Música | Playlist da semana #73:

Hey pessoal, mais uma playlist e espero que gostem. Ontem ia postar no blog, mas estava muito frio que fiquei com preguiça de terminar o poste e estava um pouco desanimada, as vezes as redes sociais me desanimam já que as pessoas só compartilham coisas ruins.


Resenha | Felizes Para Sempre (Quarteto de Noivas #4):

Titulo: Felizes para sempre
Autora: Nora Roberts
Páginas: 293
Notas:4/5
Skoob: Link
Sinopse:  Parker Brown sabe que subir ao altar é um dos momentos mais extraordinários na vida de um casal. Por isso ela administra a Votos a bem-sucedida empresa de organização de casamentos que fundou com suas três melhores amigas com pulso firme e muita dedicação. Seu dia de trabalho começa cedo às vezes de madrugada, quando alguma noiva ansiosa lhe telefona aos prantos. Mas ela não se importa. Cada vez que ajuda uma mulher a escolher o vestido perfeito para o grande dia ou vê o sorriso nervoso e feliz de um noivo no altar, ela sente que está dando sua contribuição para uma história igual à de seus pais. Porém a rica, linda e inteligente Parker também quer ser feliz no amor. Só que, em vez do intelectual sensível que sempre esteve em seus planos, parece que o destino lhe reservou uma surpresa. Malcolm Kavanaugh é um mecânico de automóveis e ex-dublê de filmes de ação. Amigo do irmão de Parker, ele não tem vergonha de elogiar as belas pernas da moça e, com suas mãos ásperas, faz com que a empresária certinha e controladora simplesmente perca o chão. 

Opinião:
E aqui estou com a resenha do último livro do Quarteto das Noivas. Estava muito curiosa para ler esse, mas não gostei tanto quanto os outros, acho que foi mais porque minhas expectativas estavam altas com esse livro.
A protagonista de Felizes para sempre é a Parker Brown que é a administradora da Votos, ela tem uma vida super corrida, já que as noivas histéricas ligam pra ela até na madrugada. Ela é uma mulher super organizada e está sempre pronta para resolver as crises para as festas não terem nenhum problema, ela estava feliz vendo suas melhores amigas e irmão se apaixonarem e ficarem noivas, mesmo não tendo um amor isso bastava para elas.
Ela acaba conhecendo Malcolm Kavanaugh , mecânico e dono de uma mecânica, um dos novos amigos de Del, ele já prestou alguns serviços para os carros das amigas e sente atração pela Parker, mas ela é sempre Fria com ele. Malcolm sente curiosidade a respeito de Parker e ela sente o mesmo a respeito dele, nisso acabam se envolvendo e no relacionamento eles passam por seus altos e baixos.
Parker tenta ver essa relação como um caso para não se entregar totalmente o que claramente não da certo e o Malcolm realmente gosta dela, mas não se entrega totalmente a relação por conta de tudo o que passou no passado, ele queria viver do presente em diante e ela queria saber tudo a respeito do homem que ama, o que acabou causando algumas discussões entre eles.
Malcolm não é um tipo de homem que chamaria a atenção de Parker, ele é diferente e sempre está surpreendendo ela, com informações que descobre, ele tem um jeito mais selvagem. Bom o romance desses personagens vem sendo construído desde o segundo livro que é onde eles se conheçam, então o leitor acaba vendo o relacionamento surgir, não é algo que acontece de uma hora para a outra.

Nesse último livro os protagonistas dos outros aparecem bastante e penso que isso ofuscou um pouco do casal principal, além do romance, as personagens continuam trabalhando igual doidas, o bom que seus noivos/namorado ajudam com  o que precisar, eles estão cada vez mais unidos. E ainda tem a preparação o casamento de Mac,

Uma boa história com um casal que muda juntos, a Parker era sempre séria e fechado, dava medo em muito, mas depois de Malcolm ela  se tornou mais leve, eles mostravam um lado diferente .
A série quarteto de Noivas foi uma boa aquisição, com história leves sobre o amor, mas que além disso mostra mulher fortes que batalham para a empresa ser bem sucedida, elas não deixam o amor atrapalhar o outro sonho.

"Quando você ama alguém e esse amor é correspondido, mesmo que tudo esteja dando errado, parece que tudo se encaixa."
“Nossa, como adorava seu trabalho! Adorava as noivas malucas, as sentimentais, as obsessivas e até as noivas-monstro.”
"Ela passou pelo interesse, oscilou na atração, explodiu de desejo, tropeçou no afeto, e agora estava escorregando sem controle em direção ao amor." 
Livros
1-Álbum de Casamento
2-Mar de Rosas
3-Bem Casados
4-Felizes para sempre


Séries | Anne with an "E":

Título: Anne with an "E"
Episódios: 7
Ano: 2017
Canal: Netflix/CBC
Sinopse: Baseada no romance Anne of Green Gables da escritora Lucy Maud Montgomery, a série acompanha Anne Shirley (Amybeth McNulty), uma jovem órfã do final do século XIX, que teve uma infância abusiva entre orfanatos e casas de estranhos. É quando a garota é enviada (por engano) para casa dos irmãos Marilla (Geraldine James) e Matthew Cuthbert (R.H. Thomson) – em pouco tempo, a menina conquista todos com seu carisma, inteligência e imaginação brilhante






Opinião:
Que série maravilhosa, sempre que entrava no netflix via o banner da série e até vi alguma coisa a respeito dela em um blog. Fico pensando porque demorei tanto para conferir ela, sério gente ela é muito boa, conforme ia assistindo a série chorei, ri com a protagonista, nos dois primeiros episódios assisti com lagrimas nos olhos, não porque era triste, mas porque a garota passou por tanta coisa e ainda assim via as coisas bela da vida.
Bom na história conhecemos  Anne Shirley (Amybeth McNulty)  que é levada sem querer para ser adotada por um casal de irmãos, eles queriam um menino, mas aconteceu algum mal entendido e levaram a garota que por sinal estava muito feliz por ter uma família de verdade pela primeira vez, já que ela sempre era a empregada das casas que morava e ela era só uma criança, mas os irmãos acabam se encantando pela garota, primeiramente o Matthew Cuthbert (R.H. Thomson)  que conseguiu convencer sua irmã  Marilla (Geraldine James) a ficar com a garota.
Anne é uma garota sonhadora, criativa e que adora ler e falar, além de carismáticas e também diferente, pois passou por tanta coisa que uma garota da sua idade não deveria ter passado e por isso alguns acham a garota estranha, principalmente as crianças de sua escola e os País delas, mas aos poucos essas pessoas também caem nas graças de Anne, já que a garota tem um bom coração e acaba ajudando em algumas situações. Ela também faz uma melhor amiga chama  Diana Barry (Dalila Bela), no inicio a mãe da garota não gostava que as duas andassem juntas.

Resenha | Bem Casados (Quarteto de Noivas #3) - Nora Roberts:

Título:  Bem Casados (Quarteto de Noivas #3) 
Autor: Nora Roberts
Páginas: 280
Nota: 5/5
Skoob: Link

Sinopse:  Bem-casados, terceiro livro da série Quarteto de Noivas, é uma linda história sobre a doçura do amor. Quando terminar de lê-lo, você terá certeza de que os sonhos podem se realizar das formas mais inesperadas. Parker, Mac, Emma e Laurel, amigas de infância, ganham a vida realizando o sonho de inúmeros casais apaixonados. As quatro são proprietárias da Votos, uma empresa de organização de casamentos. Após ter trilhado um caminho muito duro para conseguir ser alguém na vida, Laurel McBane se tornou a criadora dos bolos e quitutes mais lindos e saborosos do estado. Ela preza sua independência acima de tudo e não aceita que ninguém interfira em suas decisões. Talvez por isso, apesar do sucesso profissional, ainda não tenha se entregado ao amor. Apaixonada desde sempre por Delaney Brown, irmão de Parker, ela nunca teve coragem de revelar seus sentimentos. Afinal, sabe que é como uma irmã para ele. Advogado da Votos, Del se sente responsável por cuidar não só dos assuntos burocráticos da empresa, mas também do bem-estar das quatro sócias. Porém, sua postura paternalista e superprotetora começa a gerar desentendimentos entre ele e Laurel. Mas essas diferenças de opinião também fazem ferver uma química que vinha cozinhando em fogo brando havia muito tempo, acendendo uma faísca que eles não sabem se conseguirão – ou se querem – conter. Agora Laurel e Del precisarão conciliar suas convicções e personalidades para que o orgulho não fale mais alto que a paixão.
Opinião:
E aqui estou com a resenha do terceiro livro, as resenhas estão sendo postada uma atrás da outra porque li os livros seguidos,  ainda mais porque fiquei três dias sem internet ( Li eles em uns 10 dias).
Nesse terceiro volume conhecemos melhor a Laurel a doceira/boleira do grupo e como as outras amigas também mora no local de trabalho com o seu próprio espaço. Percebi que entre todas ela é um pouco mais reservada.
A paixão de Laurel vêm de muitos anos, mesmo ela tentando esquecer, mas em um discussão ela acaba beijando Delaney Brown,, irmão da Parker. Ela sempre teve sentimentos por ele, mas Del pensava nela como irmã. Depois do beijo o Del fica confuso, já que ele nunca tinha visto ela com outros olhos, quer dizer aconteceu uma vez, mas ele não sabia que era ela. Del como é advogado propõe um acordo, eles fariam um teste e se não desse certo voltariam ser amigos e por conta do acordo Laurel tentou controlar seus sentimentos, o que foi difícil .
Ela até fica com receio de se apegar demais, mas ao contrário dos amigos Del está mais aberto ao relacionamento, o bom  desse casal é o que teve menos drama na questão de relacionamento, eram mais dúvidas a respeito dos sentimentos. Pode até parece que tudo acontece em poucas semanas, mas na verdade é meses.

Laurel é a mais quieta do grupo e toda vez que falavam do bolo dela só de imaginar já dava água na boca, ela parece ser bem criativa para criar os modelos de seus bolos. Já o Del é um advogado  que se preocupa com a família e amigos. O possível relacionamentos dele começou a dar sinal no livro anterior, dava pra imaginar só pelas discussões deles e como a Laurel ficava com ele por perto.
Os amigos deles continuam sendo compreensivos e unidos, mesmo que no começo essa situação foi um pouco estranha para o grupo.
Fora o romance que eu gostei, também vimos um pouco mais do crescimento profissional das personagens, elas trabalham como loucas e nem descansam direito, mas fico imaginando como seria trabalhar nesse ramo e transformar o dia especial de seu cliente.
Bom voltando a parte do romance, sim ele é clichê como os outros livros, mas  os personagens não brigam ou se separam por qualquer besteira, como falei antes eles são adultos e maduros que resolvem seus problemas como Tal.
Os personagens dessa série passam por problemas porque alguns não conseguem se entregar totalmente a um relacionamento ou acreditam que não são amadas, mas algumas dessas dúvidas só acontecem por falta de uma boa conversar entre os casais.

Dentre todos os livros esse foi o que mais tive dificuldade para escrever a resenha, pois qualquer coisa que eu falar pode ser um spolier e ninguém gosta disso.
“Quando se tratava de sua arte, a perfeição não era apenas um objetivo. Para a confeitaria da Votos, era uma necessidade. Um bolo de casamento era mais do que assar e decorar, mais do que glacê e recheio. Assim como as fotos que Mac tirava eram mais do que imagens e os arranjos e buquês que Emma criava eram mais do que flores. Os detalhes, o planejamento e os desejos que Parker conciliava eram, no final, maiores do que a soma de suas partes.” 
"- Você quer segurança? Compre um cachorro. O amor foi feito para ser assustador.
- Por quê?
- Porque onde não há medo, não há emoção."

Livros:
1-Álbum de Casamento
2-Mar de Rosas
3-Bem Casados
4-Felizes para sempre


Denise Crivelli, 27 anos, sul-mato-grossense, formada em Publicidade e estudante de Administração, viciada em livros, doramas e séries.

Sorteio

Facebook

Facebook

Busca

Arquivos

Seguidores

Populares

Tecnologia do Blogger.