19 de março de 2018

Conto | Antes que seja Tarde - Victor Pacheco:

Título: Antes que seja Tarde
Autor: Victor Pacheco
Wattpad: Link

Sinopse:  Quão forte pode ser a força de uma pessoa apaixonada? todos sabemos que quem ama é capaz de fazer coisas inacreditáveis pela pessoa amada, até mesmo desistir dela se isso for para o bem da mesma. Quando Victtorio conheceu Heitor soube no mesmo instante que o amava, e conheceu uma nova felicidade até então desconhecida, mas também se viu tendo que fazer uma terrível escolha continuar com seu amor o vendo sofrer o mesmo preconceito que ele ou se afastar dele para evitar essa dor.Te convido a conhecer essa história delicada e apaixonante, espero que goste.



Opinião:
Faz dias que o autor do conto entrou em contato, mas por falta de tempo acabei demorando para ler esse Conto que é tão curto.
Bom nesse conto conhecemos Victtorio  um jovem que é motivo de chacota dos alunos de sua escola e das pessoas do seu bairro, ele é apanha, é agredido verbalmente, ou seja, sofre bullying de todos que estão ao seu redor, mas por um tempo ele já não está mais sozinho e conhece o novo aluno de sua sala chamado Heitor, os dois se tornam próximos, começam a conversar e andar juntos para a casa.  Victtorio sabia que Heitor era como ele e com medo das pessoas infernizarem a vida de Heitor só por estar andando com ele, começou a se afastar até não sobrar nada, com isso Heitor influenciado pelo grupo que andava também começou a praticar bullying com ele,  mas em alguns momentos parecia que nada tinha mudado. 
Os anos se passaram Victtorio ainda não sabia se tinha sentimentos por Heitor e nunca soube se ele chegou à amá-lo, foram exatamente seis anos sem se verem, cada um seguiu seu caminho. Victtorio se formou e se tornou professor e depois de tanto tempo Heitor apareceu na sua vida novamente e dessa vez não deseja deixar que Victtorio escape da sua vida novamente, afinal eles se amam. 
"Está gravado na minha mente como uma tatuagem, o momento em que o vi pela primeira vez, eu estava escrevendo em minha mesa a letra de my immortal da banda evanescence, quando eu o vi entrar na sala e se sentar na cadeira à minha frente, foi amor a primeira vista."
 Um conto apenas de três capítulos, mas eu queria que tivesse acontecido mais  coisas antes do capitulo final, só que eu gostei do conto e foi triste ver o Victtorio abrir mão da sua felicidade tão novo para não estragar a vida de Heitor, ele nem perguntou para o menino sobre como ele se sentia.
Muitas vezes nós importamos com a opinião das pessoas e deixamos de viver nossa felicidade, no caso do Victorio foi no quesito amor, mas quantas  vezes deixamos de fazer algo, de se vestir como queremos por conta de outras pessoas.

"-Sou um eterno fã de Maria do Bairro, me julgue. Eu lhe disse vendo sua gargalhada surgir mais alta que antes, visto que agora nenhuma professora poderia repreender."
Comentários
14 Comentários

14 comentários:

  1. Oie, flor! Tudo bem?!

    Eu não conhecia esse conto, mas achei a temática bem interessante. Infelizmente o bullying (independente do motivo) ainda é algo muito praticado, e em alguns casos as pessoas realmente abrem mão dos sonhos/desejos/objetivos por conta disso. Fiquei curiosa para saber mais a respeito de Heitor E Victtorio.

    E eu conheço bem essa sensação de "quero mais" quando terminamos algumas leituras, hahaha!

    ​​Mil beijos e uma maravilhosa semana,
    Cássia :*
    Blog Procurei em Sonhos

    ResponderExcluir
  2. Oi Denise,
    Não conhecia o conto, mas a proposta parece tocante. Que bom que apesar dos poucos capítulos o autor soube criar uma trama satisfatória e que te deixou com gostinho de quero mais.


    *bye*
    Marla
    https://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Denise.
    Sabe qual o problema dos contos?
    É que a gente fica com água na boca querendo mais hahaha.
    Gostei da reflexão que o conto proporciona.
    Ainda que tenha seus momentos tristes, mas a vida é assim.

    Tenha uma ótima semana.

    Abraços,
    Naty
    http://www.revelandosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Denise. Acredita que nunca li contos. Acho que vou começar viu. Gostei bastante da sua dica. Bela resenha!
    Bjos

    www.momentosdeleitura.com

    ResponderExcluir
  5. fiquei bem curiosa com o livro
    https://retromaggie.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  6. Oi, Denise. Tudo bem?
    Ahhh amo ver histórias com temática LGBT. E esses dias, aliás, por esses tempo, muitas tem aparecido e ganhado espaço. O bullying e a violência para nós é uma dura realidade, somos apontados simplesmente porque amamos. Parece injusto, né?

    Q bom que você leu e gostou.

    - Bjux,
    Diego || Blog Vida & Letras ♥
    www.vidaeletras.com.br || @vidaeletras

    ResponderExcluir
  7. Oi Denise

    as vezes o conto é tão bom que acaba soando curto, né? a gente fica querendo mais
    mas achei importante a temática ser abordada

    beijo
    www.beinghellz.com.br

    ResponderExcluir
  8. Se você viu que podia ter mais, com certeza esse conto pode virar um livro, porque parece interessante :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá Denise
    Uau, que sinopse arrebatadora, quero muito conhecer o livro!
    Beijos <3

    estanteclassica.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Denise.

    Não sou uma pessoa de ler contos justamente pelo fato de eles acabarem cedo de mais.
    Gostei da proposta desse conto e de como a história (infelizmente) é tão real pros dias de hoje.

    abraços
    http://www.auniversitaria.com

    ResponderExcluir
  11. Oi, Dê!
    Não conhecia o conto nem o autor.
    Tenho um pouco de problema com contos, porque sempre acho que faltou alguma coisa ou que poderia ter sido melhor desenvolvido.
    Mas mesmo assim, sempre dou uma chance para eles hahaha quem sabe esse seja o próximo, né?
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  12. Oi Denise, tudo bem?
    Não conhecia o conto e achei a história bem interessante, fiquei curiosa para conhecer melhor esse fã de Maria do Bairro hahaha

    Obrigada pelo carinho. Volte sempre!
    Um super beijo :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  13. Ahhhh, Teen Wolf na capa <3. Eu ainda não tinha ouvido falar do conto, mas tô vendo cada dia mais histórias LGBT ganhando espaço e eu fico muito feliz por isso, afinal, diferentes orientações sexuais e bullying são assuntos muito importantes que tem que ser falados sim!
    Um beijão,
    Gabs | likegabs.blogspot.com ❥

    ResponderExcluir
  14. Oi, Denise!

    Olha Teen Wolf aí na capa do livro! Gostei da mensagem que o livro transmite sobre se agarrar ao momento e se arriscar em ser feliz sem pensar no que os outros vão pensar. Legal também que os dois se reencontrem depois de anos, já encaminhados, como se fosse o destino deles ficarem juntos! Parece ser uma história bem sensível, mesmo que contada em apenas três capítulos, fiquei curiosa

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir