9 de outubro de 2017

Resenha | O Ódio Que Você Semeia - Angie Thomas:

Título: O Ódio Que Você Semeia
Autora:  Angie Thomas
Páginas: 378
Nota: 5/5
Skoob: Link
* Livro cedido pela editora


Sinopse: Starr aprendeu com os pais, ainda muito nova, como uma pessoa negra deve se comportar na frente de um policial. Não faça movimentos bruscos. Deixe sempre as mãos à mostra. Só fale quando te perguntarem algo. Seja obediente. Quando ela e seu amigo, Khalil, são parados por uma viatura, tudo o que Starr espera é que Khalil também conheça essas regras. Um movimento errado, uma suposição e os tiros disparam. De repente o amigo de infância da garota está no chão, coberto de sangue. Morto. Em luto, indignada com a injustiça tão explícita que presenciou e vivendo em duas realidades tão distintas (durante o dia, estuda numa escola cara, com colegas brancos e muito ricos - no fim da aula, volta para seu bairro, periférico e negro, um gueto dominado pelas gangues e oprimido pela polícia), Starr precisa descobrir a sua voz. Precisa decidir o que fazer com o triste poder que recebeu ao ser a única testemunha de um crime que pode ter um desfecho tão injusto como seu início. Acima de tudo Starr precisa fazer a coisa certa.
Angie Thomas, numa narrativa muito dinâmica, divertida, mas ainda assim, direta e firme, fala de racismo de uma forma nova para jovens leitores. Este é um livro que não se pode ignorar.

Opinião:
Gente que livro bom é esse, que nem sei por onde começar direito e depois de uma semana que concluir a leitura estou aqui tentando escrever essa resenha.
Na história conhecemos Starr uma garota negra e que vive dois mundos diferentes o do bairro pobre onde mora e o da escola de ricos e na maioria brancos onde estuda e ela procura agir diferentes em ambos, na onde vive não quer ser vista como a garota que estuda no colégio rico e no colégio não quer ser vista como a garota do gueto, mas essa não é a principal questão da história e sim a luta por voz e justiça.
Starr viu mais um de seus melhores amigos morrer e dessa vez foi Khalil que estava no mesmo carro que ela e foi morto injustamente por um policial (a morte dele está na sinopse) , depois disso ela precisa lidar com mentiras e verdades que surgem, tentando justificar a morte de Kahlil, mas que mesmo assim não é justificável e presenciamos personagens criando vozes, mudando de vida e  muitos protestos gritando por justiça.
Confesso que no inicio senti que estava assistindo um noticiário falando da morte de um jovem negro injustamente pela policia e os protestos, a autora falou a realidade do que acontece e isso é bom para abrir os olhos da sociedade. 
Bom e além das questões principais ainda precisar ver seu pai lidando com um traficante do bairro ameaçando a família e problemas com seus amigos.
"As palavras dela tinham poder. Se ela dissesse que estava tudo bem, estava tudo bem. Mas, depois de segurar duas pessoas dando seus últimos suspiros, palavras assim não querem mais dizer merda nenhuma."


Starr é uma garota inteligente e vive com o seu pai, mãe, irmão mais novo e meio irmão. A vida dela não é muito fácil, mas seu pai conseguiu dar a volta por cima  e sempre está tentando ajudar quem precisa o que pode colocar a família em risco. A história fala de representatividade, descriminação, família e também dos problemas de todo adolescente amigos, namoro e confesso o namorado da Starr é um amor e não esta nem ai para o que os outros pensam, ele ama ela. Agora uma das "amigas" da garota do colégio particular me tirou do série com sua discriminação, não só com negros, mas com pessoas de culturas diferentes.
A protagonista vai aprendendo a lidar com os seus medos, inseguranças e criando coragem para fazer o que deseja, uma personagem que evoluiu muito na história e ainda ela fica debatendo em sua cabeça essas diferenças da sociedade como o porque namorar um cara rico e branco, sendo que eles são totalmente diferentes, como agir em certo lugar, era como se fosse duas pessoas em uma, ela estava sobre pressão com tantos acontecimentos ao seu redor.
Uma coisa que  não podia deixar de falar é que a protagonista é viciada na série Um maluco no pedaço  e as cenas que trazem ela cantando a música são engraçadas e de vergonha alheia para Starr e seu namorado, mas ao mesmo tempo muito fofo.
O livro é dividido em cinco partes, com uma leitura fluida e envolvente que faz o leitor realmente entrar na história, como nas partes do protesto parece que eu estava presente no acontecimento, mas vendo tudo de longe e uma coisa que chamou minha atenção e que gostei muito são as conversas que Starr tem com o seu pai e sua família, eles discutem sobre esse mundo que vivem e principalmente porque o pai dela já cometeu muitos erros e não quer que seus filhos façam o mesmo. 

O ódio que você semeia é uma ótima leitura, cheio de representatividade e que faz os leitores pensarem a respeito do que andamos vendo por ai sobre descriminação, uma obra que vale a pena ser lido. Queria ter feito uma resenha melhor da história, mas se passou uma semana que terminei de ler e a dificuldade de escrever se manteve. A história possui frases lindas e vai ter um poste com alguns quotes.
"Às vezes, você pode fazer tudo certo, e mesmo assim as coisas dão errado. O importante é nunca parar de fazer o certo."
"... The Hate U Give Little Infants F...s Everybody, ou o ódio que você passa para as criancinhas f... com todo mundo. Eu censuro o que falo. Estou falando com o meu pai, né?

Comentários
13 Comentários

13 comentários:

  1. Olá, Denise.
    Eu já tinha lido uma resenha desse livro e me interessado muito por ele. O enredo é muito interessante. Infelizmente depois de tanto anos ainda vemos uma pessoa sendo julgada pela cor.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  2. Oii
    Quero muuuuito ler esse livro, mas vou ter que esperar pra ver se vai estar com desconto na black friday haha
    Mas está nos meus desejados com certeza!

    bezu
    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Denise!

    Eu ainda não li, mas tb não li nenhum negativa desse livro até o momento. Acho o tema extremamente pertinente, infelizmente, ainda atual e com certeza quero conferir.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. OOi Dê, adorei a resenha, ainda não li o livro e nem o conhecia, mas fiquei mega curiosa com esse enredo.
    beijos boa semana
    bellapagina.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Nunca li, mas vou tomar nota!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderExcluir
  6. Oi, Denise!
    Esse livro está na minha lista, além de gostar da capa eu gosto da premissa. Representatividade é preciso, isso me interessa muito. Espero não me decepcionar com a leitura assim como você.

    XOXO, Di.
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi, Denise!
    Eu amei esse livro de PAIXÃO! Muito maravilhoso mesmo. Estou ansiosa pela adaptação.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe das promoções em andamento e ganhe prêmios maravilhosos

    ResponderExcluir
  8. Oi Denise,
    Não conhecia o livro, mas a proposta me pareceu interessante, quero conferir a trama se surgir uma oportunidade.

    *bye*
    Marla Almeida
    https://loucaporromances.blogspot.com.br/





    ResponderExcluir
  9. Estou doida pra ler! Todas resenhas que tenho lido sobre o livro são positivas *-* E ainda vai ter filme!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Só pelo nome do livro já era de se esperar uma história impactante e repleta de lições, e sua resenha só me deu mais certeza disso. Imagino que a protagonista sofra até conseguir tomar uma posição na sociedade, e essa representatividade é maravilhosa mesmo. Ótima resenha!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. fiquei com curiosidade no livro
    https://retromaggie.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Eu ando lendo muita resenha desse livro e todas elas positivas. Mas mesmo assim, ainda não atiçou a minha curiosidade...
    Beijos
    5 O'clock Tea

    ResponderExcluir
  13. Oi Denise!
    Esse livro está sendo muito bem falado. Gostei da sua resenha e de saber mais sobre ele, quero ler também!

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir