Música | Playlist da Semana #148

Hey pessoal, demorei mais apareci, hoje fiquei enrolando e depois dormi um monte na parte da tarde e acordei com uma preguiça lascada.  Hoje a playlist é composta com mais de 90% de K-pop.

Releituras que não gostei

Hey pessoal, quem nunca leu um livro que amou e quando foi reler tempos depois acabou não te agradando tanto, isso aconteceu comigo e deve acontecer com outros leitores, então nesse poste separei três livros que adorei em uma primeira leitura, mas a situação mudou quando reli a leitura, trazendo decepção, pois tem livros que sempre releio e continuo amando.


Elixir - Hilary Duff

Sinopse: Com seus dezessete anos, Clea Raymond vem sentindo o brilho dos holofotes desde que nasceu. Filha de um renomado cirurgião e uma importante política, ela se tornou uma talentosa fotojornalista, refugiando-se em um mundo que a permite viajar para diversos lugares exóticos. No entanto, após seu pai ter desaparecido em uma missão humanitária, Clea começa a perceber imagens sinistras e obscuras em suas fotos revelando um belo jovem — um homem que ela nunca viu antes. Quando o destino faz Clea se encontrar com esse homem, ela fica espantada pela conexão forte e instantânea que sente por ele. Conforme se aproximam e se envolvem no mistério do desaparecimento do pai de Clea, eles descobrem a verdade secular por trás dessa intensa ligação. Divididos por um amistoso triângulo amoroso e assombrados por um poderoso segredo que afeta seus destinos, eles embarcam em uma corrida contra o tempo para desvendar seus passados e salvar suas vidas - e seu futuro

Quando eu li esse livro pela primeira vez eu não tinha nem blog e li ele por conta da Hilary Duff (diva), lembro que a primeira vez que li esse livro eu amei, não consegui ver pontos negativos nele, porém muitos anos depois fui reler o primeiro para terminar a trilogia e o livro que tinha amado em 2011, se tornou uma decepção alguns ano depois da leitura, não que esse primeiro seja ruim, é uma leitura legal, mas  da segunda vez não deu para elogiar como da primeira vez, li esse e terminei a trilogia e depois passei eles para frente, não valia apena deixar ele aqui só porque foi escrito pela Hilary.

Para Sempre - Alyson Noël

Sinopse: Ever Bloom tinha uma vida perfeita: era uma garota popular, acabara de se tornar líder de torcida do principal time da escola e morava numa casa maravilhosa, com o pai, a mãe, uma irmãzinha e a cadela Buttercup. Nada no mundo parecia capaz de interferir em sua felicidade, o céu era o limite! Até que um desastre de automóvel transformou tudo em um pesadelo angustiante. Ever perdeu toda a sua família. Mudou de cidade, de escola, de amigos, e agora, além de todas essas transformações em sua vida, ela precisa aprender a conviver com uma realidade insuportável: após o acidente, ela adquiriu dons especiais. Ever enxerga a aura das outras pessoas, pode ouvir seus pensamentos e, com um simples toque, é capaz de conhecer a vida inteira de alguém. É insuportável. Ela foge do contato humano, esconde-se sob um capuz e não tira dos ouvidos os fones do i-pod, cujo som alto encobre o som das mentes a seu redor. Até que surge Damen. Tudo parece cessar quando ele se aproxima. Só ele consegue calar as vozes que a perturbam tão intensamente. Ever não entende o porquê disso, mas é incapaz de resistir à paz que ele lhe proporciona, à sensação de, novamente, ser uma pessoa normal. Ela não faz ideia de quem ou o quê Damen realmente é. Sua única certeza é estar cada vez mais envolvida... e apaixonada.
Esse é outro exemplo que li em 2011, amei o livro, incluindo a história e a escrita da autora, que realmente é boa, mas anos depois quando fui reler para continuar a série, não tive o mesmo sentimentos da primeira leitura, que acontece quando releio livros que gosto, foi assim é legalzinho e nada mais, os outros livros que li da série me desanimaram ainda mais que acabei largando a leitura faltando dois livros para terminar, não valia o desperdício de tempo que poderia usar com outra leitura. Esse também não existe mais na minha estante.

O Inverno das Fadas - Carolina Munhóz


Sinopse: A ATRAÇÃO PODE SER FATAL, MAS A FANTASIA FAZ PARTE DO ENCANTAMENTO. Sophia Coldheart não é uma fada comum. Ela é uma Leanan Sídhe, uma espécie de fada que serve de musa para humanos talentosos alcançarem o sucesso. Uma fada-amante. Mas isso tem um preço. Ao mesmo tempo em que os leva ao estrelato, se alimenta de suas energias, levando-os à loucura. E à morte. Uma vida intensa e extraordinária com um fim trágico. Mas o que aconteceria se um humano resistisse à sua sedução e fizesse a própria Sophia sentir-se fascinada por ele? A autora Carolina Munhoz nos conta essa história com primazia, mostrando que o mundo da fantasia para jovens ainda pode render sucessos e obras que vão muito além do simples passar de tempo.

Esse livro li quando comecei a ler mais livros Nacionais e em um primeiro momento, eu amei a escrita da autora, achei a história bem diferente, depois de muitos anos reli o livro e teve muitos quesitos que me incomodaram, um deles é que a história era praticamente um livro Erótico, mas que não era classificado como tal, então não tinha um indicativo de idade, e olha que quando li tinha mais de 18 anos, depois dele li um outro livro da autora que também não me agradou tanto e esse e o outro passei para frente e essa semana troco um livro que ganhei que possui contos escrito por ela também, hoje em dia não me identifico com os livros dela. Não tem nada haver com a idade, porque adoro livros Juvenis.



TOP 5 | Back to School

Hey pessoal, como as minhas aulas do último ano de Faculdade começa hoje dia 19/02, resolvi  fazer um top 5 hoje, sem comentários em cada livros, com histórias que se passam na faculdade/ Escola. Tem livros fofos e também com história mais tensa como o último da lista, espero que gostem desse top 5.



Sinopse: Tocante, profundo, engraçado, sexy... ''O Acordo" é um romance que vai te encantar e surpreender a cada página. Hannah Wells finalmente encontrou alguém que a interessasse. Mas, embora seja autoconfiante em vários outros aspectos da vida, carrega nas costas uma bagagem e tanto quando o assunto é sexo e sedução. Não vai ter jeito: ela vai ter que sair da zona de conforto Mesmo que isso signifique dar aulas particulares para o infantil, irritante e convencido capitão do time de hóquei, em troca de um encontro de mentirinha. Tudo o que Garrett Graham quer é se formar para poder jogar hóquei profissional. Mas suas notas cada vez mais baixas estão ameaçando arruinar tudo aquilo pelo qual tanto se dedicou. Se ajudar uma garota linda e sarcástica a fazer ciúmes em outro cara puder garantir sua vaga no time, ele topa. Mas o que era apenas uma troca de favores entre dois opostos acaba se tornando uma amizade inesperada. Até que um beijo faz com que Hannah e Garret precisem repensar os termos de seu acordo.

Sinopse: Ashtyn Parker já está acostumada a ser abandonada, e aprendeu a não se deixar envolver demais em nenhum relacionamento. Quando sua irmã mais velha volta para casa, depois de dez anos, com um enteado a tiracolo, ela não quer saber de nenhum dos dois. O que Ashtyn não esperava é que o tal garoto mal-encarado e sem nenhum limite seria também... Irresistível. Depois de ser expulso do colégio interno em que estudava, Derek Fitzpatrick não teve outra escolha senão ir morar com a esposa de vinte e poucos anos de seu pai, que está viajando pela Marinha. Além de ter que aturar a madrasta, ele recebe a notícia de será obrigado a se mudar da Califórnia para sua cidade natal, Illinois. A vida não tinha mesmo como ficar pior... Ashtyn se esconde atrás de uma fantasia da vida perfeita: boa aluna, a única menina – e capitã! – do time de futebol americano da escola e namorada do quarterback promissor. Tudo parecia um conto de fadas. Ainda assim, ela se sente deslocada, e tem um plano para deixar tudo pra trás e correr em busca da bolsa de estudos em alguma faculdade bem longe de sua vida atual. Tudo o que Derek menos quer é participar de mais um drama familiar – já bastam os seus. Agora, ele se vê preso a uma casa estranha, com pessoas que não conhece e em uma cidade bem diferente do que está acostumado. O que ele não esperava era que aquela garota briguenta e fã de junk food seria capaz de mexer tanto com seus sentimentos. Ainda mais ele, tão acostumado a descartar meninas por aí. Para azar – ou sorte!? – de Ashtyn e Derek, o destino ainda guarda mais uma reviravolta na manga. Mesmo com hábitos, ideias e sonhos completamente opostos, um desejo incontrolável surge entre os dois e, juntos, eles enfrentarão o desafio de vencer os preconceitos e os tabus da cidade em que vivem, além de seus próprios medos, para se entregarem completamente a uma paixão avassaladora.

Resenha | Tratado dos Párias (Príncipe Caçador #1) - Isabela Allmeida:

Autora:  Isabela Allmeida:
Páginas: 306
Nota: 5/5
Skoob: Link

Sinopse: Após uma longa guerra que quase devastou a vida na terra, um tratado foi a solução que as quatro raças sobreviventes encontraram para preservar o que sobrou dos seus.  Desde então, o mundo mudou completamente, os humanos se tornaram cruéis e corruptos, novas leis foram criadas e as mulheres perderam seus direitos, viraram moeda de troca.  Mas uma sobrevivente de uma chacina é salva pela raça sombria, e com eles, ela descobre que pode ser mais que uma simples servil, ou escrava de um homem. Mas os Licans e os Sombrios estão sendo alvos de uma trama. Por conta disso, ela enfrentará todos os seus medos e traumas do passado.  Para salvar os sombrios da extinção, ela enfrentará tudo, até mesmo voltar ao reino humano para noivar com o homem que é a causa de seus pesadelos.  Em meio a tantos perigos, investigações e descobertas surpreendentes, o amor começa a florescer. Mas Diana está quebrada, viu como um homem consegue brutalizar uma mulher, e não consegue se entregar completamente ao sentimento.  Mas um sombrio sabe esperar, e em um mundo onde as mulheres são consideradas bens materiais, Diana vai descobrir o que é ser amada incondicionalmente, mas isso... Somente quando estiver pronta.

Opinião:
Tratado dos Párias é uma história em que conhecemos uma sobrevivente de um massacre, ela não tinha nome e era conhecida como 15, foi salva pela raça dos Sombrios, que são seres considerados imortais, mas que apenas três estão acordado o restante está dormindo, até resolverem umas questões, já que precisam de esposas para os sombrios que estão dormindo, porém elas que escolhem e decidem se vão querer e tornar uma companheiro, então eles possui um acordo com humanos na qual todo ano eles entregam duas mulheres e a cada tempo eles recebem 10 mulheres (não lembro direto), era a vez dos sombrios receber até que acontece esse ataque dizimando as garotas e só uma sobreviveu.
Ela ganha um nome e passa a se chamar Diana, e jovem quer vingança e os sombrios também, mas precisam ser cautelosos, enquanto isso Diana passa a ser treinada a respeito de ser Sombrio, ela toma uma mistura que a faz manter jovem, além de precisar amadurecer, pois é necessário se infiltrar no reino dos humanos, para descobrir o que aconteceu, junto o chefe de sombrios inventam uma grande mentira que vai conquistando os nobres do castelo. Ela corre perigo assim como os sombrios, por conta do rei ser um homem muito mal e poderoso e também possuem outra raça como inimiga.
Uma história onde a pior raça mostrada é a dos humanos, que não respeitam as pessoas, que não respeitam as mulheres e que só pensam no poder, enquanto os Sombrios que podem ser considerados como Vampiros, se preocupam com todos de sua raça e os humanos agregados a sua comunidade, tratam bem uma mulher na qual elas possuem o poder da escolha e apesar de ser uma raça mais forte, eles possuem certa fragilidade porque os humanos se tornaram mais perigosos com suas armas.
Foi preciso personagens abrirem mão de sua felicidade para um bem maior, mesmo não querendo cair nas garras do rei, foi preciso abrir mão da felicidade para o bem de todo uma raça que está desestruturada.
Essa é uma trilogia, preciso comprar o segundo e-book, a história é bem envolvente e desenvolvida, gostei do diferencial que ela trás, a resenha não ficou como eu queria, li ele em dezembro de 2018 e só agora consegui escrever uma resenha, porque acontece as vezes é difícil escrever resenha de um livro que lemos para conseguir explicar a história, dessa vez a resenha fico simples, mas da próxima espero melhor.
E vocês já conheciam a autora?
“Quando ficamos tentando ser superiores a outra pessoa é porque já descobrimos que não valemos nada e tentamos a todo custo pisar no outro, mesmo que seja com desprezo, porque isso dá uma ligeira paz em nossa cegueira de superioridade.”
"Ninguém quer dividir o que ama, mas ninguém pode dividir o que não tem."



Denise Crivelli, 27 anos, sul-mato-grossense, formada em Publicidade e estudante de Administração, viciada em livros, doramas e séries.

Facebook

Desapegando

Facebook

Busca

Arquivos

Seguidores

Populares

Tecnologia do Blogger.