MÚSICA | PLAYLIST DA SEMANA #113:

Hey pessoal! demorei mais postei, sei que faz dias que não posto uma playlist e hoje resolvi postar aqui, além disso vou aproveitar e ver se escreve a resenha de dois e-books que li semana passada.

Resenha | Lílian e Gregório e a Segunda Chance - Denise Flaibam:

Título: Lílian e Gregório e a Segunda Chance 
Autora: Denise Flaibam
Páginas:  282
Nota: 5/5
Skoob: Link

Sinopse: Lílian está pronta para um novo começo. A garota maravilha da família Garcia teve um primeiro ano desastroso na faculdade, e deixou tudo para trás a fim de se reencontrar em casa e decidir o que fazer com o seu futuro. Agora ela está disposta a conquistar sua segunda chance, contando com a ajuda de antigos amigos para esse recomeço. Embora um grande ímã para desastres, Lílian está animada com todas as possibilidades. Só tem uma coisa que ela não tem certeza de que pode consertar: Gregório. O rapaz tímido e reservado, de presença marcante e sorrisos inesquecíveis, fez parte das boas memórias que ela criou na faculdade. O único problema é que Lílian partiu seu coração, e foi embora logo em seguida. De volta à rotina, ela vai precisar de todo seu bom humor e coragem para corrigir os erros do passado e reconquistar o garoto por quem é apaixonada.  Lílian e Gregório e a Segunda Chance é uma história divertida e nostálgica sobre perdão e confiança. Sobre até onde é possível ir para lutar por um amor. 

Opinião:
Enfim li Lílian e Gregório e a Segunda Chance e esse livro conta a história da Mônica (Mônica e Enzo e todos os dias). Nessa histórias acompanhamos os acontecimentos que se passaram com Lilian logo que chegou na faculdade e o presente depois que as coisas mudaram, ou seja a história intercala os capítulos como Antes e Depois.
Nessa história ficamos sabendo como Lílian conheceu o Gregório e a paixão avassaladora que foi desde o inicio,  percebe-se que eles foram feitos um para o outro. Esse diferente do primeiro é um livro mais intenso e maduro, com um protagonista masculino que trás uma carga dramática maior, por conta do que viveu no passado, ele possui marcas e compartilha seus Segredos mais profundos com Lílian, mas ela também possui seus problemas, a insatisfação com o seu curso, a pressão que sentia a respeito de sua escolhas, as dificuldades de ambos os lados fizeram ela tornar uma medida estrema e que se arrependeu muito depois, ainda mais porque Lílian ama o Gregório, mas acabou tomando uma atitude extrema. Depois do termino, ela volta para a sua cidade para que possa pensar no que realmente quer, tranca o curso de engenharia, muda um pouco o visual e passa um tempo com sua família, alguns meses se passam e ela volta para a faculdade, mas para um curso novo, vai morar com a sua melhor amiga e tenta esquecer sua paixão, mas fica difícil quando ele também está de volta e ainda mais por frequentarem os mesmos lugares.  O amor entre eles ainda existe, mas será que existe a chance do perdão?
" Sei que ainda tenho muito a aprender sobre o Gregório. E quero aprender, todo e cada detalhe. Quero saber o que seus olhares dizem e o que os seus sorrisos me contam, que segredos seus beijos escondem, quais deles Gregório pode sussurrar para mim, e quais eles precisam entalhar em minha pele com suas caricias."
Primeiramente adorei o Gregório, ele é profundo e apaixonante, foi triste ver que os dois se amavam, mas que estavam distantes, ambos com cicatrizes do que aconteceu quando o relacionamento terminou, e estão machucados, ambos precisam perdoar e ser perdoados para que consigam se entregar novamente ao amor, mas dando um passo de cada vez e prestando atenção nos sinais para não pisarem mais uma vez na bola.
O Gregório é um música que não liga muito para a atenção das pessoas, mas é ótimo no que faz e adora seus cachorros, é carinhoso e preocupado, já a Lilian é inteligente, adora correr, ama a sua família, mas não sabia no inicio o caminho que queria seguir.
Como comentei no inicio o livro intercala o antes e o depois, então podemos ver como iniciou o romance, a situação que se encontram e como tudo acontece, gostei muito dessa forma que foi escrita, pois o leitor já sabia que tinha dado algo errado entre o casal, então ficava a esperança de no presente as coisas se acertarem e eu adorei o casal, são maduros e totalmente diferente dos protagonista anteriores.
Uma história romântica, envolvente, com suas partes tristes e que vale totalmente a pena a leitura. Eu não canso de falar que adoro a escrita da Denise e de todas as histórias dela que li até agora não me decepcionei com nenhuma, inclusive queria uma história protagonizada pelos melhores amigos da Lilian. Super indico a leitura, ele pode ser lido separadamente do outro, mas indico que leiam o da Mônica porque nele conhecemos um pouco da Lílian e vimos a personagem um pouco perdida por conta dos acontecimentos da parte "antes desse livro".
A resenha não ficou como eu queria mais da para o gasto, espero que vocês gostem.
" Tenho medo que as pessoas me deixem porque eu as deixei também. Eu tinha dito, e ele tinha feito exatamente isso."
"Eu tenho medo de amar alguém e perder a pessoa. Eu tenho medo da dor. Eu tenho tanto medo de ficar sozinho de novo."
" A vida é sobre se enganar e voltar para trás ou seguir em frente ou mesmo permanecer onde está e parar de pensar um pouco."
Livros:
Mônica e Enzo e todos os Dias


Resenha | Um de Nós Está Mentindo - Karen M. McManus:

Título: Um de Nós Está Mentindo
Autora: Karen M. McManus
Páginas: 384
Nota: 5/5
Skoob: Link

Sinopse: Cinco alunos entram em detenção na escola e apenas quatro saem com vida. Todos são suspeitos e cada um tem algo a esconder. Numa tarde de segunda-feira, cinco estudantes do colégio Bayview entram na sala de detenção: Bronwyn, a gênia, comprometida a estudar em Yale, nunca quebra as regras. Addy, a bela, a perfeita definição da princesa do baile de primavera. Nate, o criminoso, já em liberdade condicional por tráfico de drogas. Cooper, o atleta, astro do time de beisebol. E Simon, o pária, criador do mais famoso app de fofocas da escola. Só que Simon não consegue ir embora. Antes do fim da detenção, ele está morto. E, de acordo com os investigadores, a sua morte não foi acidental. Na segunda, ele morreu. Mas na terça, planejava postar fofocas bem quentes sobre os companheiros de detenção. O que faz os quatro serem suspeitos do seu assassinato. Ou são eles as vítimas perfeitas de um assassino que continua à solta? Todo mundo tem segredos, certo? O que realmente importa é até onde você iria para proteger os seus.
Opinião:
Depois de dias sem finalizar um livro, consegui ler Um de nós está mentindo e adorei a história e a conclusão do que aconteceu não era o que eu esperava, o que me surpreendeu, pois não tinha cogitado o que aconteceu.
Um de Nós Está Mentindo, conta a história de um grupo de quatro pessoas que mal se olhavam na cara, alguns possuíam um bom histórico sem ter problemas na escola, mas em um dia esses jovens sem conexão são mandados para a detenção por conta de um celular que apareceu em suas bolsas e que nem pertencem a eles, os jovens que vão para a detenção por conta desse motivo são : Bronwyn, Andy, Nate, Cooper e Simon. Uma fatalidade acontece e Simon acaba falecendo e com isso investigações começam e os quatros sobreviventes são investigados, pois eles também possuíam motivos para odiar o Simon, assim como todos da escola, mas eles eram os que estavam no mesmo ambiente na hora da morte. Simon era dono de um aplicativo que postava fofocas sobre os alunos da escola e alguns dos suspeitos nunca tiveram uma fofoca sobre eles publicadas até o inicio das investigações, quando descobrem que a publicação programada antes da morte do garoto seria sobre esses quatros jovens.
"Não sei porque é tão difícil para as pessoas assumirem que às vezes elas são idiotas que estragam tudo por acharem que nunca vão ser pegas."
Confesso que desde o inicio da história eu não considerei os quatro culpados e sim outros que apareceram, mas ao mesmo tempo torcia para nenhum deles: Bronwyn, Andy, Nate e Cooper serem culpados, já que gostei dos personagens e a forma que eles começaram a se conectar depois do que aconteceu, eles não ficavam planejando ir contra a policia, mas pensavam no que poderia ter acontecido. Eles são jovens cometem erros, escondem segredos, por medo de como as pessoas vão olhar para eles, ninguém é perfeito e eles mostraram isso e também sofreram, já que o pessoal da escola deixou de ver os amigos que tinha e conversavam e passaram ver apenas os erros.
Bronwyn era vista por todos como perfeita e inteligente, ela errou e  no meio do processo de investigação se apaixonou, se preocupou com as pessoas próximas e amadureceu. Eu super shippei ela com o Nate, ele por sinal vendia drogas sim, mas não era um assassino, ele tinha medo de se envolver com as pessoas e foram as circunstâncias que fizeram ele escolher o caminho da venda das drogas, mas estava mudando, ele queria melhorar e de entre todos era o que menos se importava com a opinião das pessoas. De todos ele e a Bronwyn foram meus preferidos.
Agora considero a Andy a personagem que mais mudou, no começo ela parecia mais um robô por conta do seu relacionamento com ex-namorado, ela não tinha vontade própria e nem objetivos e isso mudou, sim ela estava sendo investigada, mas para ela foi bom os segredos serem revelados, pois ela deixou de ser manipulável e tudo clareou e por fim o Cooper que era o perfeitinho, astro da escola e que possuía um segredo, pois o medo de revelar a verdade era grande ainda mais pelo que o seu pai iria pensar, mas isso o estava impedindo de ser feliz.

Não considerei eles culpados, pois os acontecimentos não estavam bem explicados e a policia não percebia isso, só via os quatros que estavam na sala, eles nunca questionaram os celulares, o acidentes e não vi medirem esforços para descobrir quem continuou as postagens, gostei da história e o final me surpreendeu, pois não cheguei a pensar naquela opção e isso foi bom. O livro foi bem escrito e depois desse com certeza eu leria outros livros da autora, não sei nem porque enrolei para ler esse livro, para quem gosta de um suspense/triller mais jovem é uma boa pedida.
"Agora eis o dever de casa: liguem os pontos. Será que está todo mundo mancomunado ou alguém está no controle? Quem é o manipulador e quem são as marionetes?
Vou dar uma pista para vocês começarem: todo mundo está mentindo.
Valendo!"
"Sejamos francos: todo mundo no Colégio Bayview odiava Simon. A diferença é que eu tive coragem suficiente para fazer algo a respeito disso.
De nada."


Denise Crivelli, 27 anos, sul-mato-grossense, formada em Publicidade e estudante de Administração, viciada em livros, doramas e séries.

Facebook

Facebook

Busca

Arquivos

Seguidores

Populares

Tecnologia do Blogger.