10 de fevereiro de 2015

[TOP5] Livros com protagonistas Masculinos:

Hoje em Dia é mais fácil achar livros protagonizado por Mulheres, então fiz uma lista que tem livros mais conhecidos e outros não protagonizados por homens. O Top 5 não esta por preferencia. 

5-Cidade de Papel-John Green:
Sinopse: Em Cidades de papel, Quentin Jacobsen nutre uma paixão platônica pela vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman desde a infância. Naquela época eles brincavam juntos e andavam de bicicleta pelo bairro, mas hoje ela é uma garota linda e popular na escola e ele é só mais um dos nerds de sua turma.Certa noite, Margo invade a vida de Quentin pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita. Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola, esperançoso de que tudo mude depois daquela madrugada e ela decida se aproximar dele. No entanto, ela não aparece naquele dia, nem no outro, nem no seguinte. Quando descobre que o paradeiro dela é agora um mistério, Quentin logo encontra pistas deixadas por ela e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele pensava que conhecia.
 Nesse livro acompanhamos Quentin em sua aventura para desvendar algumas pistas e encontrar Margo, sua vizinha na qual ele é apaixonada, mais eram ignorado por ela e só a observava de longe, além de ter uma obsessão por ela. 

4- O Garoto no Convés - John Boyne:
Sinopse: Em abril de 1789, semanas após concluir no Taiti uma curiosa missão com fins botânicos - coletar mudas de fruta-pão para alimentar os escravos nas colônias inglesas -, o navio de guerra britânico HMS Bounty foi palco de uma revolta de parte da tripulação contra o capitão William Bligh, que acabou deixado à própria sorte em um bote em alto-mar junto com os marinheiros ainda fiéis a seu comando. Sem provisões e instrumentos de navegação adequados, o grupo enfrentou 48 dias de duras provações até alcançar a costa do Timor. O episódio inspirou numerosos livros e filmes.
Neste livro, a história da expedição é narrada do ponto de vista de John Jacob Turnstile, um garoto de Porstmouth, sul da Inglaterra, que sofre abusos de toda sorte, inclusive sexuais, no orfanato e pratica pequenos furtos nas ruas da cidade. Detido pela polícia após roubar um relógio, é salvo pela própria vítima do roubo quando esta lhe faz uma proposta: em vez de ficar encarcerado, embarcaria no HMS Bounty para passar pelo menos dezoito meses como criado particular do respeitado capitão Bligh. Turnstile aceita a barganha, planejando fugir na primeira oportunidade. Mas a rígida disciplina da vida no mar e uma relação cada vez mais leal com o capitão transformarão sua vida para sempre. É pela voz desse adolescente insolente e sagaz, mas ao mesmo tempo frágil e ingênuo, que o leitor acompanhará uma viagem repleta de intrigas, tempestades intransponíveis, cenários exóticos e lições de lealdade, paixão e sobrevivência. O autor acrescenta novos dados e interpretações a uma história até hoje misteriosa. Sugere, por exemplo, que a receptividade sexual das nativas do Taiti pode estar na origem da insatisfação que resultou no motim. Seduzidos - ou, no caso de Turnstile, iniciados - por elas, os marujos teriam considerado intolerável a idéia de retornar para casa, o que os colocou em linha de colisão com o capitão. 
Um livro que fala sobre um garoto, que era obrigado a Roubar e ainda sofria abusos Sexuais, até que ele conhece um capitão de Navio que muda a sua vida e mostra um novo mundo pela visão de um Barco, faz um bom tempo que li esse livro e estou precisando reler para dar uma lembrada na historia.

3- Como falar com Viúvo - Jonathan Tropper:
Sinopse: Doug Parker não foi um aluno brilhante, não conseguiu entrar para nenhuma universidade de prestígio e era demitido dos empregos de redator com relativa frequência. Enfim, não levava nada muito a sério até conhecer Hailey, bonita, inteligente e cerca de 10 anos mais velha que ele.Quando os dois se casam, Doug deixa para trás a descompromissada vida de solteiro e se dedica a esse amor, acreditando finalmente ter encontrado seu rumo. Mas, dois anos depois, Hailey morre em um acidente de avião e tudo perde o sentido. Tentando lidar com o luto, Doug passa a escrever uma coluna chamada "Como falar com um viúvo", em que desabafa sua dor, relata a dificuldade de expressar seus sentimentos e se lembra da esposa de maneira sincera e cativante. A coluna se torna um grande sucesso - algo com que ele sempre sonhou - só que, infelizmente, no momento errado.Em meio a seu drama, Doug se vê às voltas com o enteado rebelde e a irmã gêmea que se mudou para sua casa decidida a fazê-lo voltar a se relacionar com outras mulheres. E então nada mais é como antes: sua vida passa a se desenrolar em uma divertida sucessão de encontros desventurados e insólitas confusões familiares.Entre tropeços, atropelos e as mais loucas situações, Doug começa a tocar sua vida, ainda que não saiba muito bem para onde. Afinal, muitas vezes o melhor a fazer é seguir em frente.
Como falar com um viúvo conhecemos Doug um homem de 29 anos que perdeu sua esposa em um acidente de avião e vivos ele desdo seu momento de luto um ano apos a morte até ele tentando voltar a ter um vida e aprender a conviver com a saudade de sua esposa.

2- O Menino que colecionava Sonhos-Darlan Soares:
Sinopse:  O Menino que Colecionava Sonhos conta a história de Antony, um garoto de oito anos, pobre, que sofre com o alcoolismo da mãe, Sophia, e a humilhação dos colegas de escola. Amigos ele só tem um, Tommy, um garoto que assim como ele sonha em ser feliz. Antony não tem brinquedos e nem perspectivas, mas ele tem um ótimo coração e a pureza que só as crianças têm. A mãe um dia lhe disse que ele não deveria se preocupar em realizar seus sonhos e sim ajudar as outras pessoas a realizarem os seus. E por que não? Antony descobre que ajudar aos outros pode ser muito mais divertido que ele pensara, e descobre que ver as pessoas felizes é a melhor maneira de sentir-se feliz. Venha aprender como ser feliz fazendo os outros felizes. Aprenda com Antony lições de amor, companheirismo e dedicação.
Um livro emocionante, capaz de mudar o mundo em que vivemos.
O protagonista desse livro naos é um homem e sim um menino.  Antony é um garoto pobre e que não tem dinheiro para comprar coisas então resolve colecionar sonhos das pessoas próximas e de outas também, é um livro fofo e que indico totalmente para a leitura, um livro inocente.

1- O Décimo primeiro Mandamento - Abraham Verchese:
Sinopse: Depois de se conhecerem no navio que os levou da Índia para o Iêmen, o médico inglês Thomas Stone e a freira carmelita Mary Joseph Praise se reencontram num hospital em Adis Abeba, capital da Etiópia. Da união proibida entre os dois, nasce um par de gêmeos unidos pela cabeça, e operados em seguida. Para completar o cenário dramático, a mãe morre no parto e o pai desaparece no mundo, deixando os meninos nas mãos de um casal de médicos missionários.
Shiva e Marion crescem juntos na Etiópia, mas uma mulher abrirá um abismo entre eles, separando-os radicalmente outra vez. Avançando por páginas em que não faltam lugares e personagens fascinantes, a saga se desloca da África para um hospital nos Estados Unidos. Traumas e decepções do passado ressurgem, e será preciso superá-los para reencontrar o amor que os une e a possibilidade de redenção.
 Faz um tempinho que li esse livro e preciso reler de novo esse livro, Esse livro conta a historia de Gêmeos que se apaixonaram pela mesma garota e isso levou eles abrigar e cada um tomar seu rumo, são filhos de uma Freira e um médico e foram adotados pela médica que realizou o parto deles.

Comentários
16 Comentários

16 comentários:

  1. Amo Cidade de Papel, acho que todos deveriam ler. Mt bom! Os outros da lista não conheço \;

    http://www.mayaravieira.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Denise!

    Desses daí sou louco para ler Cidades de Papel, eu acrescentaria à lista "Quem é você, Alasca?", mas, a história por trás de O Garoto no Convés me chamou muita atenção *-*

    Espero poder ler em breve :3

    Abs,
    http://leiturasilenciosaoficial.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oii Denise, tudo bem???? Gostei desse top. Não li nenhum acredita???? Mas tenho aqui Como falar com um Viúvo. Comprei na Black Friday pq estava muito barato, mas ainda não consegui ler. Mas todos falam muito bem desse livro :)
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oláá
    Bela lista a sua, adorei haha dos livros citados li apenas Cidades de Papel e O menino que colecionava sonhos, e adoreeeeeeeeei os dois haha.
    Quero muito ler O GAROTO NO CONVÉS, parece ser muuito bom ;)

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/2015/02/resenha-mentirosos-e-lockhart.html
    Comente ;))

    ResponderExcluir
  5. Oi Denise, como vai?
    Adorei o post de hoje.. "Cidades de papel" infelizmente não foi bom para mim. Nem cheguei a terminar o livro. No entanto, "Quem é você, Alasca?" entrou para os queridinhos e também tem um protagonista masculino <3
    Amei as suas escolhas para o top 5. Pensando aqui por alto me lembro de: Harry Potter e A Ilha de Kansnubra. Deve haver mais, mas não me recordo haha!
    Grande beijo ♥

    Thati Machado;
    http://nemteconto.org

    ResponderExcluir
  6. Não li nenhum do seu top. Quando fala protagonista masculino já me lembro do Nicholas Sparks hehe. Tenho vontade de ler Como falar com um viúvo.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Oi! ^^
    O único livro que li dessa sua lista é "Cidades de Papel".
    Um livro que eu também gosto, na verdade uma série, é Harry Potter. Bom também é um protagonista masculino, apesar da história ser apenas sobre ele.

    Beijussss;
    https://www.facebook.com/BlogMenteHipercriativa
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Só conhecia o do Green *o* Amo o livro e o Q, e toda a história e principalmente as metáforas nesse livro.
    Preciso ler mais livros com protagonistas masculinos HSUAHU
    Beijoos,
    Sétima Onda Literária

    ResponderExcluir
  9. Oi Denise, adorei seu top 5. Apesar que li apenas Cidades de Papel e amei a história, tenho muita vontade de ler O Garoto do Convés!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  10. Dos livros citados não conheço nenhum, mas achei interessante a sua ideia. Geralmente livros contemporâneos são citados nessas listas, mas se fizesse a minha colocaria alguns das personagens clássicas, como Sherlock. rsrs

    Beijos,
    Ricardo - www.overshockblog.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá; gostei da lista, ainda não li nenhum dos livros citados. Não conhecia o última, mas achei bem interessante.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Quero muito ler dois destes livros, o do John Green e o Colecionador de Sonhos, quero muito ler, me interessei bastante por ele e já estou a muito tempo de olho neles... Bjs!

    http://lendoferozmente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oii
    Desses eu li Cidades de Papel, e adorei o protagonista.
    Acho que o único personagem masculino do John Green que é chato, é o Colin de OTK

    bjs e que seu feriado carnavalesco seja maravilhoso *.*
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  14. Do quatro até o 2 são livros que quero muito ler.
    http://diario-noturno.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi, Denise! Desses livros eu só li Cidades de Papel e gostei bastante. Já vi comentários positivos sobre O Menino que Colecionava Sonhos, mas a história não me chama atenção. Beijos!

    http://frases-perdidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. O interessante de personagens principais serem masculinos, principalmente em livros juvenis é a desconstrução da imagem do Homem na sociedade. Nos livros eles mostram claramente as fragilidades e as vulnerabilidades que são normais e todos os seres humanos. Amei o tópico. Muito relevantes.

    Beijos

    http://poesiaqueencantavida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir