Resenha | O Guia do Cavalheiro Para o Vício e a Virtude (Montague Siblings #1) - Mackenzi Lee

Título: O Guia do Cavalheiro Para o Vício e a Virtude
Autora: Mackenzi Lee
Páginas: 434
Nota: 3,5/5
Skoob: Link

Sinopse: Uma aventura romântica do século XVIII para a era moderna. Simon Versus a Agenda Homo Sapiens, encontra os anos 1700. Henry "Monty" Montague nasceu e foi criado para ser um cavalheiro, mas nunca foi domado. Os melhores internatos da Inglaterra e a constante desaprovação do pai não conseguiram conter nenhuma das suas paixões - jogos de azar, álcool e dividir a cama com mulheres e homens. Mas agora sua busca constante por uma vida cheia de prazeres e vícios está em risco. O pai quer que ele tome conta dos negócios da família. Mas antes Monty vai partir em seu Grand Tour pela Europa, com a irmã mais nova, Felicity, e o melhor amigo, Percy - por quem ele mantém uma paixão inconsequente e impossível. Monty decide fazer desta última escapada umafesta hedonista e flertar com Percy de Paris a Roma. Mas quando uma de suas decisões imprudentes transforma a viagem em uma angustiante caçada através da Europa, isso faz com que ele questione tudo o que conhece, incluindo sua relação com o garoto que ele adora.
Opinião:
 O Guia do Cavalheiro Para o Vício e a Virtude era um livro que está há muito tempo na minha estante, desde a época que foi lançado, então resolvi dar uma chance a essa leitura, foi um livro que eu lia e pensava não estou gostando, mas depois eu gostava , fiquei com o pensamento nessa situação de gostar ou não gostar a leitura toda, porém no geral foi uma história que me agradou.
Nesse livros conhecemos 3 jovens, dois estão indo para um grande tour ande de seguir para as funções de um adulto e a outra está indo para uma boa escola, porém os grandes protagonistas são Henry e Percy, os dois são melhores amigos desde a infância e sempre estavam juntos. Hary um dia vai herdar o título de seu pai e Percy é o filho bastardo de uma família rica que foi criado pelos seus tios. Henry gosta de se relacionar com homens o que para época é um escândalo, ele almeja um jovem que parece estar fora de seu alcance que é o seu melhor amigo Percy, o jovem possui sentimentos muito intenso a respeito do amigo e tudo é uma tortura quando eles estão na mesma cama de forma inocente.
Antes da viagem algo acontece entre eles, o que os mantem afastados um pouco, esse tour deles envolve aventura, escândalo, paixão, amizade. O Henry é um personagem que se acha superior aos outros, ainda mais por sua beleza, acaba sempre se metendo em confusão, dorme com homens e mulheres e nunca pensa nas consequências de seus atos, inclusive ele roubou algo o que colocou todos em apuros durante essa jornada, ele é pura emoção também e acaba não sabendo lidar com todos os sentimentos que possui, porém foi um personagem que evolui muito no decorrer da história, apesar de ter ficado com um pouco de raiva dele. 
Enquanto Henry é pura emoção, Percy é mais controlado, um jovem que mora com os seus tios ricos, afrodescendente, que sofre bastante discriminação, ele sempre está junto com  violino que pertencia ao seu pai. Percy é mais contido a respeito dos seus pensamentos, difícil de se decifrar, mas é possível perceber que ele possui sentimentos além da amizade a respeito de Henry, apesar de ser um dos protagonista, acaba ficando um pouco apagado porque o Hery realmente é o grande destaque. Gente ele sofre de uma doença que alguns tinham até medo de chegar perto porque achavam que era transmissível e por conta da doença o seu destino era outro e não a faculdade de Direto como comentou com os amigos.
O romance no livro é mais contido entre os personagens, ainda mais porque ficam naquele debate de sentimentos, o Henry toda hora pensando no seu amor pelo amigo, mas sem coragem para confessar, porém ao chegar no final da leitura é impossível não estar torcendo para esses dois ficarem juntos. Eles foram personagens que no final fizeram uma escolha pelo coração. Enfim não é o melhor livro que eu já li, porém é uma boa leitura.
Faço um esforço louvável para ignorar Percy durante os dias seguintes. Ele também mantém distância - não consigo decidir se está me evitando ou apenas me dando espaço para me acalmar 
É algo estranho, querer morrer. Ainda mais estranho quando não se sente que merece escapar tão facilmente. eu deveria ter lutado mais contra mim mesmo, ter trancafiado tudo aquilo melhor. Não deveria ter vontade de agir de acordo com meus instintos tão naturais.
Minha bela e trágica história de amor com Percy não é nem bela nem uma verdadeira história de amor, e é trágica apenas pela unilateralidade.
O mundo poderia ser uma tela em branca e eu ainda estaria igualmente inflamado de felicidade, apenas por estar com ele.


Comentários
10 Comentários

10 comentários :

  1. Oi Denise, tudo bem?
    Achei bem legal a brincadeira de trazer essa vibe do século 18 pra uma história moderna. E tendo representatividade LGBT+ é ainda melhor.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  2. Oi, Denise como vai? Esse livro me parece bastante interessante, pois aborda assuntos da sociedade moderna como o LGBT+. Adorei sua resenha. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Me recordo bem quando este livro foi lançado e do quanto ele dividiu opiniões!Acho isso maravilhoso.
    Uma história de amor contada numa época tão distante, de forma não tão habitual.
    O preconceito, o sentimento...sei lá, penso ser um cenário imperfeito e claro, intenso!
    Ainda sinto muita vontade ler a obra!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  4. Oie
    Logo que foi lançado também tive interesse em ler, mas o tempo passou e eu acacei deixando de lado. Que bom que vc curtiu a leitura.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Desde que lançou eu fiquei curiosa para ler esse livro, parece ser uma história divertida e envolvente. Está na minha lista.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  6. Amei sua resenha, mesmo não tendo sido o melhor livro que você leu, acredito que só por ter conhecido uma nova história já valeu a pena! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  7. Olá, Denise.
    Eu li tantas resenhas negativas do livro que nem me interessei em ler ele. Não tem algo na história que me chame a atenção.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  8. Oii, esse livro eu gostei muito da história, não sei esses assuntos chamam muito a minha atenção. Fiquei com dó agora de um deles ter a doença, só deixou a história mais emocionante. Eu amei sua resenha, acredito que vou amar ler esse livro, mesmo vendo suas impressões de gostar e não gostar haha
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
  9. Oi Denise!
    Não cheguei a ler esse livro, mas acho que o interessante dele deve ser o protagonismo masculino né? Geralmente nas histórias de época quem narra é a mulher, hahah
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Olá, Denise!
    Não conheço o livro, nem tanto o autor. Pareceu-me a ser um romance de época (Estarei errada?!). Gosto muito do género e, irei pesquisar se já foi lançado aqui em Portugal :) O importante é que gostou :)
    Boas leituras!
    Beijinhos


    http://tudosoblinhas.blogspot.com

    ResponderExcluir

Denise Crivelli, 27 anos, sul-mato-grossense, formada em Publicidade e estudante de Administração, viciada em livros, doramas e séries.

Facebook

Sorteio

Parceria

Parceria

Facebook

Busca

Arquivos

Seguidores

Populares

Tecnologia do Blogger.