25 de maio de 2016

[Resenha] Flor de Cerejeira - Alana Gabriela:

Título: Flor de Cerejeira
Autora: Alana Gabriela
Páginas: 315
Skoob: Link
Amazon - Pré Venda: Link

Sinopse: “Qualquer um pode cometer um erro.”
Yoko sempre teve uma vida relativamente boa e estável, participava da organização do Festival Cherry Blossom, tinha amigos com quem contar na escola, tocava violino e estava treinando para fazer parte da orquestra da Juventude de Macon quando tudo começou a dar errado. Seu pai se envolveu num grave acidente, que acabou matando um pai de família e, foi parar na prisão. Sem a referência paterna, e com todos os problemas financeiros que se acumulam, o distanciamento da mãe, Naomi, que está a cada dia mais se afundando em trabalho, Yoko vê o que sobejou, de sua família, totalmente desestruturado. Em meio à dor da perda, Yoko conhece Aidan Hirsch, um garoto que parece tão desestruturado quanto ela, taciturno e solitário, e que é capaz, acima de tudo, de não julgar, simplesmente ouvir. Aos poucos, um sentimento singelo e inefável ganha forma, surgindo uma história delicada de autoconhecimento, arrependimento, culpa e superação que poderá mudar a vida desses adolescentes se assim escolherem.
Opinião:
Flor de Cerejeira eu tive o prazer de ler antes do lançamento para dar um feedback para a autora e gostei da leitura.
Na história temos Yoko uma garota meiga e que pensa muito no bem estar de outras pessoas,  ela sofre bullying e já passou por casos de agressões físicas e também psicológica e tudo isso porque seu Pai cometeu um enorme erro e ela acaba que pagando por ele também, pois a sociedade no caso os jovens não conseguem enxergar que ela não é a culpada, a garota se tornou excluída por conta disso e eu fiquei com muita dó dela, pois não merecia ser tratada daquele jeito, na verdade ninguém merece. A Yoko é uma boa garota e como falei antes se preocupa muito com outros, por conta disso muitos acabam pisando nela e agredindo, pois sabem que ela não terá coragem de revidar.  Ela leva culpa por algo que não fez e sofre muito por isso, mas não fica se vitimizando, ela  é uma garota sensível, inteligente e ao mesmo tempo forte, pois atura muita coisa e tenta seguir em frente, só que eu fiquei um pouco nervosa com ela porque queria esconder o que acontecia de sua mãe, mas ao mesmo tempo entendia a intensão dela de não querer ver sua mãe sofrer.
"Cheguei a conclusão que todos com quem eu andava eram falsos, no momento que eu mais precisava eles não só viraram as costas para mim, como também começaram a me olhar feio e a me denegrir porque sou filha de quem sou. Filha de um assassino. E por tudo isso eu sinto raiva."

 A Yoko acaba se aproximando de  Aidan seu colega de classe, que não liga muita pro pessoal da escola, já que ele tem seus próprios problemas em casa e já passou por muita coisa. Ele tem um irmão muito fofo e que ele cuida e protege, ele é bem fechado no começo, mas conforme vai se aproximando de Yoko e os sentimentos começam a crescer, ele acaba se abrindo para ela e contado alguns de seus problemas e sobre o que já passou, gostei muito do personagem e queria até saber mais dele, mas como a grande protagonista é a Yoko, então ele meio que não aparece tanto, mas quando está junto com ela acaba trazendo o alivio que o coração dela merecia.Sorte que uma das antigas amigas de Yoko e não abandonou ela de vez, foi bom saber que a Rebecca tinha opinião própria e não se deixou influenciar e cometer bullying  como a insuportável da sua prima fez.
Pode se dizer que o papel de "vilões" ficam com a Janette e Michael que acham que são os certos da história e ainda chamam a coitada da Yoko de mimada e que por sinal ela não tem nada disso, gente mimada pra mim são pessoas que fazem birra, que conseguem tudo o que quer e essa definitivamente não é a Yoko.
Eu indico a leitura, a história é envolvente e vimos uma personagem fragilizada mais ao mesmo tempo forte tentando criar coragem para fazer o que é certo  para que outros não sofram, a escrita da Alana é bem envolvente e além da história a Alana também fez essa capa linda e como disso antes fico honrada de ter sido convidada para realizar a leitura dessa história antes do seu lançamento.
"Para quê mudar se de repente eles podem acabar criando expectativas? É melhor assim. Eu sei como sou verdadeiramente e é isso que importa... pelo menos às vezes. Na maioria do tempo é o suficiente."
"Somos completamente diferentes. Naquele dia da horda de pessoas enfurecidas que foram atrás de mim, naquele dia ela fez uma escolha, me odiar sem motivo aparente.
Comentários
10 Comentários

10 comentários:

  1. Parece um YA interessante.
    Gosto muito da Alana e sei o quanto ela pode desenvolver um enredo bacana.

    >> Vida Complicada <<

    ResponderExcluir
  2. fiquei bem curiosa pra ler, amei de paixão essa capa!
    www.byanak.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ah que legal ter o privilégio de ler antes de todo mundo. Acabei de ler no Balaios e Babados uma resenha sobre esse livro positiva e aqui está mais uma então me diga: como controlar essa vontade de adicionar ele a minha monumental pilha de livros a ler?????

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Mau era se usassemos e gostassemos todos do mesmo, né?! ehehe :D

    Muito boa resenha. Super interessante :D

    NEW OUTFIT POST | Classic Navy.
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderExcluir
  5. Oi, Denise!
    Tudo que eu tinha de falar desse livro, falei na resenha hahahha
    Havia momentos que eu queria matar Janette e Michael
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  6. Oi, Denise! O livro já me ganhou com o título e com a capa, acho flor de cerejeira a coisa mais linda! Não conheço a autora e fiquei curiosa pra ver como ela desenvolveu o enredo, já que bullying é um tema até bastante frequente em livros YA (que eu adoro).

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  7. Oi Denise,
    Que capa linda ♥
    Gostei muito da premissa. Com certeza eu leria.
    Bjs e um bom feriado!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
  8. Conhecia esse livro e confesso que o que chamou minha atenção foi a capa, é linda *-* A história parece ser bem legal, fiquei com muita vontade de ler, adorei o nome da protagonista, bem diferente.

    Beijos:*
    Escritas na Chuva

    ResponderExcluir
  9. Olá, Denise.
    Deve ser horrível ter sua vida revirada assim dessa maneira. Eu que tenho horror a mudanças nem sei como reagiria. E imagine um caso assim então. Logo vou ler esse livro e espero gostar dele.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  10. Oi, já conhecia o livro de capa, e acho ela linda. Parabéns pela resenha, o livro parece ser bem interessante

    ResponderExcluir