[Música] Playlist da Semana:

Hey Pessoal, semana passada acabei nem fazendo o poste de música, mas hoje estou de volta só que  ando sem ideia mesmo para criar o nome da playlist ai sempre coloco o mesmo, espero que curtem as música, sei que Pop não faz estilo de muitos só que é meu estilo de música preferido. Bom já ia esquecendo Feliz Páscoa .


[Filme] Jem e os Hologramas:




Título: Jem e os Hologramas
Ano: 2015
Gênero: Musical
Duração: 1h58min
País de Origem: EUA

Sinopse:  A adolescente Jerrica Benton (Aubrey Peeples), conhecida como Jem, torna-se uma celebridade instantânea na internet e forma com as irmãs a banda Jem e as Hologramas. Quando não estão se dedicando à música, elas buscam mais informações sobre a misteriosa última mensagem deixada pelo pai.



Opinião:
O filme é baseado em um desenho famoso nos anos 80 e que conta a história de uma garota chamada Jerrica e que ela e sua irmã mais nova ficaram órfã e vão morar com a  tia deles as duas filhas adotivas, se tornam irmãs e que depois de grande ela grava um vídeo e fica muito famosa da noite pro dia e até uma gravadora entra em contato com a Jem.
O filme não é uma obra prima, mas é um bom filme para assistir em um momento de tédio ou em uma madrugada sem sono  e até chega a ter um pequeno mistério por conta de um robozinho deixado pelo pai da Jem e que dá a ela pistas diferentes. A Jerrica gravou o vídeo como um desabafo mais na forma de música e a sua irmã postou sem a ordem dela, como a família está com alguns problemas ela acaba aceitando fazer três show, só que no meio disso tudo ela acaba perdendo um pouco da sua identidade ao fazer tudo que a produtora quer e por isso acaba magoando as pessoas que mais ama.
Um filme que não fala apenas de música, mas também de família, amizade e de descobrir quem ela realmente é e qual as suas prioridades.
Jerrica Benton (Aubrey Peeples),  Kimber Bento (Stefanie Scott), Aja Leith (Hayley Kiyoko) e Shana Elmsond (Aurora Perrineau) são amigas e irmãs bem unidades, elas brigam, sorriem, choram, mas se apoiam.
Como eu disso não é uma obra prima e sim um filme leve e que eu assisti no sábado de madrugada. A música do filme também é legal e o que achei legal foi que  no filmes em várias partes passam vídeos de jovens falando sobre seus problemas e alguns de seu talento e que a Jem ajudou eles a se aceitarem como são.

Vídeos:

[Conto] A Ondina:

Título: A Ondina
Autora: Denise Flaibam
Série: Os Mistérios de Warthia # 2,5
Página: 33
Skoob: Link

Sinopse: Anos antes de se aventurar até o Oeste na companhia da escolhida dos Deuses, Ývela precisou encontrar refúgio naquelas terras por causa de uma tormenta. Em meio às dunas do Grande Deserto, a guerreira encontrou perigos terríveis, monstros sanguinários e uma confortante e curiosa nova amizade. Fugindo das próprias lembranças, Ývela tenta entender o seu lugar naquele mundo tão diferente do seu, equilibrando esses estranhos sentimentos à instabilidade do Reino Árido.
Viaje até a Fortaleza do Dragão através dos olhos da querida ondina.
Opinião:
 A Ondina é um dos contos da série Os Mistérios de Warthia e nesse curto conto conhecemos mais um pouco do passado da Ývela e de como ela chegou a fortaleza do dragão.
Ela abandonou o seu reino e fugiu de sua mãe, por conta de uma profecia desde então ela viaja e treina até  chegar o momento certo.
Em uma dessas viagens ela está fraca por falta demasm isso ela acaba chegando em uma cidade junto com outras jovens para ser vendidas e ela acaba tentando salvar todas, nisso acaba recebendo ajuda de Jon e outros homens.
Ela acaba conhecendo a Fortaleza do Dragão e se aproxima do rei, vimos como os sentimentos que está presente no livro A fortaleza do dragão surgiu, pois Ývela e Jon tem um relacionamento complicados, nesse conto eles se tornaram amigos e podiam passar horas conversando sem ver o tempo passar, mas cada um tinha a sua obrigação como é visto em outro livro.
Eu gostei de conhecer um pouco mais da personagem e queria mais, já que esse conto é curtinho, fui lendo e quando vi já havia terminado a leitura.
Bom é uma opinião mais rápida já que é sobre um conto só que eu indico lerem os livros de Os Mistérios de Wathia, são muito bons e ainda é Nacional.

Quotes:
" Por isso, deixando de lado o momento de lazer, Ývela fugira da toca das sereias em direção ao refúgio mais improvável - o lar das dunas infinitas."
"Timidez. Uma das tantas emoções humanas que ela continuava incapaz de entender. Havia centenas delas, todas tão perigosas; sentimentos capazes de trazer-lhe tormenta. Ývela temia senti-los, mas era impossível não fazê-lo, estando tão sujeita ao mundo terrestre quanto estava."
" Ela estava perdida em pensamentos como aqueles; sobre o castelo e as pessoas e como tudo podia ser tão parecido com o seu Reino, mas ao mesmo tempo tão diferente? Portanto, não reparou que havia diminuído os passos e ficara para trás. Acompanhada por alguém." 

Livros:
2.5 A Ondina 

[Dorama] Madame Antonie:

Título: Madame Antonie
Episódios: 16
Gênero: Comédia, Romance, Psicologia
Ano: 2016
País de Origem: Coreia o Sul
Legenda: Português 
Onde encontrar: Online¹ | Online²

Sinopse: Ko Hye Rim é um famosa vidente . Ela é conhecida como " Madame Antoine " e insiste que ela está espiritualmente ligado a Marie Antoinette , mas essa parte é uma mentira. Ela pode ver através das pessoas e ler suas mentes usando " leitura fria " como uma técnica ( um conjunto de técnicas usadas por mentalists , videntes , cartomantes , médiuns e ilusionistas implicar que o leitor sabe muito mais sobre a pessoa que o leitor realmente faz). Ela sonha em ter amor em um filme romântico. Hye Rim , em seguida, participa de um projeto de teste psicológico realizado pela psicoterapeuta Choi Soo Hyun . Seu objetivo é provar que o amor verdadeiro não existe. Coincidentemente, o nome para o seu centro de tratamento psicológico é Madame Antoine .


Opinião:
Madame Antonie estava na minha lista de doramas para assistir, mas eu ia esperar ser exibido todos os capítulos, só que nem aguentei esperar e comecei a acompanhar, dei bastante risada com a história e também fiquei com um pouco de raiva do protagonista, por conta de umas atitudes dele.
Ko Hye-Rim (Han Ye-Seul) trabalha em um café e também se diz uma vidente, seu café e a" voz" que da as informações para ela se chama Madame Antoine, ela é esperta e sempre acerta suas previsões, porque aprendeu a ler as pessoas.  Ela trabalha duro para poder sustentar sua filha que estuda fora do País. Ela sonha em encontrar um amor, apesar de já ter sofrido muito por conta do amor. Ela acaba conhecendo um famoso psicologo chamado Choi Soo-Hyun (Sung Joon) que abre uma clinica na sala que fica em cima do café da Hye-Rim e para piorar o nome do centro dele também é Madame Antonie, no inicio os dois brigam bastante só que o Soo-Hyum resolve usar a Hye-Rim em um experimento sem que ela saiba e que consiste em mostrar que o amor não existe e que envolve várias fases inclusive a mulher fazer tudo que o homem pedir, ele usa três homens para ele escolher um, no caso um é inteligente, o outro é jovem e bonito e o último é rico e o Soo-Hyum resolve participar do experimento sendo o homem profissionalmente sucedido e rico.

[Resenha] Filha da Profecia:


Título: Filha da Profecia
Autora: Juliet Marillier
Páginas: 640
Série: Sevenwaters #3
Editora: Butterfly
Skoob: Link


* Livro cedido pela editora
Sinopse: A história de Fainne, criada pelo pai, Ciarán, em uma terra distante. Ao se tornar adolescente, ela é visitada pela avó, a malévola feiticeira Lady Oonagh, que a obriga a embarcar em uma terrível missão: infiltrar-se na família, em Sevenwaters, e impedir que seu tio Sean e seus aliados reconquistem as Ilhas sagradas – invadidas há gerações pelos escandinavos.
Educada pelo pai usando seus dons de magia para o bem, ela, no entanto, agora se vê forçada a usar de artimanhas e maldade para atingir os objetivos de vingança de sua avó.

Opinião:
Enfim li o terceiro livro de Sevenwaters, inicialmente seriam apenas 3 livros, ou seja, concluiria nessa história, mas a autora resolveu lançar mais livros e pelo que vi agora são 6,  o que gosto desse livros da Autora é que ela sempre trás uma jovem mulher, que apesar de delicadas se tornam heroínas, mas que também enfrentam muitas dificuldades pelo caminho.
Sevenwaters acompanha em seus liros gerações diferentes e seguindo a linha do livro essa é a terceira geração, mas com aparições de personagens já conhecidos em Filho das Sombras. Nessa nova histórias somos apresentados á Fainne filha de Ciarán e Nimah, a garota foi criada pelo seu Pai e de uma forma muito solidaria e desda infância teve apenas um amigo o Darragh, ela é neta de uma velha inimiga de Sevenwaters a Lady Oonagh, mas também é uma das herdeiras dessas terras e quem toma conta delas hoje em dia é seu tio Sean.
Seu pai sempre ensinou muitas coisas para a garota, mas nunca ensinou ela a se comportar como uma garota e a fazer outras atividades de mulheres por isso pede ajuda a sua mãe que não é tão confiável para ensinar essas coisas para a garota antes de envia-lá para  Sevenwaters, mas a Lady Oonagh tem planos e pretende usar Fainne para isso, nem que seja ameaçando a garota.
A Fainne é uma boa garota, cresceu praticamente na solidão e até estranha a movimentação de pessoas e crianças na casa de seu Tio Sean, mas por conta de um acessório ela acaba tendo pensamentos sombrios e para agradar a sua avó faz coisas erradas e até tenta afastar Darragh que vai atrás dela não ligando para a distância. Eu gostei dela, mas também me estressei muito por conta da sua avó, ela era manipulada e demorou para fazer isso, ela acaba se apegando a sua família, seus primos e primas se tornam boas companhias para ela, inclusive Johnny leva sua prima juntamente com a sua mãe Liadan para a garota passar um tempo com a tia na escola de guerreiros. Bom apesar de tudo Fainne no final faz o que é certo.
"As maiores armas eram as do coração: ódio, dor, medo e amor. Esta, então, era a arma mais poderosa."

Denise Crivelli, 27 anos, sul-mato-grossense, formada em Publicidade e estudante de Administração, viciada em livros, doramas e séries.

Facebook

Sorteio

Facebook

Busca

Arquivos

Seguidores

Populares

Tecnologia do Blogger.