MÚSICA | PLAYLIST DA SEMANA # 119:

Hey pessoal, sei que ando sumida, mas depois do dia 08/06 as coisas vão estar mais tranquilas, pois o semestre vai estar acabando, inclusive tenho 3 resenha pra fazer, poste de tag pra responde, 2 dorama para comentar. Bom pretendo voltar com tudo para o blog.


Resenha | Sem Filtro: Sem vergonha, sem arrependimentos, apenas eu mesma. - Lily Collins:

Título: Sem Filtro: Sem vergonha, sem arrependimentos, apenas eu mesma.
Autora: Lily Collins
Páginas: 240
Nota: 4/5
Skoob: Link

Sinopse:  Lily Collins — estrela de filmes como Instrumentos mortais, Espelho, espelho meu e Simplesmente acontece — estreia na literatura com um livro confissão; uma conversa entre amigas. Honesta. Sem filtro. Pela primeira vez, Lily fala da vida pessoal e confessa seus segredos mais bem guardados. Lily desnuda suas vulnerabilidades com uma coragem comovente, e lembra que a vida não é feita apenas de risos e um eterno alvorecer cor-de-rosa. Para cada alegria há, também, dor e desilusão; luz e trevas, como em qualquer trama bem urdida. Aceitação é a palavra mágica. Para Lily, olhar o espelho e gostar do que vê, fazer as pazes com você mesma é a chave para suportar os dias ruins. Embora o caminho para o amor-próprio possa ser sinuoso, a autora aprendeu que basta uma pessoa estender a mão, alguém tomar uma pequena atitude para todos os demais entenderem que não estão sozinhos. Engraçada e terna, a voz de Lily irá inspirar você a ser quem é e a sempre dizer o que sente. Chegou a hora de achar sua voz. E viver sua vida... plenamente.

Opinião:
Sem Filtro é a primeira Autobiografia escrita por um famoso que leio, peguei esse livro para sair um pouco da minha zona de conforto que ultimamente está tendo bastante romance. Nesse livro conhecemos um pouco mais da atriz Lily Collins conhecida por filmes como Instrumentos Mortais, Simplesmente Acontece, Espelho Espelho Meu.
Ela conta um pouco da sua infância e de como se sentia a respeito de sua aparência a primeira coisa eram suas sobrancelhas grossas que ela não curtia muito, mas que depois passou a amar e aceitar elas como eram (acho linda a sobrancelha dela), depois veio a questão do peso de querer ser mais magra, bonita e com isso veio junto os distúrbios alimentares que ela sofreu muito com isso, fala também da experiência de gravar o filme To The Bone que é a respeito da mesma situação que ela passou sobre disturbo alimentares e que acabou trazendo alguns fantasmas por um tempo. Ficamos sabendo de seus relacionamentos tóxicos, de namorados que sumiam de sua vida sem dar uma explicação.
Mas além de lermos sobre situações que não foram tão boa, também vimos uma pessoa que aprendeu a se amar, que dá valor as pequenas coisas da vida e que fez as pazes com cozinha de como quando teve suma primeira experiência cozinhando e o sentimento de satisfação que teve por conseguir ultrapassar mais esse obstaculo;
Lily Collins em sua autobiografia nos mostra dois lados diferentes, um lado frágil que sofreu por doenças, relacionamentos tóxicos, mas que também mostra uma jovem forte, que aprendeu ter amor próprio e que procura sempre estar positiva e ver o lado bom das coisas. Ao ler a história parece que somos amigas próximas em que ela conta sobre situações da vida em uma conversa com momentos sérios e descontraídos, mas esse não é um livro que precisa ser lido de uma vez, pode ser lido aos poucos, consegui sentir a sinceridade dela em suas palavras. Para quem é Fã da atriz eu super recomendo a leitura.
"Se destacar na multidão é muito melhor do que se misturar a ela."
"Quanto mais gente carismática você conhece, mas seu caráter se constrói. Quanto mais interessante sua história, mais interessante sua vida."
"O feedback negativo e as conversas constantes sobre minha aparência realmente me atingiram. Eu as ouvia em salas de reuniões, em casting de modelos e, mais tarde, em testes para filmes. Ouço até hoje! E, por um tempo, acabei me sentindo completamente estagnada, como se não tivesse permissão de amadurecer. "
"Às vezes é preciso revisitar o passado para se preparar para o futuro. Isso sempre me soou extremamente cafona, mas agora é mais verdade do que nunca..." 




Denise Crivelli, 27 anos, sul-mato-grossense, formada em Publicidade e estudante de Administração, viciada em livros, doramas e séries.

Facebook

Facebook

Busca

Arquivos

Seguidores

Populares

Tecnologia do Blogger.