25 de novembro de 2014

[Resenha] Perfect You:

Título: Perfect You
Autora: Elizabeth Scott
Páginas: 235
Skoob: Link

Sinopse: A vida de Kate Brown está indo ladeira abaixo. Seu pai se demitiu do seu emprego para vender vitaminas no shopping e Kate é forçada a trabalhar com ele. Sua melhor amiga se tornou popular e age como se Kate fosse invisível. E tem Will. O Will maravilhoso, inesquecível, quem a Kate finge não aguentar, embora ela não pare de pensar nele. E quando Will começa a parecer interessado, Kate se odeia por querê-lo ainda mais mesmo sabendo que ela é apenas a mais nova conquista dele. Kate percebe que o único jeito de parar de se magoar é se ela se fechar e parar de se importar com tudo e todo mundo. O que ela não é percebe é que enquanto a vida pode não ser perfeita o tempo todo, coisas boas podem acontecer, mas apenas se ela deixar.


Opinião:
Fazia um tempinho que estava com esse e-book aqui e estava enrolando para ler. È uma história leve.
Kate é uma garota comum e que não tem vida social, o livro começa dela falando da sua ex-amiga gorda que ficou magra e popular e esqueceu dela e que o único que percebeu isso foi o Will o cara que adora perturbar ela. E ainda para piorar seu Pai largou o emprego para vender umas vitaminas chamadas Perfect you dizendo que era o sonho dele, mas que não rende dinheiro para a família.
Ela trabalha no stande de vitaminas com o seu Pai, já que ele não pode pagar um empregado e em um dia desses ela descobre que Will também trabalha no Shopping e eles acabam ficando e isso acabou se tornando rotina, todos os dias eles escapavam par ficarem, mas na escola eles mal se falavam, mais isso era pela lerdeza da Kate em perceber algo.

"Não fiquei surpresa que as pessoas não queriam vasculhar uma caixa de papelão de vitaminas etiquetada com uma placa horrorosa feita a mão, mas eu tinha dezesseis anos e era racional, e ele era velho e tinha deixado seu trabalho porque a mesa dele quebrou. "

Pode até ser um livro com romance, mas pelo que percebi o verdadeiro foco é a relação da família dela que vai se destruindo aos poucos, para tentar bancar o sonho do Pai, que só pensa nele e em realizar seus sonhos enquanto a mulher trabalha em dois emprego para levar dinheiro para casa e ele em vez de respeitar fica gastando com besteira e pior que nem Kate e seu Irmão podiam falar alguma coisa, pois o pai deles ficaria com um sorriso falso no rosto fingindo que não era com ele. A situação da família dela fica mais em guerra quando a avó dela vai morar com eles para ajudar e ela só fica escutando a discussão do Pai, Mãe e Avó, tentando colocar um contra o outro.
Até que eu gostei da Kate, mas ela não queria enxergar as verdadeiras intenções de Will e isso me dava uma dó dele.  Fiquei triste por ela ficar sofrendo sozinha a respeito de sua família e não ter  ninguém para desabafar e que além dos problemas de família ainda ficava se preocupando porque a vaca da Anna não falava mais com ela, pelo menos ela resolveu seguir um conselho da sua avó e viver um pouco a vida.
Eu realmente não gostei nenhum pouco do Pai de Kate, que adulto mais irresponsável, onde a família estava perdendo a casa e ele não estava nem ai só pensava em vender os produtos estúpidos dele e gastar o dinheiro que não tinha em coisas desnecessárias, ele não era mais um adolescente, mas deixava sua filha sozinha trabalhando para ir olhar e jogar uns vídeos game ele aproveitava enquanto ela tinha que trabalhar sem nem ter uma chance de sair.
E a Anna que esqueceu da antiga amiga e de quem ela era de verdade para viver submissa as suas amiga populares e atras do seu namorado idiota que traia ela e mesmo sabendo não abandonava só porque ele era bonito.

“Boa observação. Mas então, ele é o que a vida é. Que é meio que assustadora.” Ele pôs as mãos nos bolsos e ficou em silêncio."
Foi uma leitura leve e rápida li ele em dois dias, pois não achei a história arrastada. Um livro que o foco não é o romance, mas sim sobre uma família que está preste a se despedaçar mais que ainda tenta se reconstruir, mas que as vezes o amor não é suficiente para isso.
Como o livro não foi publicado no Brasil eu baixei ele em português na internet, precisava ler um livro assim, para me dar mais animo.

“Porque você sabia que as coisas iam acabar de qualquer forma, e então por que fingir que elas iam dar certo quando elas nunca dão?” 
Comentários
7 Comentários

7 comentários:

  1. Oiee ^^
    Não conhecia o livro, mas a história parece ser muito bacana, fiquei curiosa. Odeio quando as personagens, principalmente as femininas, sofrem sozinhas e não deixam os carinhas fofos se aproximarem *-*
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi, Denise!
    O livro parece ser bom. Esse enredo envolvendo principalmente a família é interessante.
    Adorei a resenha.
    Beijos
    Construindo Estante || Facebook

    ResponderExcluir
  3. Oii, tudo bem?
    O livro parece ser bem interessante!
    Gostei da seleção de quotes!
    Bjs

    http://a-libri.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Gostei da capa e pela capa parecia mais um romance. Mas não sei se leria, não gostei de algumas coisas que você citou como o pai dela só olhar o próprio umbigo por exemplo.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?
    Gostei bastante da premissa do livro, uma pena que ainda não foi publicado no Brasil, tomara que seja e logo rs
    Bjus do MAGI'S
    blog: http://www.magisbook.blogspot.com.br/
    youtube: https://www.youtube.com/channel/UCEc_CLTWldvUPEs8iPZRMwQ

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia a obra, mas gostei de o foco ser a família. Acho que deixar as leituras com relacionamentos amorosos de lado pode ser muito proveitoso, ainda mais em uma leitura leve. :) Deve ser uma experiência agradável.

    Beijos,
    Ricardo - www.overshockblog.com.br

    ResponderExcluir
  7. Parece bonitinho, ainda mais que o foco não é o romance adolescente.
    :)
    Se encontrar para ler, com certeza vou pegar um para mim.

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir