MÚSICA | PLAYLIST DA SEMANA #140:

Hey pessoal, acabei nem postando mais cedo, estava assistindo filmes de natal na Sony e em baixo de um ventilador, porque ta muito calor e eu não tenho animo nem para escrever poste nesse calor.

Resenha | Um Presente Para Cléo - Jariane Ribeiro:

Título: Um Presente Para Cléo
Autora: Jariane Ribeiro
Páginas: 107
Nota: 4,5/5
Skoob: Link

Sinopse: Cléo Nunes quer mudar de vida e o primeiro passo é parar de sentir medo de sua tia Dionísia e a aceitar o pavoroso nome que lhe deram, assim como calçar número quarenta e ser viciada em sapatos de liquidação. A mudança começa em um emprego temporário que envolve uma chefe que gosta de axé e de empreendimentos exóticos, mas e se, de repente, no meio de tudo isso, a origem de alguns de seus muitos problemas surgisse, ainda com cara de cafajeste e disposto a esclarecer as interrogações do relacionamento que deu errado? Um contrato é assinado e a cláusula principal diz que Cléo tem que aceitar colocar um ponto final no relacionamento com Theo. Muita coisa pode acontecer, mágoas ressurgirem, paixão e a receita perfeita que resultará em confusão e em um presente pra lá de inesperado.
Opinião: 
Um presente para Cléo é uma história, leve e gostosinha, mas que também trata um pouco sobre o racismo. Bom inicialmente vimos Cléo em uma crise com sua família bem próximo ao Natal, pois ela é confeiteira e todo ano  sua família utiliza dessa profissão, abusando da bondade dela.
Tentando esquecer os problemas com sua família e pensando na comemoração de Natal com sua amiga, ela aproveita que está de férias e consegue um emprego de natal trabalhando para uma conhecida de sua amiga, mas um imprevisto a coloca como Mamãe Noel, junto com a pessoa que ela nunca mais queria ver na vida, seu antigo namorado Theo.
E claramente Cléo e Theo tem questões para serem resolvidas, pois da para perceber que ainda gostam um do outro e a garota tenta negar esse sentimento, mas percebe-se também que foi uma forma de proteger o homem que ama. Entre as discussões dos dois e as lembranças do passado, ficamos sabendo o que aconteceu entre eles.
Os pais de Cléo foram extremamente racista com o Theo quando o conheceram, acharam que sua filha era muito boa para ele, o que acabou abalando um pouco a relação, mas depois aconteceu um episódio que desenrolou para o fim do namoro, mas eles nem chegaram a realmente a conversar a respeito do que acontece, percebeu que foi mais um motivo que ela achou para proteger Theo de sua família. Uma parte que partiu meu coração foi um situação de racismo que Theo enfrentou no Shopping envolvendo uma criança, mas que demostrou fortemente o sentimento que ainda existe entre eles.
Como falei é uma história envolvente e que li super rápido, gosto da escrita dessa autora, sempre cativa o leitor e além disso ela relatou um tema sério, mas de uma forma leve. Os personagens apesar de poucas páginas conseguem resolver seus problemas, sem enrolação na história e a protagonista amadurece a ideia de um grande sonho.

"– É verdade. Norminha me falou que é visível o quanto você tem talento na confeitaria e o quanto gosta do Theo, mas você faz algo para abrir seu próprio negócio? Sem falar que tudo o que fez para o cara que enfrentou todos por você foi cupcakes."
"– Theo não gostava muito de você – falo a ele e tomo mais um gole de suco de uva. – Achava que você não gostava dele e esse foi um dos motivos para o pé na bunda que aquele safado levou. Qualquer cara que entrar aqui dentro terá que te conquistar antes." 

Denise Crivelli, 27 anos, sul-mato-grossense, formada em Publicidade e estudante de Administração, viciada em livros, doramas e séries.

Sorteio

Facebook

Facebook

Busca

Arquivos

Seguidores

Populares

Tecnologia do Blogger.