patrick Ness 
Páginas: 160
Nota: 4,5/5
Skoob: Link

Sinopse: Conor é um garoto de 13 anos e está com muitos problemas na vida. A mãe dele está muito doente, passando por tratamentos rigorosos. Os colegas da escola agem como se ele fosse invisível, exceto por Harry e seus amigos que o provocam diariamente. A avó de Conor, que não é como as outras avós, está chegando para uma longa estadia. E, além do pesadelo terrível que o faz acordar em desespero todas as noites, às 00h07 ele recebe a visita de um monstro que conta histórias sem sentido. O monstro vive na Terra há muito tempo, é grandioso e selvagem, mas Conor não teme a aparência dele. Na verdade, ele teme o que o monstro quer, uma coisa muito frágil e perigosa. O monstro quer a verdade.  Baseado na ideia de Siobhan Dowd, Sete minutos depois da meia-noite é um livro em que fantasia e realidade se misturam. Ele nos fala dos sentimentos de perda, medo e solidão e também da coragem e da compaixão necessárias para ultrapassá-los.
Opinião:
Nesse livro conhecemos um garoto chamado Conor, na qual sua mãe está doente, então ele aprendeu a se virar sozinho, como fazer seu próprio café, um garoto sem amigos e que sempre sofria ataques de alguns alunos de sua turma, mas Conor aceitava esses ataques como uma punição, que entendemos essa punição que ele procura/aceita mais para frente. Mesmo solitário e tendo que se virar para ajudar a sua mãe o garoto tem uma rotina padrão e com a chegada da sua avó querendo levar ele para a sua casa alguns dias ela acaba meio que sendo quebrada.
Ele começa a receber a visita de um monstro que também é a árvore de teixo, essas visitas sempre acontece às 00h07 , o mostro falou que iria contar três história e que a última e quarta história que seria contada pelo Conor seria a verdadeira história.
Sete Minutos Depois da Meia-Noite é uma história rápida de se ler, mas que ainda possui um certo mistério a respeito de o porque o mostro apareceu  e também sobre o que ele quer que Conor conte. Percebi que a quarta história seria um desabafo do garoto que tinha vergonha de ter certos pensamentos que também estavam tirando seu sono e trazendo pesadelos. Por conta de seus pensamentos ele sentia que deveria ser punido e por isso nunca fazia nada contra os ataques que recebia.
Ele era Solitário como falei antes, sempre tetando demostrar que estava bem sendo que não estava, foi possível sentir a tristeza e a dor do personagem, apesar da história ser tratada com simplicidade e leveza, é uma ótima história. O mostro da árvore de Teixo aparece quando o garoto precisa, é uma forma de Conor desabafar sobre seus sentimentos sem ser criticado, além disso é uma forma dele refletir através das histórias contadas pelo monstro, inclinável a história fala de pessoas que fizeram o mal sem ser mal, fizeram sacrifícios pelo bem de outros, além de trazer reflexão era uma questão de preparar Conor e faze-lo entender seus sentimentos e trazer a tona, pois são sentimentos/pensamentos que o está afastando de outras pessoas, inclusive de sua felicidade.
Esse é um livro com poucas páginas, mas com profundidade, uma história que pode ser lida em apenas um dia. Sei que existe um filme baseado no livro, mas ainda não assisti, porém depois de realizar a leitura e ciente das mudanças estou bem curiosa para conferir o filme.
Estou desacostumada a escrever resenhas e nenhuma que ando escrevendo anda agradado, porém por agora é o que tem, espero que vocês entendam,  por conta do final da faculdade, quando chega fim de semana não dá vontade de fazer nada.

"Histórias são criaturas selvagens. – afirmou o monstro. – Quando você as solta, quem sabe o que podem causar?"
"Mas o que é um sonho, Conor O'Malley? - perguntou o monstro, abaixando-se para que seu rosto ficasse próximo ao do menino. - Quem pode dizer que a vida real que não é um sonho?"


Denise Crivelli, 27 anos, sul-mato-grossense, formada em Publicidade e estudante de Administração, viciada em livros, doramas e séries.

Facebook

Sorteio

Facebook

Busca

Arquivos

Seguidores

Populares

Tecnologia do Blogger.