23 de junho de 2015

[Resenha] Uma Canção para Libélula - Parte I:

Título:  Uma Canção para Libélula - Parte I
Autora: Juliana Daglio
Páginas: 238
Skoob: Link

Sinopse: Uma Canção para a Libélula - Era uma comum primavera numa fazenda qualquer, mas um encontro inusitado aconteceu: a Menina e a Libélula se viram pela primeira vez. Assombrada por um medo irracional da Morte, a Menina é marcada por esse encontro para o resto de sua vida. Compõe então uma canção em seu piano, homenageando a misteriosa libélula. Os anos se passaram, Vanessa vivia em Londres e tinha a vida cercada por seu iminente sucesso como pianista, porém, algo aconteceu, mudando seu destino: Uma doença, uma viagem e um reencontro.  Vanessa precisará encarar fantasmas que sequer lembrava um dia terem assombrado sua vida, tendo de relembrar a morte do irmão e reviver seu conflito com a mãe. E mais importante e mortal, conhecer a grande antagonista de sua vida, a quem chama de Vilã Cinzenta.  De Londres a São Paulo, dos Palcos aos Lagos. “Uma canção para a Libélula” é a história de uma alma perdida e de sua busca por quebrar o casulo de sua existência, para só então compreender o sentido da própria vida. Este livro é um profundo mergulho em uma mente nebulosa, permeada por lagos obscuros e pela inusitada morte; não havendo sequer esperanças.

Opinião:
Vanessa vive em Londres e é uma pianista já conhecida, até assinou um contrato para gravar um álbum , mas os problemas de saúde de se Pai a leva de volta para o Brasil e para um passado que ela nunca esqueceu, perto da pessoa que a tornou triste e sempre a culpou pelo que aconteceu e agora ela se vê novamente em São Paulo, morando na mesma casa  que a pessoa que ela não gosta, tinha esperança que ela tivesse mudado mais só passou disso esperança.
Ele vê o futuro que tinha construído se desmoronar aos poucos e pensou que conseguiria derrotar ela, mas foi sua inimiga que venceu juntamente pela culpa. 

"As duas ficaram se olhando por um tempo, sem censura, apenas presas entre si como os seres celestiais se prendem às preces dos mortais."


Vanessa sempre foi um prodígio no piano e teve aula desde cedo, aos sete anos já tinha composto sua primeira música, mas também sempre foi uma garota triste e solitária, mas algumas circunstâncias a levaram para Londres onde ela cresceu e se tornou uma bela Mulher, mas com um olhar muito triste, a Vanessa me irritou um pouco no começo do livro, ela não quis assumir uma doença, mas os sintomas eram claros e além disso ela se sentia derrotada muito facilmente e isso a levava a passar dias trancada dentro de um quarto e só se lamentava. A forma que Vanessa vivia e narra a história traz uma beleza sombria para o livro (ficou meio estranho de se escrever, mas transmite o que senti ao ler ele.) 
Ela morou a vida toda com a família de sua tia, mas vê o seu conforto se desfazer um pouco e pessoas quererem tomar as decisões por ela, a Valéria é uma personagem desprezível, sempre pensou só nela e culpou outras pessoas pelos seus erros e afogou a magoa na bebida,  Vanessa não teve culpa por nascer e estragar o corpo de modelo da mãe levando junto sua carreira e a menina também não foi culpada pela tragedia do passado, afinal ela era só uma criança com uma responsabilidade que não devia ser atribuída a ela.

''A Libélula ficou ainda mais atraída pelo som vindo da menina e se aproximou. As duas ficaram se olhando por um tempo, sem censura, apenas presas entre si como os seres celestiais se prendem às preces dos mortais''
O livro trás uma beleza diferente e ainda têm os personagens se corroendo pela culpa, pelo ódio e sendo destruído pela depressão que ainda foge do tratamento, mas o erro também é o das pessoas ao seu redor que em vez de apoiar leva a protagonista a se sentir mais solitária e acabam até se afastando dela. Umas atitudes do Pai dela me irritou muito, algumas coisas não teriam acontecido se no passado ele tivesse aberto seus olhos e olhado o sofrimento de sua filha que nunca sentiu amor de verdade e que por conta da sua infância têm dificuldade de demostra-lo.
Eu gostei do final do livro e está de acordo com o que a história transmite, já quero ler Uma Canção para a Libélula Parte II. A Juliana têm uma escrita simples, mas tão delicada na hora de transmitir suas palavra cheias de sentimentos, ela está de parabéns por esse livro. Tem tantos quotes incríveis e sofri junto com a personagem ao mesmo tempo que estava com raiva de Vanessa conseguia sentir toda a sua tristeza. Gostei da forma que a protagonista chama sua inimiga de Vilã Cinzenta, porque quando ela está por perto sua vida vai se apagando e tornando tudo sem cor.
Uma Canção para a Libélula é um livro delicado e cheio de sentimentos e com uma personagem triste e algumas vezes confusas. Um livro para se apreciar. 
Comentários
17 Comentários

17 comentários:

  1. Olha eu sinceramente gostei bastante do seu ponto de vista sobre o livro, até porque eu estou bastante curiosa para ler. Eu já recebi a pouco tempo o livro da autora e estou arrumando um tempo para começar a minha leitura, porque já estava ansiosa para ler. Mas por conta da correria do dia a dia eu ainda não li. Mas espero gostar bastante, porque só tenho visto ótimos comentários sobre ele e espero de coração que a autora ainda venha a fazer muito sucesso com os seus livros, até porque os nacionais tem que ser reconhecidos né? Eu adorei a sua resenha. Está muito bem desenvolvida e explicada. PARABÉNS pra vc tbm =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/06/resenha-lista.html

    ResponderExcluir
  2. Já vi esse livro em alguns blogs e me interessei muito por ele. Gostei de saber sua opinião sobre os personagens. Esse é um livro que está na minha lista de desejados.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Denise!!
    Muito obrigada pela bela resenha, e pela opinião sincera e tão dedicada.
    Cada resenha guardo com carinho, pois é uma honra ser lida por cada um de vocês :D

    Volto em breve com Uma Canção.. parte II, e espero que com O Lago Negro também.

    Beijoooos!

    ResponderExcluir
  4. Esse livro parece ser bem interessante, fiquei curiosa.
    Achei bem bem lindinha. http://masenstale.blogspot.com.br/,

    ResponderExcluir
  5. Já vi muito sobre esse livro, e tenho muita curiosidade em ler. Me parece ser ótimo;

    Beijos
    http://intoxicadosporlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Denise

    Nossa, quantos sentimentos ruins em um livro só! rssss
    Parece ser um livro bem melancólico e, como você disse, sombrio. Achei a capa desse livro muito bonita, ela passou pra mim toda essa atmosfera que você descreveu!

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  7. Oi,Denise.
    Eu gosto de livros profundos e esse parece ser o tipo de livro que vai me fazer chorrar e nesse momento não e bem o que eu quero sentir..rsrs
    Já vi alguns comentários sobre esse livro nessa blogsfera de meu deus e esse parecer ser muito bom,amei a resenha :)
    Beijinho
    http://www.leituraseloucuras.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Denise! Não conhecia nem a autora e nem o livro. O livro me parece ter uma narrativa que me arrastaria numa tristeza,e eu não sie se gosto muito de ler temas assim, aliás sei sim, gosto não, rsrsrsrrrs é que eu gosto de livro me levam para uma alegria além da realidade, mesmo o final não sendo o que eu espere do livro, eu gosto que enquanto dure a viagem da leitura ela me seja ao menos alegre. a capa é muito linda, e ela retrata bem o que sua resenha descreve, o que aliás transmitiu muito do livro. Uma pena o estilo não me agradar. bjs
    Amoras Com Pimenta ❤

    ResponderExcluir
  9. Oi, Denise. Tudo bem?
    Já li várias resenha sobre esse livro e curti muito a sua. Tenho a autora no facebook e sempre quero pegar pra ler *-*
    Bjo
    mundoemcartas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi, Denise!! Nossa, não conhecia o livro, fiquei absolutamente encantada por ele. Pela sua resenha, percebi que tem muitos elementos que me atraem em uma leitura.
    E o que é essa capa? Coisa mais linda!
    Beijos

    Meu Meio Devaneio

    ResponderExcluir
  11. Olá !
    Já vi esse livro em vários blogs , e sempre me interesso nele .
    Tenho a sensação de ser uma ótima leitura , pelo menos , o que você retratou na resenha me atraiu muito ;)
    Quero muito ler esse livro ainda esse ano .

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Parece um livro bem profundo e pesado, que retrata a tristeza sem tentar acobertá-la, e de superação também. Gostei! :)

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/2015/06/o-milagre.html
    Tem resenha nova no blog de "O Milagre", vem conferir!

    ResponderExcluir
  13. Nunca tinha lido a respeito desse livro, parece ser uma história profunda e angustiante. Me interessei, vou deixar anotadinho aqui.

    Beijos,
    Dani Cruz
    http://blog-emcomum.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Gostei muito da sua resenha. Não conhecia o livro, mas história parece ser muito boa. (:

    http://luddzilla.com

    ResponderExcluir
  15. Olá Denise,

    Não conhecia esse livro, mas a sinopse me chamou atenção e sua resenha me deixou curioso, anotei a dica....bjs.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Até o momento vi apenas comentários positivos sobre esse livro, mas apesar disso a história não me chama tanto a atenção. Talvez eu procure mais algumas resenhas para, quem sabe, lê-lo algum dia. Beijos!

    http://frases-perdidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi Denise!!
    Esse livro tá super bem falado na blogsfera.Já ouvi comentários super positivos principalmente da escrita da Juliana.Pretendo incluir na minha lista.
    E como tem música e Londres no meio da história já vi que vou gostar kkkkkkkk
    Beijos!!

    http://livreirocultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir