Música | Playlist da semana #57:

Hey pessoal, demorei para postar a playlist de hoje, a minha vida anda tão corrida,trabalho,faculdade, não to tendo tempo nem para viver direito. To aproveitando o final de semana e vejo os clips novos, séries, doramas e tudo o que conseguir.

Filme | Maximum Ride:

Título: Maximum Ride
Duração: 88 min
Ano: 2016
Gênero: Ação, Aventura

Sinopse:  Max (Allie Marie Evans), Fang (Patrick Johnson), Iggy (Zayne Emory), Nudge (Tetona Jackson), Gazzy (Gavin Lewis) e Angel (Lyliana Wray) são seis crianção que não são pessoas comuns, eles são seres humanas especials, que tiverem seu DNA geneticamente modificado. Eles receberam 2% do DNA  de pássaros e conseguem voar. Com a ajuda de um cuidador, eles escapam do laboratória, que chama de A Escola. Eles voam pelos EUA à procura de suas origens e se escondem nas montanhas, até que os guardas da escola capturam Angel e eles precisam retornar para recuperá-lo.



Opinião:
Pessoal quase nem falo de filme aqui né? eu assisto vários mais fico com preguiça de escrever, fora que são filmes que sempre vejo reviw por ai, visitando um site me deparei com esse que é adaptação de um livro que ainda não li, mas o primeiro já foi publicado por aqui, bom eu acho que é o primeiro.
Logo no começo vimos um homem fugindo com vários jovens de um lugar misteriosos, jovens que ficavam em gaiolas. 
Esses jovens acabam crescendo isolados em uma casa já que são especiais, os três mais velhos possuem asas, os mais novos ainda não desenvolveram elas, mas alguns são mega fortes, outro sabe manipular bomba,  outro fala pelo pensamentos, são jovens diferentes e que se escondem de uma organização, onde possuem pessoas atrás deles.
Apesar das  briguinhas e das tensões dos mais novos quererem ter uma vida normal e aproveitar e visitar cidades, eles são unidos e se preocupam uns com os outros, afinal são como uma família e não possuem mais ninguém para se apoiar.  Eles são preocupados com a falta de dinheiro  e de comida que poderão ter depois de algum tempo e também com medo dos rastreadores [ nem lembro se é isso] encontrarem eles.
O inevitável acaba acontecendo e uma das crianças acaba sendo capturada e os jovens precisam sair da sua zona de conforto para salvar quem é importante.
O grupo tem aquele extinto protetor e os mais novos precisam obedecer os mais velhos, mesmo eles ainda sendo jovens, bom eles precisam sair sem ficar revelando o que podem fazer.


Então esse não é um grande filme, mas eu achei legalzinho porque comecei assistir em um dia que estava com tédio e o filme preencheu o meu tempo, ainda tem algum mistério a respeito de quem está por trás dessa modificação de DNA que parece ser alguém importante.  Me interessei porque vi que era adaptação de um livro, o final ficou em aberto dando a impressão de uma continuação e eu não sei se vai acontecer. Os efeitos do filme eu não achei tosco, mas como não sou profissional do assunto, estão comentando apenas a minha visão, mas como eu disse é um filme até que intensante.
Trailer:



Divulgação | Antologia Aliens:


Sonha em publicar com a Young? Então venha fazer parte da nossa antologia. Escreva seu conto até dia 20/02 e participe do processo seletivo. Seu conto pode ser um dos escolhidos para dar vida ao livro Aliens - A Invasão e outros contos. Confira o regulamento e boa sorte! 

Sinopse: Já ouviu falar em extraterrestres? Sabia que o amigo do vizinho do meu irmão foi abduzido no ano passado? É sério! A cidade inteira tem vários casos de abdução. Meu avô diz que fomos escolhidos por algum motivo.  Folls é uma cidadezinha pequena, mas cheia de mistérios, amores e ALIENS?! 

Categorias: Ficção, comédia, romance e suspense. 
Informações importantes: Seja criativo com os personagens e cenários! O tema Aliens deve ser o tema central do conto, assim como o nome da cidade deve ser citado em algum momento da história, que poderá ser em primeira ou terceira pessoa. Lembre-se que o público alvo é de jovens e adolescentes, tome cuidado com cenas inapropriadas. Fuja do comum e inove. Esperamos ver o seu conto selecionado. Boa sorte! 

+ INFORMAÇÃO 




Quotes da Semana

Hey pessoal, mas um poste de quotes, porque sempre é bom ler para vocês conhecerem alguns livros.
"Ninguém nunca diz nada. Não é esse o maior problema de todos? Se todos nos uníssemos (as pessoas por todo o país) e disséssemos Pare, já chega!, toda vez que algo acontecesse, isso não acabaria?" [ Despedaçada - Teri Terry]
"Eu estava presa àquela vida da qual não me lembrava, presa no corpo daquela garota, a tal Samantha Jo Franco, e, quanto mais eu descobria a respeito dela, mais eu começava a detestá-la." [ Não Olhe Para Trás -  Jennifer L.Armentrout]
"A dor é uma coisa muito esquisita; ficamos tão desamparados diante dela. É como uma janela que simplesmente se abre conforme seu próprio capricho. O aposento fica frio e nada podemos fazer senão tremer. Mas abre-se menos cada vez, e menos ainda. E um dia nos espantamos porque ela se foi" [ Memórias de uma Gueixa - Arthur Golden]
"{...} porque as palavras acabam por dar sentido a coisas que não existem." [ Palavras Envenenadas - Maite Carranza]
"Não siga meus conselhos. Ou os de qualquer outra pessoa. Confie em si mesma. Para o bem ou para o mal, na alegria ou na tristeza, a vida é sua. E você sempre foi e sempre será a única a decidir o que fazer com ela." [ O melhor de mim - Nicholas Sparks] 


Resenha | Desconstruindo Una - Una:

Título: Desconstruindo Una
Autora: Una
Páginas: 208
Skoob: Link

* Livro cedido pela editora

Sinopse: West Yorkshire, 1977. Um assassino em série está aterrorizando o pequeno condado inglês, e a polícia encontra dificuldade em resolver o caso – mesmo tendo interrogado o assassino (sem o saber) nada menos que nove vezes. Enquanto a história se desenvolve ao seu redor, Una, então com 12 anos, vivencia uma série de atos violentos pelos quais se culpa. Por meio de um entrelace de imagem e texto, Descontruindo Una examina o significado de se crescer em meio a uma cultura na qual a violência masculina não é punida ou questionada. Com uma retrospectiva de sua vida, Una explora sua experiência e se pergunta se algo realmente mudou, desafiando a cultura que exige que as vítimas de violência paguem por ela.
Opinião:
Hey pessoal, o grupo Gutenberg mandou um e-mail falando que tinha alguns exemplares desse livro disponível e como ainda não tinha lido uma Graphic Novel me interessei por essa e acabei solicitando Ele possui muitas ilustrações lindas, eu vou colocar algumas fotos nesse poste e mostro outras no vídeo de recebidos do mês.
Desconstruindo Una é um livro que se passa entre 1975 e 1981 e é um álbum autobiográfico de Una e pensar que essas coisas descritas realmente aconteceu com ela doí no coração, afinal ela era somente uma criança não sabia de nada e apesar de ter acontecido a mesma coisa depois de adulta ela continuava sem entender  e achava que a culpa era dela, como qualquer vítima.
Essa Graphic Novel fala sobre violência contra mulher e é um assunto que esta tendo tanto destaque hoje em dia, vai ser um pouco dificil escrever sobre ele, mas vou tentar né.
A primeira vez que Una foi abusada sexualmente ela tinha apenas 10 anos de idade, nunca contou nada pra ninguém e a partir dai começou a ter alguns problemas, conforme ela foi crescendo foi abusada novamente quando estava com uma amiga, passou a ser tratada como Vadia [ ela usa no livro essa palavra] e se tornou uma garota fechada, sem amigos e que vivia mergulhada nos livros, ela foi abusada várias vez nunca contou e para ela a culpa era sua e ninguém realmente queria saber o que acontecia de errado com ela. A sua vida desandou passou a ir mal na escola, vivia atenta e passou a ter medo de dormir já que sonhava com alguém rastejando em cima dela e ainda tinha o bullying que sofria de outros jovens de sua idade.
"E ainda assim, ninguém sabia ou imaginava o que tinha acontecido comigo...
De fato Eu não sabia o que tinha acontecido comigo!"

Minhas fotos são péssimas.

Denise Crivelli, 27 anos, sul-mato-grossense, formada em Publicidade e estudante de Administração, viciada em livros, doramas e séries.

Facebook

Facebook

Busca

Arquivos

Seguidores

Populares

Tecnologia do Blogger.