17 de novembro de 2014

[Resenha] Beleza Estranha + Sorteio:

Título: Beleza Estranha
Autor: Tércio Ribas Torres
Páginas:112
Skoob: Link

Sinopse:  Beleza estranha é a história de Roberto. A história de Roberto é a história de uma relação afetiva, da dinâmica de uma família em torno de um pai autoritário e controlador. Um pai que faz com que Roberto, menino, sinta muito cedo a dor da rejeição paterna e busque encontrar o seu lugar, mudar o rumo da sua vida. A decisão de mudar instalou-se a partir de uma revelação dolorosa a que teve acesso inesperadamente.
A história de um homem que constrói a sua vida a partir das carências instaladas pela falta de afeto paterno, pela observação do sofrimento da mãe. E, na luta pela superação, ele revela sua grande generosidade quando o pai vem bater à sua porta. E, no final surpreendente, ele se dá conta de que “a vida é mesmo estranha, mas é bela”. O autor lida com as fraquezas humanas, com a dramaticidade do cotidiano e com as possibilidades que o ser humano tem de se superar, surpreender-se e surpreender o outro.

Opinião:
Recebi o livro através da parceria com o autor e gostei de ler essa história.
Roberto é uma garoto que muda de cidade juntamente com seu Pai, Mãe e com seus irmãos. O pai dele comprou um pequeno sitio e foi onde a situação financeira da família começou a mudar e onde Roberto aprendeu muitas coisas no decorrer de sua vida, aprendeu a amar, a ser um bom garoto e a sofrer principalmente quando via sua mãe apanhar de seu Pai. Ele era um garoto bom e nunca entendeu o jeito de seu Pai tratar a família.
O Pai de Roberto não é uma boa pessoa e não respeita a sua família, ele acha que porque sustenta a casa tem direito de tudo e até de bater em sua Mulher e em seus filhos por pequenas coisas, nunca foi uma pai amoro e nem religioso, um homem que só via o seu lado e deixava todos ao seus lados infeliz. 

"...Esperança que no coração ainda ingênuo tinha o gosto de nó no peito. A esperança que, às vezes, soa tanto como uma palavra desesperada. Esperança de ver o mundo melhor, de ver sua gente em paz."

Roberto é uma boa pessoa apesar de algumas traquinagens de infância, ele batalha pelo que quer, nunca aguentou ver sua mãe sofrer então quando cada filho tomou seu rumo ele incentivou ela a abandonar o marido que só fazia mau a ela.

Mas acontece algo que Roberto não esperava seu Pai fica doente e ele é o único que está disponível para cuidar dele, mas o Pai dele nunca gostou dele, mas ele tem que cumprir seu dever de filho e quando o pai precisava dava banho, comida e ajudava da melhor forma e mesmo doente no começo o velho não deixava de ser mal agradecido e de maltratar as pessoas.
E pensa e uma homem desprezível o Pai do Roberto era ignorante, ciumento e mesmo sendo casado trai a mulher e não deixava os filhos fazer nada, em vezes dele criar uma relação de respeito com sua família a única coisa que ele criou foi o medo, pois faziam tudo o que ele falava. E pior que existem pessoas assim até hoje e que acham que é dever deles bater em mulheres.

Eu gostei da história e achei muito tocante algumas partes a partir de quando Roberto passa a cuidar de seu Pai e acaba se apegando e chega a sentir falta quando o homem viaja e dele também ter encontrado Paz na igreja que sua namorada frequentava e apesar de tudo que o seu Pai fez ele se manteve ao seu lado.
É uma história com linguagem simples e que relata questões dentro de uma família que infelizmente ainda acontece em muitos lares, mas na hora que precisa é bom sempre fazer a sua parte, mesmo que a pessoa necessitada tenha te machucado no passado.
Não posso falar muito da resenha para não dar spoiler do livro. Ele é bem fininho com 112 páginas, mas com letras grandes que da para ler em um dia, só que eu demorei um pouco porque to trabalhando.  As páginas são amareladas e cada capitulo começa com a frase de um livro, música ou poema e são bem bonitas as frases que foram escolhidas para o inicio de cada capitulo.

 "Era daqueles caras que achavam que mulher é produto de cama e mesa. Os filhos são posses quase escravos. Homem nunca chora. Não hesitava em usar violência. Se tivesse que partir para a agressão, não pensava duas vezes. Mesmo que fosse com os filhos ou com a esposa."

SORTEIO:

a Rafflecopter giveaway
Comentários
12 Comentários

12 comentários:

  1. Tem um enredo interessante com um toque forte de drama e realidade. Não conhecia o autor, mas gostei da forma que ele escreve e se expressa.

    http://mundo-restrito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Denise,
    Parece ser uma história interessante, e sua resenha me deixou curioso.
    Participando do sorteio \o/

    Até mais,
    http://entreserieselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oii!!
    Eu já tinha visto a resenha desse livro em outro blog e também falaram ótimas coisas a respeito. A capa não me atraiu muito, mas a resenha foi ótima!! Sempre me toco em histórias assim porque tenho um relacionamento parecido com meu pai (Ele é usuário de drogas e não trabalha, se aproveita muito da minha mãe e só quer saber de dinheiro), mas mesmo assim não consigo deixar de me importar por mais que eu tente :/
    Participando do sorteio!
    Beijos
    Thuanny
    Quer falar de livros? || Facebook

    ResponderExcluir
  4. Já tinha visto esse livro várias vezes, mas nunca parei para saber do que se tratava. Confesso que a história não chamou minha atenção, mas vou ler mais sobre ele, talvez mude meus pensamentos. Beijos!

    http://frases-perdidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Denise.
    O livro aborda um tema forte, e não é difícil encontrarmos por ai famílias na mesma situação. Deve ser uma leitura bem tocante, vou participar da promoção e espero ganhar, porque quero muito fazer a leitura também!

    Beijos, Fer.
    http://viciosemtres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia o livro, mas parece ser bem interessante
    Tem assuntos tão comuns que só percebemos quando nos deparamos com eles mais de perto

    Beijos
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Denise!
    Tb li o livro do Tercio =)
    A história é realmente linda e tocante!
    Bjos!!

    www.leituravipblog.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Denise!
    Essa história parece bem realista e próxima do que muitas pessoas ainda vivem. E histórias assim, geralmente acaba mexendo muito com as pessoas. Achei a premissa interessante, o livro parece ótimo!
    Beijos

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. OI Crivelli, adorei conhecer mais um autor nacional.
    Pelo o que vc contou do livro na resenha eu adorarei o livro.
    Acho que ele tem um pouco da forma de escrita do James Patterson no romance "O Diário de Suzana para Nicolas" . Amei!
    Bjos! :D

    http://luadesangue1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Achei que o livro deve ser muito bom. Já odiei o pai de Roberto logo de cara e imagino o desenrolar da história depois. Deve ser muito difícil para ele cuidar do pai depois de tudo.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  11. Oiii. Eu já tinha ouvido algo a respeito do livro, mas não tinha prestado muita atenção. mas gostei da sua resenha e a forma que falou sobre o livro. Realmente ainda existem esses seres cretinos que se acham homens porque batem nas mulheres e crianças. Eu não sei se no lugar do filho ajudaria :(
    Vou tentar participar do sorteio, nunca me acerto direito nesse software, heheheh
    Beijos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oiee ^^
    Acho que eu acabaria arrancando os cabelos lendo esse livro e conhecendo um personagem como o pai de Roberto *-* mas já que você gostou, vou dar uma chance ao livro ^^
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir