20 de fevereiro de 2018

TOP 5 | Livros com capa preta:

Hey pessoal, a respeito dos top5 desse estilo eu já fiz dois um com capas rosas e outro com capaz azuis, como tenho alguns livros com capa preta essa foi a cor escolhida. Vocês já leram alguns desses?



Sinopse: No primeiro volume da série House of Night, começa com a protagonista Zoey Redbird, que era uma garota comum, de 16 anos, até ser marcada pela Deusa Nyx. Esse mundo é igualzinho o nosso, mas os vampiros existiam desde antigamente e conviviam pacíficamente com humanos até agora. A partir daí, sua vida muda completamente e ela tem que ir morar na House of Night, porque se não, seu corpo pode rejeitar a transformação, e ela irá morrer. Porém, ela era diferente dos outros calouros (vampiros antes de completar a transformação), pois sua marca de lua crescente era completa, e tem uma estranha conexão com a Deusa Nyx. Zoey vai descobrir que mesmo não sendo mais humana, sua vida estará longe de ser fácil, pois terá que aprender a controlar poderes que nem sabia que tinha, mas agora, com novos amigos e uma nova vida a apoiando. O que ela não conta é com um novo inimigo misterioso e poderoso, que está mais próximo do que Zoey imagina.
Esse é o primeiro livro de uma série que antes eram 12, mas a autora resolver lançar o 13, eu li só nove até agora, não vou mentir são muitos livros o que acabou sendo desnecessário,  já passei muita raiva com a protagonista também, mas mesmo assim eu curto e pretendo ler os livros que faltam.




Sinopse: Seus alunos mataram sua filha. Agora ela quer se vingar. O mundo da professora Yuko Moriguchi girava em torno da pequena Manami, uma garotinha de 4 anos apaixonada por coelhinhos. Agora, após um terrível acontecimento que tirou a vida de sua filha, Moriguchi decide pedir demissão. Antes, porém, ela tem uma última lição para seus pupilos. A professora revela que sua filha não foi vítima de um acidente, como se pensava: dois alunos são os culpados. Sua aula derradeira irá desencadear uma trama diabólica de vingança. Narrado em vozes alternadas e com reviravoltas inesperadas, Confissões explora os limites da punição, misturando suspense, drama, desespero e violência de forma honesta e brutal, culminando num confronto angustiante entre professora e aluno que irá colocar os ocupantes de uma escola inteira em perigo. Com uma escrita direta, elegante e assustadora, Kanae Minato mostra por que é considerada a rainha dos thrillers no Japão. Você nunca mais vai olhar para uma sala de aula da mesma maneira.
Um suspense psicológico muito bom que envolve a morte da filha de uma professora na qual seus alunos mataram, a Yuko Moriguchi  não usa da força e sim da inteligência em confundir e perturbar a mente das crianças torturadas, mostra a professora e no que os jovens se transformaram, muito bom o livro e super  rápido de ser ler por ter poucas páginas.



Sinopse: Um perigoso maníaco vem desafiando as mais brilhantes cabeças da Scotland Yard. Não deixa rastros. Exceto uma intrigante coincidência: o criminoso só ataca em dias de chuva. O sargento Sekio Takagi está desesperado. Não há tempo a perder. Precisa Urgentemente desvendar o quebra-cabeça mais terrível de sua carreira. nesse momento, o boletim metereológico anuncia: "chuvas ao final da tarde sobre a capital inglesa..." É dado o sinal para mais uma arriscada caçada humana, que só o mestre Sidney Sheldon é capaz de criar. O leitor acostumado a muito suspense e emoção, com os consagrados 'Corrida pela herança' e 'A perseguição', irá viver em 'O estrangulador' surpreendentes momentos de ação e suspense. Nesta audaciosa aventura, o tempo é precioso e cada segundo pode ser fatal.



Esse livro é bem rápido de se ler e parece mais um conto, nele conhecemos a possível nova vítima, além do sargento tentando descobrir quem é o responsável pelo crime, faz um tempo que li e não lembro muito bem, mas adoro a escrita do autor.



Sinopse: Constituída por uma suntuosa Capital cercada de 12 distritos periféricos, a nação de Panem se ergueu após a destruição dos Estados Unidos. Como represália por um levante contra a Capital, a cada ano os distritos são forçados a enviar um menino e uma menina entre 12 e 18 anos para participar dos Jogos Vorazes. As regras são simples: os 24 tributos, como são chamados os jovens, são levados a uma gigantesca arena e devem lutar entre si até só restar um sobrevivente. O vitorioso, além da glória, leva grandes vantagens para o seu distrito. Quando Katniss Everdeen, de 16 anos, decide participar dos Jogos Vorazes para poupar a irmã mais nova, causando grande comoção no país, ela sabe que essa pode ser a sua sentença de morte. Mas a jovem usa toda a sua habilidade de caça e sobrevivência ao ar livre para se manter viva. As reviravoltas do jogo e as dificuldades enfrentadas pela protagonista levam os leitores a sofrer junto com ela, enquanto descobrem um pouco sobre seu passado e seu relacionamento com Peeta Mellark, o outro tributo enviado pelo Distrito 12 para lutar nos Jogos Vorazes.
Esse aqui é o mais conhecido, eu adoro essa trilogia, como já é conhecido pela grande maioria nem tem muito o que comentar.




Sinopse: Pressia pouco se lembra das Explosões ou de sua vida no Antes. Deitada no armário de dormir, nos fundos de uma antiga barbearia em ruínas onde se esconde com o avô, ela pensa em tudo o que foi perdido — como um mundo com parques incríveis, cinemas, festas de aniversário, pais e mães foi reduzido a somente cinzas e poeira, cicatrizes, queimaduras, corpos mutilados e fundidos. Agora, em uma época em que todos os jovens são obrigados a se entregar às milícias para, com sorte, serem treinados ou, se tiverem azar, abatidos, Pressia não pode mais fingir que ainda é uma criança. Sua única saída é fugir. Houve, porém, quem escapasse ileso do Apocalipse.  Esses são os Puros, mantidos a salvo das cinzas pelo Domo, que protege seus corpos saudáveis e superiores. Partridge é um desses privilegiados, mas não se sente assim. Filho de um dos homens mais influentes do Domo, ele, assim como Pressia, pensa nas perdas. Talvez porque sua própria família se desfez: o pai é emocionalmente distante, o irmão cometeu o suicídio e a mãe não conseguiu chegar ao abrigo do Domo. Ou talvez seja a claustrofobia, a sensação de que o Domo se transformou em uma prisão de regras extremamente rígidas. Quando uma frase dita sem querer dá a entender que sua mãe pode estar viva, ele arrisca tudo e sai à sua procura. Dois universos opostos se chocam quando Pressia e Partridge se encontram. Porém, eles logo percebem que para alcançarem o que desejam — e continuar vivos — precisarão unir suas forças.

Esse é o primeiro de uma trilogia que infelizmente não teve o segundo e nem o terceiro publicado por aqui, uma pena, pois achei o livro ótimo e diferente de algumas distopias que existem,  ainda tenho muita vontade de terminar de ler, mas ou eu acho os dois últimos traduzido por fans ou dou um jeito de melhorar minha leitura para ler eles em inglês.

Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. Oi Dê, eu gosto de jogos Vorazes e Marcada eu adoro, mas desisti da série, achei que as autoras se perderam no meio do caminho!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Oi Denise,
    Eu já li Marcada e Jogos Vorazes.
    Eu tenho Puros, mas ainda não o li. :(
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi, Denise! Desses, eu só li Jogos Vorazes, mas tenho quase certeza que minha mãe leu esse do Sidney Sheldon. Ela ama ele! Hahaha! Fiquei super curiosa com os outros também, especialmente "Confissões".

    Beijo!
    www.controversos.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Denise! Só li jogos vorazes até agora, desses que você destacou. Gosto muito das histórias do Sidney Sheldon. A série House of the Night eu tenho todos os livros, mas não li ainda. Não sei se vou ler todos, como você disse, são tantos...
    Beijos!!
    Nerd Fox

    ResponderExcluir