16 de outubro de 2015

[Resenha] A Aprendiz do Amor:

Título: A Aprendiz do Amor
Autor: Ricardo Orestes Forni
Páginas: 192
Skoob: Link

Sinopse: Numa época medieval, Angélica é uma princesa que vive rodeada de luxo e riqueza, porém, pouco se importa com o conforto do qual desfruta em seu castelo. Sua maior preocupação é com os pobres que vivem nas redondezas. Ao conhecer o humilde jardineiro Antônio, Angélica passa a questionar seus privilégios em relação ao povo humilde.
Porém, seu pai, um rei poderoso e egoísta, não se conforma com as atitudes humanistas da filha. Ajudado por uma serviçal gananciosa, muito próxima de Angélica, o rei se vinga, mandando prender o jardineiro e expulsando a filha do palácio. Todos pagarão um preço por suas decisões. O que será que o destino reservará a cada um deles?

Opinião:
 Quando eu solicitei esse livro, pensei que era como os outros dois livros da editora que li e que teria um romance nele, mas foi totalmente diferente do que eu imaginava pois o livro teve um lado mais religioso e a leitura quando é mais focada nisso, não me atrai muito, não que ele seja ruim, pois li ele normalmente e que não é muito meu estilo de livro.

Na história temos Angélica uma princesa que começa a ter sonhos com uma mulher que começa a ensinar ela sobre a vida, pessoas e também se torna uma amiga dos sonhos e logo depois começa a querer aprender mais sobre religião e vê no Jardineiro do castelo uma boa chance, já que ele é uma boa pessoa e religioso que sempre ajuda as pessoas ao seu redor. Só que o Rei não gosta que sua filha esteja conversando com um pobre Jardineiro e que ande pelo povoado porque as pessoas não pertencem a realeza e vivam em uma extrema pobreza, então a princesa tenta aprender sobre religião e ajudar os pobres escondida de seu Pai e recebendo a ajuda de Antônio o Jardineiro, só que o rei sempre descobria essas fugas e acabou fazendo escolhas ruins a respeito de Antônio  e de Angélica e até fiquei surpresa com a atitude do Padre, pois Antônio respeitava sua religião e o Padre em vez de servir a seu Deus estava servindo o Rei.

" A opção pelo bem é sempre o caminho correto. Contudo, não se esqueça de que essa escolha nem sempre é bem compreendida. Podemos incomodar as pessoas que não desejam ver o bem vencendo o mal. Essas pessoas podem tentar nos atingir. Nessas ocasiões, Angélica, precisamos perdoá-las da mesma forma como precisamos ser perdoadas nas ocasiões em que caímos em erro. (...) Procure sempre lembrar-se de Jesus, que, por amar-nos incondicionalmente, pagou um preço muito alto, embora diante da maioria dos homens continue sendo um vencedor como o consideramos em nossos corações."
O Rei dessa história é soberbo e acha que é o Deus da terra e que pode fazer de tudo que nada nunca vai acontecer com ele, me irritou seriamente, pois diz ser servo de Deus, mas não se move do seu trono para ajudar as pessoas que precisam, onde manipula todos e não respeita nem o Padre direito.
E ainda têm a traição de uma amizade já que a princesa considerava a Luiza uma amiga e a garota só pensava em poder, transformando a amizade em nada e fingindo na frente de Angélica.

A Edição do livro tá linda, A capa têm detalhes de um castelo e de rosas e dentro entre um capitulo e outro têm uns detalhes e as folhas são brancas com  a fonte de um bom tamanho para se ler.
Comentários
10 Comentários

10 comentários:

  1. Olá! Tudo bem?
    Também não sou muito chegada em livros que tem religião no meio e a sinopse também não me deu vontade de ler. É uma pena, mas não é um livro que eu compraria.
    Beijinhos

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  2. ah fiquei chateada por a leitura não ter romance, poxaa, eu gosto de livro religioso, mas quando tem romance, enfim ...

    www.byanak.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tê romance, mais foi um livro agradável de se ler.

      Excluir
  3. Olá, Denise.
    Eu acho as capas da editora todas lindas. Essa não ficou atras. Mas como não leio livros espiritas, nem ligado a religião, eu não leria ele.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Oi Denise!
    A capa realmente é linda com esses detalhes, mas não me parece um livro que eu leria. Mesmo que eu goste de alguns livros um pouco espirituais, não gosto que sejam realmente ligados à religião e sim com o crescimento pessoal.
    Realmente, como você, achei que o livro seria bem focado no romance com base na capa e sinopse.
    Beijos!!!
    Quer Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  5. eu achei maravilhosa a capa..
    mas não sei se eu ia ler... não despertou aquela vontade! kkkk
    só curiosidade mesmo...

    http://www.blahoestraich.com.br

    ResponderExcluir
  6. Eu teria me decepcionado! Auto ajuda e livros religiosos não são para mim, apesar de já ter lido - e gostado - de muitos espíritas.

    www.vidacomplicada.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não sou muito fã de livros assim, mais eu já li dois dessa editora que envolve romance e gostei.

      Excluir
  7. Eu também acho meio complicado livros assim sabe?Mas há livros e livros.Li um da Arqueiro ( vulgo esqueci o nome,ahahahahah) mas que puxava esse lado religioso que não pregava nada,sabe? apenas explicava o ponto de vista da autora. curti muito :)



    beeijão :)
    http://carolhermanas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oiee
    Não curto muito livros de religião ou que perpasse pelo tema, ainda assim fiquei um pouquinho interessada por esse livros. Mesmo que, não tenha certeza se leria.
    Beijinhos Screepeer
    Screepeer

    ResponderExcluir