Lançamentos | Galera Record - Setembro e Outubro:

Hey pessoal, essa semana anda meio corrida que fica até complicado elaborar postes diferentes, aqui foi feriado na quarta-feira e já emendou com o da quinta e para a minha felicidade não tive aula desde terça e não fui pro estágio desde quarta já que hoje emendarem, mas em vez de aproveitar esse feriado só servi para estudar, to cheia de trabalhos e ainda falta uns quatro para fazer e terminar um outro tudo para semana que vêm.  Pelo menos consegui ler um livro nesse feriado né e para piorar meu sábado e domingo também vai ser focado nos trabalhos.


Sinopse: Um romance sobre amadurecimento e a dureza de crescer em uma cultura que exige das mulheres nada menos que a perfeição. Corey Ann Haydu explora as complexidades da família, os limites do amor e quão duro é crescer em uma cultura que premia a beleza acima de qualquer outra coisa e cobra das mulheres nada menos que a perfeição. Uma leitura atual que dialoga direta e honestamente com a multiplicidade de questões enfrentadas por adolescentes e jovens no mundo todo – a confusão do primeiro amor, os dramas familiares e a construção da própria identidade no meio de toda essa loucura. O livro está cheio de personagens realistas, que tropeçam nos próprios medos e cometem erros com alguns dos quais é impossível não se identificar. Montana e sua irmã Arizona têm um pacto  desde que a mãe as deixou: São elas duas contra todo o mundo. Com o pai sempre imerso em relacionamentos tóxicos e uma sucessão de madrastas essa foi a maneira que encontraram de seguir em frente. Mas agora que Arizona foi para a faculdade Montana se sente deixada pra trás e perdida, mergulhando em uma amizade vertiginosa e empolgante com a ousada Karissa. No meio disso tudo, Montana encontra uma distração em Bernardo. Resta saber se Montana têm a confiança necessária no que sentem um pelo outro para encaixar Bernardo na sua vida imperfeita.


Sinopse: Um romance sobre amadurecimento e a dureza de crescer em uma cultura que exige das mulheres nada menos que a perfeição. Corey Ann Haydu explora as complexidades da família, os limites do amor e quão duro é crescer em uma cultura que premia a beleza acima de qualquer outra coisa e cobra das mulheres nada menos que a perfeição. Uma leitura atual que dialoga direta e honestamente com a multiplicidade de questões enfrentadas por adolescentes e jovens no mundo todo – a confusão do primeiro amor, os dramas familiares e a construção da própria identidade no meio de toda essa loucura. O livro está cheio de personagens realistas, que tropeçam nos próprios medos e cometem erros com alguns dos quais é impossível não se identificar. Montana e sua irmã Arizona têm um pacto desde que a mãe as deixou: São elas duas contra todo o mundo. Com o pai sempre imerso em relacionamentos tóxicos e uma sucessão de madrastas essa foi a maneira que encontraram de seguir em frente. Mas agora que Arizona foi para a faculdade Montana se sente deixada pra trás e perdida, mergulhando em uma amizade vertiginosa e empolgante com a ousada Karissa. No meio disso tudo, Montana encontra uma distração em Bernardo. Resta saber se Montana têm a confiança necessária no que sentem um pelo outro para encaixar Bernardo na sua vida imperfeita.

Quotes da semana - O Ódio Que Você Semeia - Angie Thomas :

Hey pessoal, semana retrasada eu li o livro O Ódio Que Você Semeia da Angie Thomas  que possui uma ótima histórias e boas frases e por isso separei algumas para esse poste.

"Às vezes, você pode fazer tudo certo, e mesmo assim as coisas dão errado. O importante é nunca parar de fazer o certo."
"Ter coragem não quer dizer que você não esteja com medo, Starr. Quer dizer que você segue em frente apesar de estar com medo." 
"Engraçado. Os senhores de escravos também achavam que estavam fazendo a diferença na vida dos negros. Que os estavam salvando do "jeito selvagem africano". Mesma merda, século diferente. Eu queria que pessoas como eles parassem de pensar que gente como eu precisa ser salva."
"Sejam rosas que crescem no concreto." 
"As palavras dela tinham poder. Se ela dissesse que estava tudo bem, estava tudo bem. Mas, depois de segurar duas pessoas dando seus últimos suspiros, palavras assim não querem mais dizer merda nenhuma."
“Você é branco. Eu sou negra. Você é rico. Eu não.”
Isso não importa”, ele diz. “Eu não ligo pra esse tipo de coisa, Starr. Eu ligo pra você.”
“Esse tipo de coisa é parte de quem eu sou.”
"... The Hate U Give Little Infants F...s Everybody, ou o ódio que você passa para as criancinhas f... com todo mundo. Eu censuro o que falo. Estou falando com o meu pai, né?

Resenha | Os 12 Signos de Valentina - Ray Tavares:

Título: Os 12 Signos de Valentina
Autora: Ray Tavares
Páginas: 382
Nota: 4,5/5
Skoob: Link

*Livro cedido pela editora
Sinopse: Isadora é ariana e seu ex namorado pisciano... Inferno astral! Em busca da combinação astrológica perfeita, ela cria um blog para relatar suas experiências. Isadora descobriu da pior forma possível que o namorado a traíra. E com sua melhor amiga, ainda por cima! A estudante de jornalismo entra numa fossa sem fim. Sem nenhum estágio à vista, ela se afoga em filmes feitos para chorar, pizza e em sua mais nova obsessão: stalkear o perfil do ex namorado no Facebook. Até descobrir exatamente o que deu errado entre ela e Lucas: seus signos são incompatíveis. Basta encontrar um rapaz de libra e seu mundo entrará nos eixos novamente. Com a nova obsessão e a desculpa do trabalho final de jornalismo online, uma reportagem investigativa sob um pseudônimo, Isadora une o útil ao agradável e cria um blog para relatar a experiência: Os 12 signos de Valentina. Já que precisa encontrar o libriano perfeito, por que não aproveita e experimenta os outros signos do zodíaco para ter certeza mesmo?
Opinião:
As minhas últimas leituras tinham sido histórias boas para fazer o leitor pensar e por isso precisava ler um livro leve, engraçado e envolvente e foi o que achei em Os 12 signos de Valentina e com esse livro concluo que as leituras que andei fazendo por esses dias foram bem positivas.
Bom na história conhecemos Isadora ou simplesmente Isa, ela levou um pé na bunda de seu namorado depois de seis anos juntos e isso foi fim pra ela que passou um bom tempo sofrendo, mas quando sua prima leva uma para balada a garota meio que fica super interessada sobre os signos e por conta de um trabalho da faculdade acaba criando um blog chamado Os 12 signos de valentina, onde a intensão é ter um encontro e beijar cada cara de um signo diferente e depois postar o perfil e como foi o encontro com determinado signo, logo de cara o blog vira um sucesso e todos querem saber quem é a misteriosa Valentina e no meio dessa pesquisa acaba conhecendo um novo interesse amoroso Ela teve que aprender a conciliar os dois, mas nem sempre é o certo e uma hora a bomba cai.
"Quando assistimos a comédias românticas, geralmente nos deparamos com a mocinha muito triste por um final de namoro logo nos primeiros quinze minutos de filme (...), mas esses filmes nunca mostram quando o falecido decide retornar, enviar mensagens, tentar algum contato."
Isadora sofreu e resolveu dar a volta por cima ao criar o blog, ela corria o risco de ficar mal vista, mas também tinha que ser feliz e aproveitar a vida e ela provou ser mega engraçada, principalmente quando está bêbada e sempre acontece de pagar mico na frente do garoto que está afim, quem nunca né?. Eu gostei da protagonista porque ela fez algo fora de sua zona de conforto, ou seja, teve novas experiências e conheceu pessoas diferentes, ela começou a história sofrendo com um pé na bunda e deu a volta por cima.
Andrei é meu no Crush literário, nerd, fofo, inteligente e já quero um desse na minha vida. Adorei o personagem e gostava da interação dele com a protagonista, eles pareciam se completar, fora que ele se divertia com os micos da Isa, e ela acaba sendo ela mesmo na frente dele. Ele é um rapaz compreensível mesmo com as mancadas que a garota ando dando com ele. E está realmente apaixonado pela garota. Muito amor por esses personagens.
Claro além dos dois anda temos a participação de Marina (? esqueci o nome dela) prima da Isadora e a incentivadora para o inicio do blog, sempre carregando a prima para fora de casa, festas, jantares junto com o seu namorado Rodrigo e os dois são daqueles casais que contam tudo um para o outro e que realmente aproveitam o relacionamento que tem.
O ex-namorado da Isadora é um saco, se o relacionamento não tava bem ele devia ter conversado com ela e não traído, ainda bem que esse ser aparece pouco e nem lembro o nome dele.

A história é gostosa, envolvente e para ler super rápido e o legal é  um livro Nacional, bom eu achei legal que as partes das postagens dela no blog imitam uma aba da internet e gostava de ler a descrição, alguns desses caras que ela saiu eram chatos pra caramba.
Bom apesar de ser um livro até grandinho o leitor acaba não percebendo os capítulos passarem e como disse no começo realmente precisava de uma história assim para me distrair. Queria ter feito uma resenha melhor, mas ultimamente ando complicado, ando pensando mais nos meus trabalhos da faculdade e a dificuldade para resenhar os livros aqui reinam, quem sabe isso mude na próxima semana.

"O que seria das nossas vidas sem alguns acontecimentos inesperados? Completamente entediante." 
"Fique com alguém que saiba valorizar a pessoa que tem ao lado e que saiba o quão sortudo é em tê-los ou tê-las."  
"Por que é que a gente tem esse estranho fetiche de nos sabotar?" 

Entrando no clima do livro:
Os virginianos estão sempre prestando atenção nos menores detalhes e seu profundo senso de humanidade faz com que seja um dos signos mais cuidadosos do zodíaco. Sua abordagem metódica de vida garante que nada é deixado ao acaso. Os virginianos são muitas vezes delicados, mas também muito cuidadosos. Virgem é um signo de Terra, preferindo as coisas conservadoras e organizadas, e os que dependem deles. As pessoas nascidas sob o signo de Virgem levam uma vida muito organizada; e mesmo que eles sejam bagunceiros, seus objetivos e sonhos estão localizados em pontos estritamente definidos em sua mente. Como Mercúrio é o planeta regente de Virgem, este signo tem um sentido muito aguçado de fala e escrita, bem como todas as outras formas de comunicação. Muitos virginianos podem optar por seguir uma carreira como escritor ou jornalista. Virgem é muitas vezes incompreendido, por causa do simbolismo do nome deste signo. É como se experimentassem tudo pela primeira vez. (Crédito)
E vocês que signos são?

Resenha | O Ódio Que Você Semeia - Angie Thomas:

Título: O Ódio Que Você Semeia
Autora:  Angie Thomas
Páginas: 378
Nota: 5/5
Skoob: Link
* Livro cedido pela editora


Sinopse: Starr aprendeu com os pais, ainda muito nova, como uma pessoa negra deve se comportar na frente de um policial. Não faça movimentos bruscos. Deixe sempre as mãos à mostra. Só fale quando te perguntarem algo. Seja obediente. Quando ela e seu amigo, Khalil, são parados por uma viatura, tudo o que Starr espera é que Khalil também conheça essas regras. Um movimento errado, uma suposição e os tiros disparam. De repente o amigo de infância da garota está no chão, coberto de sangue. Morto. Em luto, indignada com a injustiça tão explícita que presenciou e vivendo em duas realidades tão distintas (durante o dia, estuda numa escola cara, com colegas brancos e muito ricos - no fim da aula, volta para seu bairro, periférico e negro, um gueto dominado pelas gangues e oprimido pela polícia), Starr precisa descobrir a sua voz. Precisa decidir o que fazer com o triste poder que recebeu ao ser a única testemunha de um crime que pode ter um desfecho tão injusto como seu início. Acima de tudo Starr precisa fazer a coisa certa.
Angie Thomas, numa narrativa muito dinâmica, divertida, mas ainda assim, direta e firme, fala de racismo de uma forma nova para jovens leitores. Este é um livro que não se pode ignorar.

Opinião:
Gente que livro bom é esse, que nem sei por onde começar direito e depois de uma semana que concluir a leitura estou aqui tentando escrever essa resenha.
Na história conhecemos Starr uma garota negra e que vive dois mundos diferentes o do bairro pobre onde mora e o da escola de ricos e na maioria brancos onde estuda e ela procura agir diferentes em ambos, na onde vive não quer ser vista como a garota que estuda no colégio rico e no colégio não quer ser vista como a garota do gueto, mas essa não é a principal questão da história e sim a luta por voz e justiça.
Starr viu mais um de seus melhores amigos morrer e dessa vez foi Khalil que estava no mesmo carro que ela e foi morto injustamente por um policial (a morte dele está na sinopse) , depois disso ela precisa lidar com mentiras e verdades que surgem, tentando justificar a morte de Kahlil, mas que mesmo assim não é justificável e presenciamos personagens criando vozes, mudando de vida e  muitos protestos gritando por justiça.
Confesso que no inicio senti que estava assistindo um noticiário falando da morte de um jovem negro injustamente pela policia e os protestos, a autora falou a realidade do que acontece e isso é bom para abrir os olhos da sociedade. 
Bom e além das questões principais ainda precisar ver seu pai lidando com um traficante do bairro ameaçando a família e problemas com seus amigos.
"As palavras dela tinham poder. Se ela dissesse que estava tudo bem, estava tudo bem. Mas, depois de segurar duas pessoas dando seus últimos suspiros, palavras assim não querem mais dizer merda nenhuma."

Denise Crivelli, 27 anos, sul-mato-grossense, formada em Publicidade e estudante de Administração, viciada em livros, doramas e séries.

Sorteio

Facebook

Facebook

Busca

Arquivos

Seguidores

Populares

Tecnologia do Blogger.