[Música] Playlist da semana:

Hey pessoal, eu sou sem criatividade para dar nome para as playlist, peguei umas com clips/MV lançados recentemente e que já andava escutando as músicas antes. Espero que aproveitem a playlist.

[Série] Fuller House:

Título: Fuller House
Episódios: 13
Temporada: 1
Ano: 2016
Status: Renovada

Sinopse: Nesta nova série, que é uma sequência do clássico Três é Demais (Full House), D.J. trabalha como veterinária em São Francisco, mas acaba de ficar viúva justo no momento em que espera o seu terceiro filho. É quando Stephanie, uma musicista aspirante, e Kimmy, junto com sua filha adolescente Ramona, se mudam para morar com D.J. e ajudá-la a cuidar de seus dois filhos – J.D. e Max, de 12 e 7 anos – enquanto aguardam o nascimento do novo bebê.


Opinião:
Fuller House como a sinopse já diz é uma sequência de Full House, a série teve a intenção de reunir o elenco original nessa versão, mas dessa vez Jesse ( John Stamos), Danny(Bob Saget) e Joey (Dave Gladsyone) voltam apenas para participações na série e as protagonistas da vez são D.J. Tanner-Fuller (Candace Cameron), Stephanie Tanner (Jodie Sweetin) e Kimmy Gibller (Andrea Barber), as duas primeiras são as filhas mais velhas de Danny e a Kimmy é a melhor amiga de D.J. desde criança.
Em Fuller House D.J. é uma mãe viúva e com três filhos e agora ela precisa de ajuda para poder cuidar das crianças e trabalhar, nisso sua irmã Stephanie e a Kimmy que sempre sonhou em morar na casa da família Fuller resolvem ajudar ela e então elas vão morar com a D.J. e a Kimmy vai junto com a sua filha para a casa de D.J.
A série reuniu vários atores da série, menos as gêmeas Olsen, já assisti vários episódios da série Full House mais nunca cheguei ao final, vou ver se assisto ela desda primeira temporada, bom voltando a Fuller House a série trás comentários, referências da série antiga e também comentam sobre a ausência da filha mais nova falando que ela trabalha com moda, já que na vida real as Olsen  trabalham com moda. Pode até ter referências, mas pra mim que já conhecia não me deixou boiando e mesmo se vocês não conhecem a antiga vão entender a nova série tranquilamente.

[Dorama] Cheese in the Trap:

Título:  Cheese in the Trap
Episódios: 16
Gênero: Romance, Drama, Amizades, Mangá, Psicologico. 
Duração: 60 min.
Ano: 2016
País de Origem: Coreia do Sul
Onde encontrar: Online

Sinopse: Tendo voltado para a faculdade depois de uma longa pausa no ano, devido à falta de dinheiro , Hong Sul, um hard-working sobre-empreendedor , inadvertidamente, entrou no lado errado da Yoo Jung , mais velho que ela , que é atlético , boa aparência, recebe boas notas e tem uma personalidade tipo, mas também um lado escuro escondido. A partir de então sua vida tomou um rumo para o pior e Sul era quase certeza de que era obra de toda Yoo Jung. Então porque é que de repente ele agindo de forma tão amigável , um ano depois ?

Opinião:
 Cheese in the Trap é um drama que eu passei muita raiva no decorrer da história e confesso que no começo não estava gostando, mas depois acabei gostando e muito do casal principal. 
Hong Seol (Kim Go-Eun) é uma garota amigável, só que por conta dessa personalidade mais tranquila as pessoas sempre tentavam se aproveitar da bondade da garota, ela caba conhecendo Yoo Jung (Park Hae-Jin) um jovem rico e com umas atitudes estranhas e a partir desse momento as coisas na faculdade começa a ficar estranha e ela até se sente perseguida e pensa em desistir, mas no ano seguinte toda a situação muda e o Yoo Jung passa a convidar ela para amoçar e Seol sempre recusa, mas chega uma hora que não dá mais para escapar e com isso eles se aproximam e começam a namorar, tudo até parece ser simples e fácil para os dois, mas não é.

No decorrer do doramas vimos a Hong Seol se aproximando e criando sentimentos pelo Yoo Jung e em algumas coisas eles são parecidos, já que as pessoas gostam de se aproveitar deles e uma coisa que me estressou que foi que os colegas da Universidade da Seol se aproveitavam muito dela e ela cooperava, mas depois viu que quando ela começou a ter atitude sobre isso as pessoas a faziam se sentir culpada e os que agrediam verbalmente ela principalmente o Kim Sang-Cheol queriam se passar por vitima, olha a coitada da Seol passou por muita coisa e tudo isso por causa de seus "Colegas", teve até uma garota que tentou imitar a Seol e depois de fazer as coisas erradas se passou por vitima.
Cada personagem tem seus fantasmas, a Hong Seol é uma garota que se esforça tanto, para estudar e trabalhar e mesmo assim não recebe reconhecimento dos seus Pais que colocam o seu irmão na frente até dos estudos dela.
O Yoo Jung é considerado esquisito, por suas crises de raiva e sempre foi assim desde sua infância e até por isso acabou sua amizades de muitos anos com duas pessoas, apesar disso gosto muito dele.

Book Tour - Lexus - O Despertar da Escuridão:

Título: Lexus - O Despertar da Escuridão

Autor: Paulo Henrique Bragança

Editora: Arwen


Na cidade de Campos Elíseos, onde todas as condições de vida eram ideais, houve uma catástrofe de proporções inimagináveis. Tomados pelo terror, a verdadeira face da humanidade se revela — fria e cruel.

Bianca, uma adolescente comum, jamais imaginaria que faria parte da história. Jamais iria supor que ela seria a esperança para a cura da raça humana. Numa aventura cheia de perdas e de descobertas, só existe um objetivo: sobreviver.



O Autor:

 Paulo Henrique Bragança tem 21 anos e mora em algum lugar no interior de Minas Gerais com sua filha de patas. É autor do livro Lexus – O Despertar da Escuridão e alguns contos espalhados por aí, Cavaleiro Jedi, bruxo, semideus, tributo, Stark de Winterfell (O Inverno está chegando) e cavaleiro de dragão. Apaixonado por livros, games, filmes e séries.





Redes Sociais:

Facebook:
E-mail: paulohenriquebraganca@gmail.com

[Conto] Por que aceitei aquele pedido?:

Título:  Por que aceitei aquele pedido?
Autora: Renata Varela
Páginas: 91
Skoob: Link

Sinopse: Lilly não quer se casar. Idealiza uma vida de viagens, liberdade e sem compromissos. Mas não precisa estar sozinha; Não. Don, seu namorado desde os tempos da faculdade, está em seus planos para o futuro, mas como um namorado tranquilo, conhecendo o mundo juntos e morando em apartamentos separados. Só que Don quer outra coisa. Na noite de ano novo, com mais de cinqüenta pessoas de testemunha, Don se ajoelha e... pede Lilly em casamento. Em pânico, sem saber como rejeitar um pedido tão genuíno, ela acaba dizendo "sim", mas se arrepende profundamente quando percebe que a vida de casada não é para ela, e começa a se fazer a pergunta: Por Que Aceitei Aquele Pedido?
Opinião:
Eu estava lendo várias resenhas desse conto, então resolvi ler. Para ser sincera eu gostei da leitura, mas me irritei e muito conforme eu ia lendo.  
Lilly tem um ótimo relacionamento, ela ama o seu namorado, mas quando fica noiva as coisas começam a ficar diferentes e apesar de amar o Don ela não quer casar e o leitor vê ela descontente com isso, ainda mais que o Don e sua mãe começam a planejar as coisas sem ela saber, não conseguiam enxergar que lilly não estava no clima para esse tipo de decisão o que acabou causando um distanciamento de Don, ela ama ele o problema mesmo é o casamento, ela tem medo do que pode acontecer em uma vida a dois.
O Don parece ser daqueles homens que toda mulher quer, ele é carinhoso e tenta ao máximo ser compreensível  com ela e ainda quer casar, não foge do casamento igual o namorado de uma das personagens desse conto.
A Lilly também tem uma boa amiga chamada Rachel e ao contraio dela Rachel quer casar, mas o namorado foge disso, as duas acabam indo viajar para que a Lilly possa fugir um pouco do tema casamento e pensar no que realmente quer, quem sabe a distância mude os pensamentos dela.
Eu gostei da história, foi super dinâmica e até parecia que a Lilly estava no meu lado contando o que aconteceu na sua vida. A raiva que senti era porque parecia que eu estava vivendo a história, apesar disso é um conto bem gosto para se ler em um dia,

Quotes:
"Existe, em algum lugar, de algum livro muito famoso, uma frase que diz: toda mulher sonha com o casamento.
Tem que ter.
É a única explicação do porquê todo mundo acha que esse é o caminho certo para as mulheres: O casamento."
"Será que nada hoje em dia é simples?
Será que as pessoas precisam mesmo gastar mais de cem mil reais num só dia? Sim, cem mil. Não estou louca. "
"Ver TV. É a melhor coisa em não trabalhar. Ver TV.
Colocar as séries em dia.
Será que é isso que todas essas pessoas desempregadas fazem? É o que estou fazendo agora." 

[Resenha] O Duque e Eu:

Título: O Duque e Eu
Autora: Julia Quinn
Livro: Os Bridgertons, #1
Páginas: 288
Skoob: Link

Sinopse: Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta. Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.

Opinião:
Enfim eu li Julia Quinn, estava tão curiosa para conhecer a escrita da autora e conferir essa série de livros Os Bridgertons e felizmente consegui pegar esse livro em uma troca do skoob, assim que chegou já fui correndo ler ele e adorei, agora entendo porque muitos falam bem do livro e da autora.
Não sei nem por onde começar, acho até que a resenha vai ser mais rápida, já que existe milhares de resenha desse livro.
No livro O Duque e Eu somos apresentados a família  Bridgertons e especificamente conhecemos mais afundo Daphne, mas com a participação de alguns de seus irmãos. Ela é uma jovem que quer se casar e nem precisa ser por amor, mas os homens que a cortejam  são na maioria bem mais velhos, não agrandando a garota e pior que os outros potenciais maridos só querem ser amigos dela. Bom ai entra um amigo de Antony que está de volta a Londres e esse amigo é o Simon Basset que acaba tendo uma ideia para se livrar das mães casamenteiras e conseguir pretendentes para a Daphne.
“Eu quero um marido. Uma família. Não é tão bobo quando se pensa nisso. Sou a quarta de oito filhos. Só conheço famílias grandes. Não sei se saberia existir fora de uma.”

Denise Crivelli, 27 anos, sul-mato-grossense, formada em Publicidade e estudante de Administração, viciada em livros, doramas e séries.

Sorteio

Facebook

Facebook

Busca

Arquivos

Seguidores

Populares

Tecnologia do Blogger.