Música | Playlist da semana #54

Hey pessoal, mais uma playlist, espero que gostem dela e hoje nem tenho muito o que comentar hoje. Feliz dia do Leitor para nós  que adoramos um bom livro.

Nacionalizando | Dica de livros #6:

Hey pessoal e aqui estou de volta com mais uma coluna do Nacionalizando  que fazia um tempinho que não posta, mas uma dica de dois livros Nacional e o gênero desse livros dessa vez é romance e Fantasia, espero que gostem.
Sinopse: Você consegue imaginar que a vida que te ensinaram a viver pode não ser aquela para a qual nasceu? Que tudo o que acredita pode não ser inteiramente verdade? E que existem criaturas conhecidas como trocadores de pele vivendo entre nós? Em Filhos da Lua: o Legado, você descobre um novo universo de fantasia urbana, tendo como cenário o nosso país. A autora apresenta uma aventura cheia de mistérios cuja personagem principal é Bianca, uma adolescente que não imagina que sua chegada na cidade desencadearia uma série de acontecimentos capazes de transformar completamente a sua vida e revelar os segredos de um perigoso mundo.


Esse livro tem uma história bem legal e com um seres diferentes, eu li ele no inicio de 2016 e gostei muitos do personagens, a vida da protagonista Bianca foi sempre ela e sua irmã fugindo e sempre mudando de cidade e ela nunca soube porque e o que envolve isso são seres sobrenaturais,  é um livro bem envolvente e depois do que aconteceu no final quero muito ler a continuação ainda mais para saber o que vai acontecer com o meu casal preferido, já que as revelações do final cortou meu coração.


Sinopse: Piera tem certeza: está cometendo a maior loucura da sua vida ao assistir, escondida, ao casamento de seu ex-noivo. Depois de seis anos de relacionamento, entrar de penetra na comemoração foi tudo que André deixou para ela. E olhar a cena não a faz feliz, mas encerra uma fase de sua vida. Hora de recomeçar. Mas como recomeçar se seu coração está cheio de dor? Envolver-se com a história de Piera é como descobrir que sempre há um lado muito bom a ser revelado… Mesmo que tudo pareça tão difícil!

Em Claro que te amo!,  é  a história de uma garota que sofre de amor, por conta de um termino e ainda precisa lidar com a volta da mãe que a abandou quando novinha e ainda tem que lidar com descobertas referente a sua vida,  mas nem tudo é ruim e ela encontra um  novo amor, mas para ele dar certo ela tem que ter fé em si mesmo primeiro.


Resenha | O Jeito Que Me Olha (Os Sullivans #10) - Bella Andre:

Título: O Jeito Que Me Olha (Os Sullivans #10) 
Autora: Bella Andre
Páginas: 208
Skoob: Link

Sinopse: Depois de construir uma sólida carreira como detetive particular - especializado em casos de infidelidade -, Rafe Sullivan perdeu a fé nas relações humanas. As únicas histórias de amor verdadeiro que conhece são a dos seus pais e as dos seus primos, que Vivem na Califórnia. Quando Rafe precisa sair de Seattle para descansar e esfriar a cabeça, sua irmã, Mia, sugere uma temporada na cidadezinha onde a família costumava passar as férias de verão. No cenário de sua infância, Rafe reencontra Brooke Jansen, que, de garotinha doce e inocente, transformou-se em uma mulher de beleza incomum. Nenhum dos dois consegue ignorar o clima de sedução, e é Brooke quem toma a iniciativa: ela propõe a Rafe um caso de verão, sem amarras nem cobranças. Rafe luta para convencê-la de que eles devem continuar sendo apenas amigos... embora ele mesmo não esteja 100% convencido disso.
Opinião:
Eu ganhei esse livro em um sorteio e já faz um tempinho, mas só recentemente que li ele e até o momento não tinha lido nada dessa autora,
Bom a resenha vai ser um pouco mais rápida já que não tem muito o que falar da história, nesse livros temos um protagonista metidão a machão que é incrível em tudo e bem sucedido que por insistência da irmã acaba comprando a casa que eles passavam as férias na infância com toda a família e ele aproveitaria para se afastar um pouco de seu trabalho, esse mocinho em questão é o Rafe Sullivan e ao chegar na casa da praia ele acaba encontrando Brooke Jasen que quando criança era amiga de sua irmã Mia e que se divertia e muito na casa dos animados Sullivans.
"Só consigo pensar em você, você é tudo o que eu quero para sempre."
A história não é nem uma obra prima e a leitura estava fluindo muito bem, porque apesar de não ter muita coisa a história é até rápida com a escrita da autora, mas mesmo tendo poucas páginas, chegou um certo ponto que a história se tornou cansativa, os protagonistas estavam na expectativa pelo sexo, mas resolverem esperar em um período de 24 horas, depois que esse período passou eles só que queriam saber de sexo,  não se deixem enganar pela ingenuidade da Brooke e quando passou a focar só nessa parte a história acabou se tornando cansativa que eu não via a hora de terminar ele,
Em O Jeito Que Me Olha temos o Rafe que que não acredita no amor, por conta dos casos de traição que ele investigou na sua agência de detetive, mas quando viu a Brooke depois de muitos anos algo se acendeu nele e ai ficou dificil resistir.  E a Brooke é  uma mulher que faz chocolates e acredita no amor, mas para ter o Rafe para ela acaba aceitando se divertir com ele.
Como disse nunca li nada da autora e apesar da parte cansativa achei a escrita dela envolvente e mesmo esse sendo o livro #10 pode ser lido fora da ordem já que cada história envolve um membro da família e nem peguei spoiler dos livros anteriores ao ler ele.
"Ela estava cansada de se preocupar com se machucar por ter feito a escolha errada."
"Quando garoto, ele era selvagem. Agora ele era selvagem e perigoso."


TOP 5 | Livros que pretendo ler em 2017:

Hey pessoal o top 5 de hoje selecionei alguns livros que pretendo ler em 2017 e pasmem ainda não li como eu era antes de você que todos sempre falam bem, espero que consiga ler esses livros e mais livros do que li em 2017. E vocês que livros querem ler?



Sinopse: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Sua vidinha ainda inclui o trabalho como garçonete num café de sua pequena cidade - um emprego que não paga muito, mas ajuda com as despesas - e o namoro com Patrick, um triatleta que não parece muito interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor tem 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de ter sido atropelado por uma moto, o antes ativo e esportivo Will agora desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Sua vida parece sem sentido e dolorosa demais para ser levada adiante. Obstinado, ele planeja com cuidado uma forma de acabar com esse sofrimento. Só não esperava que Lou aparecesse e se empenhasse tanto para convencê-lo do contrário.Uma comovente história sobre amor e família, Como eu era antes de você mostra, acima de tudo, a coragem e o esforço necessários para retomar a vida quando tudo parece acabado.

Quotes da semana - Suzy e as águas-vivas:

Hey pessoal, primeiro post de quotes do ano e já traco novidades, vou começar a trabalhar de novo, então vou ver como consigo conciliar o blog com outras coisas.
"Os seres humanos podem ser os mais novos habitantes deste planeta. Nós podemos ser muito frágeis. Mas também somos os únicos que podem decidir mudar."
“É interessante como não-palavras podem ser melhores do que palavras. O silêncio pode dizer mais do que o barulho, da mesma maneira que a ausência de uma pessoa pode ocupar ainda mais espaço do que sua presença ocupava.”
“Talvez, em vez de nos sentirmos como um grão de poeira, possamos lembrar que todas as criaturas nesta Terra são feitas de pó de estrelas. E nós somos as únicas criaturas que sabem disso.”
 "Às vezes a gente quer com tanta força que as coisas mudem que não suporta nem sequer estar na mesma sala com as coisas do jeito que realmente são."
"O que você e eu entendemos, Jamie, é que ter veneno não torna uma criatura má. Veneno é uma forma de proteção. Quanto mais frágil o animal, mais ele precisa se proteger. Portanto, quanto mais veneno uma criatura tiver, mais devemos ser capazes de perdoá-la. Elas são as que mais precisam do veneno."

Resenha | Teatro Selena - Domnall September:

Título: Teatro Selena
Autor: Domnall September
Páginas: 281
Skoob: Link

Sinopse: O misterioso teatro Selena abre as portas à procura de talentos que deem vida ao teatro. De tempos em tempos, faz audições para recrutar os melhores talentos que puder encontrar. Pessoas com capacidades de canto, dança e instrumentais. Mas acima de todos esses cargos, está o Grand Coryphe. Aqueles que dão energia para manter Selena sempre vivo e interessante. Erika Isoni é uma garota sonhadora que ama dançar e cantar, mas que tem uma doença rara que a impede de fazer o que mais ama se não tem uma parada cardíaca, decide fugir das “paredes brancas” – seu isolamento do hospital –, se depara com o teatro e se arrisca a fazer uma audição. Erika é o que o Teatro procura a muitos anos. Mas o que será que acontecerá com ela? Selena é um teatro normal? Fantasia, comédia e muito mistério te aguardam nessa incrível história.
Opinião:
A editora me enviou o e-book que solicitei e como está curiosa fui logo lendo ele, Achei a história retratada nele interessante.
Nessa história o leitor é apresentado a Erika Isoni uma jovem que vive só dentro do hospital já que possui uma doença no coração  e por isso não se pode esforçar muito, o que impossibilita o seu sonho de ser famosa. mas ao fugir do hospital em um dia acaba entrando em um teatro velho e se surpreende a saber que está ocorrendo audições e acaba fazendo, mas ao desmaiar acorda novamente no hospital e até surpreendida porque uma pessoa vai atrás dela e quer que ela volte para o teatro e para conseguir  que queria coloca fogo no Hospital e faz uma promessa para Erika caso ela volte ao Teatro Selena. Nisso ela acaba descobrindo que todos veem um grande potencial nele e que será a próxima Gand Coryphe.
"A vida de quem não tem um sonho provavelmente é uma coisa bem medíocre... Não deve ser muito diferente de um astronauta que deu o azar de perder contato com a nave e agora vaga pelo vácuo escuro do espaço. Esperar a morte chegar lentamente e destruir de vez qualquer expectativa. Impensável para mim, deixar que o universo me mastigue e me engula sem que eu tire nenhum proveito."

Denise Crivelli, 27 anos, sul-mato-grossense, formada em Publicidade e estudante de Administração, viciada em livros, doramas e séries.

Facebook

Facebook

Busca

Arquivos

Seguidores

Populares

Tecnologia do Blogger.