Música | Playlist da Semana #93:

Hey pessoal, sábado chegou e junto mais uma playlist no blog. Passei só para dar uma atualizada, estou limpando minha estante de livros e tirando eles da estante para isso, bem cansativo, mas vale a pena.

TOP 4| Capas com tons rosas:

Hey pessoal, a pessoa aqui anda sem ideias para fazer postes legais, mais pensando em algo para hoje o único poste que consegui pensar foram esse, mas resolvi não fazer comentários desse aqui. Vocês já leram alguns desses livros?



Sinopse: Setecentos e trinta e três dias depois da morte da minha mãe, 45 dias após o meu pai fugir para se encontrar com uma estranha que ele conheceu pela internet, 30 dias depois de a gente se mudar para a Califórnia e apenas sete dias após começar o primeiro ano do ensino médio numa escola nova onde conheço aproximadamente ninguém, chega um e-mail. Deveria ser no mínimo esquisito, uma mensagem anônima aparecer do nada na minha caixa de entrada, assinada com o bizarro nome Alguém Ninguém. Só que nos últimos tempos a minha vida tem estado tão irreconhecível que nada mais parece chocante.




Divulgação | Antalogia Mundo Invertido:

 PROJETO: Muita gente se lembra do dia quinze de julho de 2016, a data que entrou no calendário de nerds e geeks pelo mundo. Foi o lançamento de Stranger Things na Netflix. Essa produção, de apenas oito episódios, é uma das melhores séries norte-americanas já feitas. Misturando terror, drama, suspense, sobrenatural, ficção científica e recheada de referências à TV dos anos 80, o produto mostrou que a magia oitentista nunca morrerá. É nesse contexto que surge Mundo Invertido. Mundo Invertido traz uma dimensão paralela, uma espécie de tapete de estrelas por onde caminha o Senhor dos Mundos, uma entidade viva, uma forma pensante que busca apenas uma coisa: causar medo. A entidade cruza pelas dimensões em veias viscosas entre os mundos, crescendo como uma raiz alongada feito tentáculos que abraçam tudo o que vê. É um olho pulsante que está cansado de viver só, por isso Ele chegou, abrindo portas entre os universos e disseminando o que mais tem em si: o medo. O projeto é formado por dez autores convidados e dez autores selecionados.

OS PARTICIPANTES
Organizadores | Bruno Godoi e Stefano Sant’Anna 
Autores Convidados | Camila Pelegrini, Bruno Bianchi, Pedro Riguetti, Denise Flaibam, Claudia Lemes, Carine Raposo, Marcus Barcelos, Rodrigo Passolargo, Douglas Mct E Allan Baxter. 
Autores Selecionados | Rafael F. Faiani, Igor Chacon, Filipe Damiani, Caesar Charone, Rodrigo Ortiz Vinholo, Kali de los Santos, Leno Lugas, Renan Rivero, Glau Kemp e Gustavo Lopes 


"Mundo Invertido" foi organizada pela Editora Wish. O link do financiamento coletivo é esse aqui: https://www.catarse.me/mundoinvertido

 Quem comprar só precisa enviar o nome completo e um print da tela de confirmação de compra para deniseflaibam@hotmail.com, para que a autora possa enviar o Brinde.




Resenha | Confesse - Colleen Hoover:

Título: Confesse
Autora:  Colleen Hoover
Páginas: 320
Nota: 5/5
Skoob: Link

*Livro cedido pela editora
Sinopse: Auburn Reed perdeu tudo que era importante para ela. Na luta para reconstruir a vida destruída, ela se mantém focada em seus objetivos e não pode cometer nenhum erro. Mas ao entrar num estúdio de arte em Dallas à procura de emprego, Auburn não esperava encontrar o enigmático Owen Gentry, que lhe desperta uma intensa atração. Pela primeira vez, Auburn se vê correndo riscos e deixa o coração falar mais alto, até descobrir que Owen está encobrindo um enorme segredo. A importância do passado do artista ameaça acabar com tudo que Auburn mais ama, e a única maneira de reconstituir sua vida é mantendo Owen afastado.

Opinião:
Confesse é o terceiro livro da autora que leio e gostei bastante dele, uma história emocionante, com uma personagem que está lutando por "algo" que importa para ela. Em confesse temos dois personagens quebrados, um deles é a Auburn que se muda para Dallas para que possa trabalhar e para resolver uma outra situação e acaba conhecendo Owen ao procurar um novo emprego. Bom Owen é dono de um estúdio de arte chamado Confesse em que as pessoas deixam suas confissões e depois ele pintar uma arte referente ao que leu. Assim que Auburn e Owen se conhecem acontece uma grande atração entre eles, mas ambos não podem se envolver totalmente por conta de seus problemas mal resolvidos, fora que ainda tem uma pedra no meio do caminho desses dois chamados Trey, olha que homem insuportável.
Eu adorei o casal de protagonista, e era impossível não torcer por eles, mesmo eles se conhecendo a pouco tempo, foi tudo muito intenso, ainda mais porque a Auburn não sentia um desejo por outro homem desde os 15 anos quando namorou o seu primeiro amor Adam e teve uma história triste com ele, ela era jovem e amou Adam intensamente, mas o destino não queria os dois juntos .
"Não me perco nem um pouco com ele, porque é a primeira vez na vida que sinto que alguém verdadeiramente me encontrou."

Auburn é uma mulher de 20 anos, que prefere não ter relacionamentos para que sua situação perante uma pessoa não seja prejudicada, ela é um jovem mulher sensível, lutadora, mas também covarde e isso faz com que duas pessoas se aproveitem desse medo dela para que Auburn faça o que eles quiserem, ela não leva uma vida fácil desde seus 15 anos em que tudo mudou, gente fiquei morrendo de dó dela porque personagens aproveitavam da sua fragilidade e super torci por ela e o Owen, ele dava forças para ela, respeitava. 
Owen passou por um grande trauma na adolescência e isso acabou afastando seu Pai , mas ele também descobriu nessa mesma época sua vocação a pintura e com 21 anos ele tem um atelie que abre uma vez ao mês para o público e ele pinta através das confissões das pessoas. Ele me conquistou desde o começo, porque apesar de seus segredos ele é um personagem que respeitar a Auburn e que não trata ela como propriede, respeita o tempo da dela.
Trey é um personagem que não aparece tanto, ainda bem porque ele é odiável e faz abuso psicológico com  a Auburn e chantagem emocional com a garota e a mãe dele também faz isso, ele não me agradou desde o primeiro momento que apareceu.

Eu simplesmente adorei a leitura desse livro, queria ter escrito algo melhor, mas fiquei com dificuldade e não queria dar spoiler, mas é uma história envolvente em que adorei ler e que também senti muita raiva com um personagem secundário, mas adorei o Owen ele sempre abre mão de algo para ajudar os outros, mesmo que precise ser preso para isso, mais uma vez a Collen me conquistou com uma história sua.
Tem uma mini série baseada no livro eu achei só o primeiro episódio no youtube legendado, preciso achar os outros. E referente a edição desse livro, no final da história o livro possui algumas artes, representando as artes feitas pelo Owen através das confissões.
"Vou te amar para sempre.Mesmo quando não puder mais."
 "Quem sabe? Se for mesmo pra ficarmos juntos, se o destino realmente existir, talvez algum dia desses ela apareça na minha porta."

Recebidos | Setembro 2017:

Hey pessoal, demorou mais saiu o vídeo de recebidos de setembro. Bom a qualidade desse não ficou tão bom e eu ainda gaguejei feio nesse vídeo, mas fazer o que né, algum dia aprendo a editar. Dia se segunda eu gosto de postar Resenhas, mas como não deu tempo de terminar de escrever a resenha de Confesse, porque estou fazendo uma atividade de matemática financeira ai resolvi postar hoje.




Resenhas:
Confesse


Denise Crivelli, 27 anos, sul-mato-grossense, formada em Publicidade e estudante de Administração, viciada em livros, doramas e séries.

Facebook

Desapegando

Facebook

Busca

Arquivos

Seguidores

Populares

Tecnologia do Blogger.