21 de dezembro de 2015

[Resenha] A essência divina do amor:

Título: A essência divina do amor
Autor: Eduardo Rossatto
Páginas: 280
Editora: Petit
Skoob: Link

Sinopse: Orlando e Frederico são muito amigos. Cego pela inveja, Orlando, num acesso de fúria, mata o amigo, que era casado com Ana e com quem tinha um filho. No futuro, André e Clara, os amantes reencarnados, terão de enfrentar muitos desafios para provar que seu amor é verdadeiro e ultrapassa o tempo e a vida terrena. Caberá a Bernardo, o espírito reencarnado de Orlando, saldar suas dívidas com a existência passada.




Opinião:
Eu recebi o livro em parceria com a editora Petit e na época que foi lançado eu fiquei bem curiosa par ler, acho interessante livros assim e A essência divina do amor acabou por ser uma leitura rápida.

A história começa com Frederico e Orlando em uma época diferente quando uma fatalidade acontece e logo depois se passa séculos( acho) e ai vimos a história de amor de Clara e André uma garota pobre e um rapaz rico que se apaixonam, essa parte é clichê porque todo mundo sabe que em muitas histórias a diferença social separa um casal. Clara e André são muito apaixonados e não conseguem viver separados, mais quando o rapaz têm a opção de escolher ele acaba deixando a Clara e até a irmã dele Vera acaba sendo meio que expulsa da família por conta de suas crenças .
Enquanto André aproveita a vida, Clara e Vera se virão na pobreza e que apesar de suas dificuldades arrumam tempo para ajudar as pessoas que precisam mais que elas. A ganancia de um separou o amor que é de outras épocas.
"Pareceu-lhe que sua companhia trazia à tona o melhor dele, pois se sentia mais interessante, confiante e seguro de si."


Com André longe, ela acaba se aproximando muito de Benardo que a ajuda muito no dia a dia e confesso mesmo sabendo com quem ela terminaria no final do livro, pois já é algo previsível eu torci até o último momento para o Benardo, pois ele foi um personagem que adorei. Benardo é aquele cara simples e que têm um bom coração, além que nessa nova vida ele têm a chance de concertar um erro de uma outra vida dele, um homem trabalhador e que por conta desse final previsível a Clara me estressou um pouco, pois não entendo como ela consegue perdoar tão rápido a pessoa que a abandonou, podem até falar é amor só que foram anos longe e na primeira oportunidade ela já se atira no braços de André, muita sacanagem com o coitado do André.

Sei que muitos não gostam desse tipo de leitura, eu mesma não sou muito ligada em ler livros que envolvem religião, mais acho bonita esse tipo de história ( sempre assisto novelas assim) e como uma personagem fala eles não são forçados a trazer uma pessoa para o lado deles, e o que eu vi foi ensinamento para as pessoas se manterem forte e lutarem pelos seus sonhos e que além disso qualquer pessoa pode ajudar os necessitados e que não existe classe social para isso até os que têm pouco podem ajudar outras pessoas nem que seja com uma palavra de conforto.
Eu demorei um pouquinho para ler ele, pois tinha travado na leitura e estava lendo uns e-books mais envolventes e isso acabou atrapalhando, mais em geral eu gostei da leitura e sempre tiramos algum ensinamentos de livros assim.

"Não misture religião com assistência social... Nunca tente converter alguém com um prato de comida. O nosso papel é ajudar nossos irmãos infelizes com um pouco de alento, e não converter ninguém. (...) Nossos benfeitores alertam que se alguém nos procurar pedindo o pão, que demos o pão! Mas se nos procurar em busca do pão espiritual, aí sim estaremos de braços abertos para orientá-los e recebê-los em nosso grupo, mas sem converter ninguém. (...) Mesmo porque, temos a nossa crença e , por mais que a amemos, ela não deve ser melhor que as outras." 
Comentários
8 Comentários

8 comentários:

  1. Oi, Denise!
    Eu não sou muito fã de livros assim, mas essa história me cativou e fiquei com vontade de ler.
    Pela sua resenha, com certeza eu vou ficar com raiva da Clara no final hahahhah
    Beijos
    Balaio de Babados | Participe da promoção Natal do Babado

    ResponderExcluir
  2. Oi Denise, tudo bem?
    Não sigo nenhuma religião, mas já li uns dois livros espíritas cujas histórias me agradaram. Acho legal descobrir o que os personagens fizeram nas vidas passadas pra "consertarem" nas vidas atuais.
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  3. Que top, adoro livros desse tema, são bastante envolventes.
    seguindo seu bloguinho, flor

    http://comum-dois.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oie...
    Nunca li nenhum livro com um tema assim, mas, parece ser uma leitura bem bacana ! Acho que vou ler .
    Beijos

    coisasdediane.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oie Denise =)

    Faz um bom tempo que não leio livros espíritas.Até gosto da temática, mas as vezes acho que alguns autores "fantasiam" muito a questão da reencarnação na narrativa.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  6. Oi Denise! Ainda não li nenhum livro desse tipo, e confesso que tenho certo medo, acho que é um tipo de livro que não me agradaria.
    Beijos

    https://mysecretworldbells.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Denise, achei bastante interessante esse livro espírita, já estou acostumada a lê-los, mas ultimamente estou meio cansada desses romances meio água com açúcar e tenho tido mais vontade de ler romances de época como livros passado no antigo Egito, era medieval... Gosto também de livros que retratam a vida espiritual. Ultimamente tenho me interessado também por livros de estudo.
    Este livro que leu no caso não foi psicografia ne?
    Bom, o livro parece ser bom de qualquer maneira.
    Parabéns pelo blog e por ser uma garota mente aberta sempre aberta a novas e diferentes leituras.

    Beijos!

    http://cantinhodacult.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse não é psicografia, eu não sou muito ligada a essas coisas de religião, mais acho interessante livros desse estilo.

      Excluir