Música | Playlist da Semana #195

Hey pessoal, olha eu aqui com mais uma playlist da semana, sei que o meu gosto musical é diferente de muitos, porém gosto de compartilhar com vocês.

TOP 5 | Desejados de Fevereiro

Hey pessoal, o top 5 de hoje são de alguns livros desejados desse mês, porém nem todos são lançamentos, ando meio deixando o blog de lado, mais prefiro ficar aqui as poucos, do que abandonar, por isso que tem semana que posto todos os dias e em outras posto poucas vezes.

💙💙💙💙💙


Sinopse: Não há espaço para romance na vida da escritora Amanda Briars. Reconhecida no meio literário londrino, ela realiza as próprias fantasias através das personagens que cria em suas histórias de amor. Em nome da liberdade, está satisfeita em viver na solidão. Amanda só não quer completar 30 anos sem nunca ter experimentado o prazer, e a solução mais discreta é contratar os serviços de um profissional. Quando o homem aparece à sua porta, a atração entre os dois é evidente, mas, para frustração dela, ele interrompe a noite de paixão no meio e vai embora. Uma semana depois, ela o reencontra em um jantar e descobre que Jack Devlin é, na verdade, seu novo editor. Amanda fica mortificada. Porém as lembranças daquela noite permanecem vivas na mente dos dois, e basta uma centelha para que o fogo entre eles se reacenda. Só que Jack, filho rejeitado do nobre mais notório de Londres, tem o coração endurecido e não acredita no amor, enquanto Amanda resiste ao desejo crescente em nome de sua independência. Quando o destino entrelaça suas vidas, suas convicções mais profundas entram em choque. Agora os dois precisam decidir se, depois de conhecerem a verdadeira paixão, conseguirão voltar a se satisfazer com menos que isso.

 Sinopse: Essa é a história de Penny e Sam. Ela tem dezoito anos e acabou de sair de casa rumo à universidade. Longe da mãe expansiva e do namorado sem graça, vai finalmente se dedicar ao sonho de ser escritora. Só não contava que essa nova vida traria também novos obstáculos: pessoas, o maior pesadelo de qualquer introvertido. Ele, por sua vez, está perdido na vida. Em todos os níveis. Aos vinte e um anos, os poucos dólares na conta, a mãe alcoólatra e a ex-namorada complicada não o ajudam a se manter são. Só lhe resta fazer os doces mais mirabolantes para o café onde trabalha (e mora), concluir sua faculdade a distância e tentar (sem muito sucesso) não surtar. Por um acaso do destino — também conhecido como um ataque de pânico no meio da rua —, eles passam a trocar mensagens de texto inofensivas. Mas o que começa como um simples contato de emergência salvo no celular se torna a conexão mais importante da vida deles. Aos poucos, esses jovens introvertidos e problemáticos se tornam dois amigos dividindo angústias, sonhos, piadas e inspirações. Duas pessoas que quase nunca se veem, mas que estão juntas o tempo inteiro. Dois solitários que, finalmente, não estão mais sozinhos. Com perspicácia, humor e grande sensibilidade, a estreante Mary H. K. Choi traça o retrato de uma geração cujos relacionamentos se entrelaçam à evolução tecnológica. Uma história capaz de causar nos leitores o frio na barriga que só as melhores comédias românticas podem proporcionar.

Resenha | Sob o Véu do Tempo (The Graham Saga #1) - Anna Belfrage

Título: Sob o Véu do Tempo
Autora: Anna Belfrage
Páginas: 438
Nota: 3/5
Skoob: Link

Sinopse: Em um dia abafado de agosto de 2002, Alex Lind desaparece sem deixar vestígios. Em um dia igualmente sufocante de agosto de 1658, Matthew Graham a encontra em um pântano deserto escocês. A vida nunca mais será a mesma para Alex ou para Matthew. Devido a uma série de ocorrências extraordinárias, Alexandra Lind é lançada três séculos de volta no tempo. Ela surge aos pés de Matthew Graham, um condenado fugitivo. Arrancada de uma vida de conforto e modernidade, Alex lida com essa nova existência, que se torna ainda mais complicada no momento em que percebe que alguém de seu tempo a acompanhou até ali e que suas intenções não são boas. A compensação para essa mudança brutal em seu destino vem na forma de Matthew, um homem que ela nunca deveria ter conhecido, tendo nascido três séculos depois dele. Mas, apesar de tudo, Matthew rapidamente a coloca sob sua proteção. Ele tem seus próprios fardos, e há algo em seu passado que poderá levá-lo morte. Às vezes Alex acha tudo excessivamente excitante, mas, em outras, deseja retornar à vida estruturada que costumava ter. Como ela vai voltar? E mais importante, ela quer voltar?
Opinião:
Sob o véu do tempo é o primeiro livro que li em parceria com a editora, essa é uma história que envolve viagem no tempo, a sinopse em um primeiro momento se mostrou promissora, pois nessa histórias conhecemos Alex Lind que vive no ano de 2002 , um mundo cheio de modernidades na qual foi acostumada a vida toda, em um dia indo trabalhar é pega por uma tempestade, na verdade o tempo naquele dia estava muito estranho e por conta disso ela vai parar diretamente no ano de 1658 na Escócia, uma época muito diferente da que conhece, só ela não é a única a ir para esse ano e um outro homem também realiza essa viagem no tempo e por conta dele acaba descobrindo algumas informações sobre sua mãe. Nessa nova época ela conhece Matthew, seu salvador, um homem que está fugindo da precisão por algo que não fez, eles acabam ficando próximos, Alex conta sobre o mundo que viveu e Matthew sobre sua vida e o porque foi preso, os dois passam por alguns perrengues como fugir de bandidos, de soldados e ferimentos. Alex certa que não conseguiria mais voltar ao seu mundo moderno acaba se aproximando de Matthew.
Alex Lind é uma mulher trabalhadora que tem um filho pequeno que ela aprendeu a amar e sente falta, porém que no inicio não aguentava nem ficar próxima do menino e também tem um noivo que  a ama e que cuida de seu filho, além de seu pai, já sua mãe desapareceu misteriosamente, apesar da distância quem ela mais sente falta e sempre está comentando é seu pai, com a personagem também descobrimos o porque não gostava do seu filho e isso está relacionado com o seu sequestro. Viver nesse mundo é difícil, pois só conhece  Matthew e além disso ela que se defender, quer ter direito de opinião, de ter suas próprias escolhas só que ela está em uma época que a opinião do marido prevalece, ela uma mulher independente precisa de adaptar a esse novo mundo e acatar os costumes.
Matthew é um personagem que senti amor e ódio, pois ele é um bom homem, quer proteger todos ao seu redor, só que ao mesmo tempo é um homem grosso, ele adora dar ordens e não gosta de ser contrariado, além disso não da muito valor na opinião de sua mulher e é machista, ainda mais pela época que vive e a forma que cresceu. Matthew e Alex não é um casal que shipei, mais foi aceitável na história.
Sob o véu do Tempo é uma história que inicialmente chamou minha atenção pelo quesito viagem no tempo, foi o que mais me chamou a atenção, porém não foi o que esperava, quando peguei para ler pensei que iria envolver mais a questão de viagem no tempo, só que ao menos esse primeiro focou mais no romance. A escrita da autora é envolvente, porém a história acabou não me agradando e chegou um ponto que não aguentava mais ler ela, porém me forcei para finalizar, achei 438 muito para essa história e que no meu ponte de vista acabou tendo muita enrolação, acho que metade dessas 438 seria suficiente para essa história, finalizei ele sem a vontade de ler a continuação quando for lançada. Infelizmente não foi um livro que amei, porém pode ter leitores que gostaram dessa história.
— Eu não tenho ideia. — O que era, afinal de contas, a verdade. — Mas ele disse, sobre a Itália e… — Escuta, eu não quero falar sobre isso, ok? — Ela olhou para ele, os olhos nunca deixando os seus até que ele deu de ombros e foi encontrar mais um pouco de madeira.
— Se você fizer isso de novo, eu juro que vou partir e você nunca mais me verá. Eu não tinha ideia de onde você estava, se estava machucado, ou se voltaria, e não é justo, ouviu? Você sabe que me assusta, você sabe quão sozinha eu me sinto aqui, você… você… bastardo! 
— Eu não sabia disso, sabia? Você me fez sentir abandonada, quando você me prometeu que nunca faria de novo. — Ela suspirou e desviou o olhar. — E você faz isso de propósito.

Resenha | De Volta Para Ela - Lauren Gallaguer

Título: De Volta Para Ela
Autora: Lauren Gallaguer
Páginas: 272
Nota: 4/5
Skoob: Link

Sinopse: Trevor Larson é filho de um militar da Marinha. Ele costuma se mudar a cada poucos anos e, graças às mídias sociais, pode ficar em contato com os amigos que deixa para trás. Mas logo depois que deixa Okinawa, seu melhor amigo, Brad Gray, interrompe o contato e desaparece. Quatro anos e duas bases depois, Brad ressurge e anuncia que sua família está chegando à base de Trevor na Espanha. Mas muita coisa mudou em quatro anos, e Trevor fica surpreso ao descobrir que Brad agora é Shannon. O reencontro não é exatamente o que os dois esperavam, mas rapidamente se reaproximam, ambos aliviados por terem um ao outro de volta. Só que nem tudo é um mar de rosas. As forças armadas são um mundo pequeno e não há como manter em segredo a transição de Shannon. Os pais alertam os filhos para manterem distância dela. Ela não pode frequentar a escola por medo de assédio ou coisa pior. E embora seus pais tentem esconder isso, ser banidos por seu único círculo social estando a milhares de quilômetros de casa também os está afetando. Mais e mais, Shannon se apoia em Trevor. Mas ela também está atraída por ele, e ele está atraído por ela também, sentindo coisas que nunca sentiu antes por ninguém. Trevor está assustado mesmo assim. Não por namorar uma garota trans. Não por prejudicar a carreira ou a reputação do pai capelão. Mas depois de finalmente recuperar a amiga, ele se atreve a levar as coisas adiante e correr o risco de perder Shannon pela segunda vez?

Opinião:
De volta para Ela é o lançamento de Janeiro da editora Cherish, a protagonista da história é uma personagem trans. Shannon é uma adolescente filha de militar que costuma se mudar muito, ela antes costumava se chamar Brad, mais fez a transição para a mudança de sexo, foram anos difíceis e doloridos, agora ela se sente bem em seu corpo, porém precisa lidar com muita discriminação ainda mais dos militares e suas famílias que estão ao seu redor, essa mudança prejudicou até a promoção de cargo de seu pai, só que ele não se importa, sua filha está feliz consigo mesma e é isso que importa. Shannon teve sorte de ter uma família compreensível na qual pode falar abertamente com eles e que a apoiaram em todo procedimento, diferente de outros jovens de seu grupo de apoio que não podem nem se abrir com seus pais a respeito de como se sentem.
Ela quando era conhecida como Brad costumava ter um melhor amigo chamado Trevor Larson que também é filho de militar, só por conta das missões de seus Pais acabaram se separando e cada um foi para uma base diferente, depois que Trevor foi embora, Brad acabou se afastando dele sem dar noticiais e logo depois começou o período de Transição, nenhum de seus amigos ficou sabendo o que estava acontecendo, porém depois de anos a família de Shannon está sendo transferida para o mesmo local que Trevor está, com isso a jovem entra em contato por e-mail querendo retomar o contato, mais ainda sem coragem de contar sobre as mudanças, então no primeiro encontro deles as coisas não saem muito certo, já que Trevor fica confuso e chateado, ele não fica chateado por seu melhor amigo ter se tornado a Shannon e sim porque ela não teve coragem de ser sincera com ele desde o inicio e por ter se afastado, então o primeiro encontro dos dois não saiu como esperado e só depois que chega em sua casa que Trevor percebe a burrada que fez e tenta entrar em contato pedindo uma segunda chance, Shannon demora para responder mais cede e os dois voltam a se aproximar e Trevor está aparentemente aceitando bem essa situação. 
Eu fiquei feliz pela Shannon porque não foi apenas Trevor que ficou bem com essa mudança, mais seus outros amigos antigos também aceitaram numa boa e ela ainda ganhou duas novas amigas , as namoradas de dois dos garotos, ela passou a se divertir e a sorrir mais, porém ainda possuía seus medos, vivia com receio da forma que seria tratada por outras pessoas, mais o importante era que possuía pessoas em sua vida que estão dispostas a tudo pela jovem. 
O tempo ia passando e Shannon e Trevor se aproximavam cada dia mais, eles lidavam com os seus sentimentos de forma discreta até se resolverem, os dois formam um casal tão lindo, super torci para sair o primeiro beijo deles, o romance foi construído como delicadeza gostosa de se ler, fortalecendo a amizade e mesmo que tenha ocorrido um mal entendido entre eles foi porque são jovens e não souberam expressar o que realmente queriam, principalmente Trevor que estava com medo de estragar tudo com Shannon e acabou se expressando errado afastando a jovem por um tempo.
Gente foi lindo de ver Trevor defendendo e protegendo Shannon e teve uma certa cena do pai do Trevor na Igreja que o homem mereceu ser aplaudido de pé pela sua atitude, de arrepiar, o homem passou um belo serão para as fofoqueiras de plantão. O garoto também tem sorte de ter bons pais.
De volta para Ela é uma história muito envolvente, gente não conseguia parar de ler e flui super bem , além disso o casal de protagonista e sua família são personagens cativantes que me conquistou, messa história eu li rápido e queria que tivesse mais páginas para acompanhar esses dois. Leiam porque eu super indico essa leitura.
Trevor podia não estar bem com quem e o que eu era, mas ele nunca seria tão mau assim. Não quando a verdade podia realmente me machucar ou prejudicar a carreira do meu pai. Ele provavelmente sabia tão bem quanto eu que quem e o que eu era poderia, de alguma maneira, ferrar a vida do meu pai.
Um cara que correu na direção oposta quando viu que seu melhor amigo era trans? Bem, isso não era alguém que aceitaria graciosamente, mesmo que eu fizesse uma apresentação em PowerPoint e tocasse no assunto com delicadeza. Não, não era minha culpa e eu não iria me martirizar por isso.
  Eu sorri um pouco enquanto continuava lendo. Mudar a cada poucos anos podia ser muito chato, mas funcionou desta vez. Era a lousa limpa que a maioria dos meus amigos nos grupos de suporte on-line cobiçava.
— Isso não significa que estamos decepcionados. — Ele fez uma careta. — A única coisa que me decepciona é o mundo em que você nasceu. Para ser sincero, tenho orgulho de você.




Denise Crivelli, 28 anos, sul-mato-grossense, formada em Publicidade e estudante de Administração, viciada em livros, doramas e séries.

Facebook

Parceria

Parceria

Facebook

Busca

Arquivos

Seguidores

Populares

Tecnologia do Blogger.