[Música] Playlist da semana #49 - Especial OST:

Hey pessoal, o poste de hoje demorou para sair né, hoje tinha um monte de coisas para fazer ai nem tinha dado tempo de fazer o poste pois tinha que ficar procurando as músicas que queria. Bom a playlist de hoje foi inspirada no comentário de uma leitora que falou que estava gostando das músicas de Doramas, então separei algumas que eu gosto. Todos os vídeos das músicas estão LEGENDADOS, para alguém querer saber o que eles estão cantando. Bom quando estiver com mais

 

TAG| Livros em Fatias

Hey pessoal, tudo bom com vocês?. Vi essa TAG no blog Diário e Livros e achei legal por isso resolvi responder ela aqui no blog. Espero que gostem.

Primeiro pedaço: O mais gostoso de todos eles, aquele que você come primeiro com os olhos - Um livro que você comprou pela capa.

Alguns acham a capa desse livro feia, mas eu acho bonita fora que ela me intrigava ai eu comprei, o bom e que também gostei de ler a história.

Segundo pedaço: Você só está começando e o segundo pedaço sempre deixa um gostinho de quero mais - Um livro que você leu e não vê a hora de lançarem a continuação.
Eu estou louca pelo 5 livro, mesmo que cada história tenha um protagonista diferente, já confirmei com a editora e eles falaram que vão publicar só não sei quando, espero que seja logo.

Terceiro pedaço: Aquele que te faz querer outros sabores - Um livro que de tão bom, te faz querer ler todos os outros do mesmo autor.
Depois que eu li esse livro da Sarah quis ler todos os outros livros dela, mas por enquanto só li os quatros dessa série, mas quero comprar os outros ainda.

Dica Autor | Juliana Daglio:

Hey pessoal, prontos para mais uma dica? bom acho que essa autor muitos já conhecem só que eu gosto da escrita e dos livros então vale indicar aqui, fora  que eu queria postar hoje, mas nem sabia o que postar.

Eu tive um primeiro contato com a autora no inicio de 2015 através de uma parceria, ela ainda não tinha nem assinada com uma editora, agora ela jé tem quatro livros publicados e eu já li três deles, gosto da escrita da autora e além disso ela é atenciosa.

Verônica é uma garota problemática marcada por um passado traumático do qual mal se lembra, mas que lhe tirou o direito à total sanidade.Ao se mudar para o interior, depois de passar no vestibular, ela se depara com o local perfeito para se inspirar e, finalmente, transformar seus personagens imaginários em um livro. Lagoana é uma cidade nebulosa, úmida, habitada por almas quietas e pouco amigáveis. Porém, o clima obscuro não despertará somente a criatividade, mas também acordará seus fantasmas mais profundos. Prestes a perder o controle sobre sua trama e sua mente, Verônica conhece um estrangeiro de sorriso cafajeste e olhos azuis e, desconfiada de suas intenções, ela guarda segredo quanto ao seu livro, mas não sabe que Liam também tem os seus. Verônica nem desconfia, mas eles podem ser a chave para os mistérios que a rondaram durante toda sua vida. Assim, o lago negro de sua imaginação será, definitivamente, o estopim para toda sua loucura emergir. O que será que ele esconde no fundo de suas águas escuras?
A protagonista desse livro Verônica é uma escritora e ela é cheio de problemas, vai para uma pequena cidade por causa de um antigo amigo de seu pai,  lá ela conhece uma família estranha e cheia de segredos, a garota também consegue terminar o livro onde o passado a confronta.

Era uma comum primavera numa fazenda qualquer, mas um encontro inusitado aconteceu: a Menina e a Libélula se viram pela primeira vez. Assombrada por um medo irracional da Morte, a Menina é marcada por esse encontro para o resto de sua vida. Compõe então uma canção em seu piano, homenageando a misteriosa libélula.Os anos se passaram, Vanessa vivia em Londres e tinha a vida cercada por seu iminente sucesso como pianista, porém, algo aconteceu, mudando seu destino: Uma doença, uma viagem e um reencontro. Vanessa precisará encarar fantasmas que sequer lembrava um dia terem assombrado sua vida, tendo de relembrar a morte do irmão e reviver seu conflito com a mãe. E mais importante e mortal, conhecer a grande antagonista de sua vida, a quem chama de Vilã Cinzenta. De Londres a São Paulo, dos Palcos aos Lagos. “Uma canção para a Libélula” é a história de uma alma perdida e de sua busca por quebrar o casulo de sua existência, para só então compreender o sentido da própria vida. Este livro é um profundo mergulho em uma mente nebulosa, permeada por lagos obscuros e pela inusitada morte; não havendo sequer esperanças.
Nessa história a protagonista é super talentosa, mas começa a passar por problemas quando precisa voltar ao Brasil e se deparar com a sua mãe, ela é uma personagem frágil que sofre pelo desprezo de sua mãe quando mais nova, ela começa a dar sinais de uma doença que ninguém repara, mas que a destrói por dentro.

Autora:

Juliana Daglio, Vinte e poucos anos, Psicóloga Clínica, apaixonada por Psicanálise, viciada em Livros e amante do Rock Britânico. Desde criança foi vidrada em faz de conta e inventava inúmeros personagens para conversar. Assistia a filmes sobre vampiros já aos seis anos, mesmo que tivesse que se esconder atrás do sofá. Na adolescência, dizia que iria ser uma Libélula. Hoje em dia se diz uma adulta confusa, que ainda adora vampiros, não ganhou asas de libélula, mas escreveu um livro sobre elas, transformando seus personagens inventados em pessoas reais, embora sejam feitas de tinta e papel.


[Resenha] Como Se Fosse Magia - Bianca Briones:

Título: Como Se Fosse Magia
Autora: Bianca Briones
Páginas: 208
Editora: Gutenberg
Skoob: Link

*Livro cedido pela editora

Sinopse: Eva nasceu com o dom de passar os sentimentos para o papel, com isso conquistou milhares de leitores pelo mundo. Agora ela precisa escrever o último livro da sua série de fantasia, mas está com um bloqueio há um ano e não sabe o que fazer. Enquanto ela tenta se reconectar a seus personagens, a vida coloca em seu caminho um homem igualzinho a um dos seus protagonistas. O problema é que o desconhecido surge sem nenhuma lembrança de quem ele é. Enzo está muito confuso. A princípio, ele duvida da conversa maluca de Eva. Mas, mesmo com seu ceticismo, ele não pode negar que se sente extremamente ligado a ela. O que isso quer dizer? Envolvidos por esse curioso e estranho mistério, Eva e Enzo estão prestes a descobrir que às vezes para que duas pessoas se encontrem mundos inteiros são capazes de colidir.
Opinião:
Fazia dias que estava com esse livro para ler só que acabei enrolando, enfim terminei ele e só digo que preciso ler outros livros dessa autora, adorei a escrita dela.
Nessa histórias somos apresentadas a Eva uma escritora muito talentosa e famosa, mas que está sofrendo de boqueio há um ano sem conseguir escrever o último livro de uma série,  até que a vida dela dá uma reviravolta porque algumas coisas começam a acontecer com ela da mesma forma que a história mais famosa dela, por conta disso acaba conhecendo Enzo, ela ajudou ele, só que ele acabou perdendo a memoria e por achar parecido com o seu personagem o chamou de Enzo, não sabia se estava ficando louca, pois não sabia se ele era realmente um personagem ou um estranho que tem uma família preocupada pelo seu sumiço. Ela acaba se aproximando dele e junto com Thiago se tornam bons amigos, no caso dela algo mais acontece.
"Não há nada de errado em ser diferente. Desde que seja você mesmo é só seguir em frente."
Eva é uma escritora querida e que por conta de seus surtos de criação poucas pessoas ficam próximas dela, já que eva consegue ver ser personagens, eles contam para ela suas histórias e ela escreve, pelo que contou ela sofreu muito, pois vários achavam que ela era louca. Ela estava com medo de dar adeus a sua história preferida.
Enzo é um fofo, apaixonante, ele não sabe quem é só que tem a impressão que possui alguma conexão com Eva, ele fica quebrando a cabeça porque não sabe quem é, mas mesmo ele sendo um desconhecido a conexão entre Eva e Enzo parece ser tão natural, fora o que ele fez para o Thiago em um capitulo foi tão atencioso que deu vontade de dar um abraço bem apertado nele.
Thiago é o melhor amigo de Eva e também o responsável pela vida profissional da garota, ele é super preocupado com sua amiga, sofre muito preconceito por ser homossexual, principalmente pelo seu pai, pelo menos tem a Eva que ama ele e agora o Enzo que já o considera como amigo.
Gente eu sou daquelas que quando gosta muito de um livro ou fala um monte de coisa, ou não sabe o que falar e no momento o meu caso se aplica o segundo, pois é até dificil falar sobre essa história que me cativou, leve, fofa, além de falar sobre confiança em si mesma e nas outras pessoas, Eva teve que confiar nela para terminar sua história e também se abriu contando o que aconteceu em seu passado um pouco perturbado já que achavam que ela era louca, pelo menos ela manteve por perto quem realmente merecia.
Essa resenham nem deve ter ficado tao boa, já que não consegui falar tudo o que queria, mas ta valendo né.
" Quando li seu livro, eu me senti dentro da história. suas palavras nos sugam e é como se morássemos ali, nas entrelinhas. É extremamente reconfortante. Não somos leitores. Nós vivemos aquilo. Você não é uma escritora. É uma guia para outros mundos ... "

Denise Crivelli, 27 anos, sul-mato-grossense, formada em Publicidade e estudante de Administração, viciada em livros, doramas e séries.

Facebook

Desapegando

Facebook

Busca

Arquivos

Seguidores

Populares

Tecnologia do Blogger.